Inovação como fator de competitividade

4,883 views
4,722 views

Published on

Apresentação de Lucas Aquino em palestra na UCS (Universidade de Caxias do Sul, RS), em 28-10-2009.

Published in: Business, Education

Inovação como fator de competitividade

  1. 1. Inovação como fator de competitividade Lucas Aquino 28 de Outubro de 2009
  2. 2. Objetivos 1. Discutir inovação como fonte de resultados para as empresas 2. Identificar os meios necessários para avaliar e propor ações para buscar esses resultados Dimensões Tecnologia Mercado Organização Ambiente 2
  3. 3. Resultados com Inovação Modelo fechado Modelo fechado Modelo aberto (no passado) (hoje) (futuro) Receita Novos mercados Novas Spin-offs Receitas Royalties Novos Produtos Receita Receita Receita Custos de Custos de desenvolvimento interno desenvolvimento interno Custos de e externo desenvolvimento interno Recursos públicos/terceiros Incentivos Fiscais Custos Co-desenvolvimento Adaptado de Henry Chesbrough – Open Business Models - 2006 Parceiros 3
  4. 4. Meios + = Benchmark Diagnóstico Plano de Ação 4
  5. 5. Benchmark Políticas Públicas ($) Sim Sim Sim Sim Sim Sim Programa Fontes de Idéias Sim Sim Incubadora Corporativa Sim Sim Corporate Venture Sim Sim Sim Parceria com Universidade Sim Sim Sim Sim Sim Sim Novos Modelos Negócio Sim Sim Sim Sim Parcerias com Desenvolvedores Sim Sim Sim Portal de Open Innovation Sim Alianças com Fornecedores Sim Sim Sim Compartilhamento de Infra Sim Sim P&D Interno Sim Sim Sim Sim Sim Sim As informações apresentadas tem caráter didático e não correspondem à realidade 5
  6. 6. Diagnóstico Políticas Inovação Recursos Parcerias 5 Compartilhamento Organização Públicas Financiamento Público Gestor Inovação 4 Fomento Público Competências P&D 3 Incentivos Fiscais Clientes 2 Ideation ICT 1 Parcerias Inteligência Competitiva 0 Fornecedores Gestão de Projetos Concorrentes Painel Métricas Licenciamentos Processos Knowledge Management Spin-offs Propriedade Intelectual Venture Capital Novos produtos Aquisições Investimentos Negócios 6
  7. 7. Plano de Ação Iniciativas prioritárias Referências a serem adotadas Incorporação e mensuração de resultados Planejamentos das atividades com cada área 7
  8. 8. Diagnóstico Políticas Inovação Recursos Parcerias 5 Compartilhamento Organização Públicas Financiamento Público Gestor Inovação 4 Fomento Público Competências P&D 3 Incentivos Fiscais Clientes 2 Ideation ICT 1 Parcerias Inteligência Competitiva 0 Fornecedores Gestão de Projetos Concorrentes Painel Métricas Licenciamentos Processos Knowledge Management Spin-offs Propriedade Intelectual Venture Capital Novos produtos Aquisições Investimentos Negócios 8
  9. 9. Ações – Políticas Públicas Inova Brasil ATIVO PASSIVO Inovacão – P,D&I Inovação – Produção Capital Inovador Patrimônio Líquido Programa Inovar Fundo CRIATEC Demonstrativo de Resultado Receita Subvenção Econômica (-) Despesas Lei do Bem – Art. 17-II (redução IPI) EBIT (-) IR e CSLL Lei do Bem – Art 19 (exclusão adicional 60%) Lucro Líquido 9
  10. 10. Incentivos fiscais: Lei 11.196/05 ("Lei do Bem") • Benefícios • Exclusão de 100% dos 1 dispêndios com Inovação Tecnológica da Base de Cálculo (BC) do IR e da CSLL. 5 • Depreciação Integral no próprio ano de aquisição (IR e CSLL) • Exclusão adicional de 60% dos 2 dispêndios com Inovação Tecnológica da Base de Cálculo (BC) do IR e da CSLL. 6 • Amortização Acelerada • Aumento da exclusão • Crédito de 20% do imposto 3 adicional para 80%, conforme aumento no número de pesquisadores. 7 sobre a renda retido na fonte (royalties/serviços especializados no exterior) • Redução a zero da alíquota do 4 • Redução de 50% de IPI 8 imposto sobre a renda retido na fonte (registro de marcas e patentes no exterior) 10
  11. 11. Mecanismos não-reembolsáveis • Principais programas FINEP – PRIME FAPs - PAPPE Subvenção FAPESP - PIPE Start-ups Grande FINEP – Subvenção Econômica Empresa Prêmio FINEP de Inovação CNPq - RHAE BNDES – FUNTEC ICTs FAPESP – PITE e convênios + Fundos Setoriais empresas 11
  12. 12. Financiamento à inovação • Principais programas FINEP – Juro Zero FUNCET/SP Cartão BNDES para Inovação FINEP – Inova Brasil Start-ups Grande BNDES – Capital Inovador Empresa BNDES – Inovação Tecnológica FINEP - IBEROEKA 12
  13. 13. Inova Brasil - FINEP Inova Brasil Volume de Recursos • R$ 1,2 bilhões Característica Principal Tipo  Financiamento com taxa de • Financiamento Reembolsável juros reduzidas para projetos de pesquisa e Destinação desenvolvimento em • Empresas empresas Taxa de Juros • A partir de 4% a.a. 13
  14. 14. Inova Brasil - FINEP Taxa de Juros Características Tamanho dos projetos • Programas • De R$ 1 milhão a R$ 100 milhões 4,00% mobilizadores em Duração áreas estratégicas • Até 2 anos Carência • Até 20 meses • Programas para Amortização 4,50% consolidar e expandir a liderança • Até 80 meses Contrapartida • 10% do projeto • Programas para Garantias 5,00% fortalecer a • Exige garantias (ou Fiança Bancária para competitividade empresas pequenas) 14
  15. 15. Inova Brasil - FINEP Programas mobilizadores em áreas estratégicas Tecnologias de Complexo Industrial Complexo Industrial Informação e Energia Nuclear Nanotecnologia Biotecnologia da Saúde de Defesa Comunicação Programas para consolidar e expandir a liderança Complexo Petróleo, Gás natural Celulose Bioetanol Mineração Siderurgia Carnes Aeronáutico e Petroquímica e Papel Programas para fortalecer a competitividade Complexo Têxtil e Madeira Higiene, Perfumaria Complexo de Bens de Capital Construção Civil Automotivo Confecções e Móveis e Cosméticos Serviços Indústria Couro, Calçados e Agroindústrias Biodiesel Plásticos Naval e Cabotagem Artefatos Fontes: ABDI, BNDES, Ministério da Fazenda, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 15
  16. 16. Inova Brasil - FINEP Outras Informações Propriedade Intelectual • 100% da empresa Prazo • Recurso é liberado em até 100 dias após a aprovação Envio da Proposta • 1ª etapa: Formulário Eletrônico no site da FINEP • 2ª etapa: Formulário de Solicitação de Financiamento 16
  17. 17. BNDES – Financiamento à inovação Modalidades • Capital inovador (foco na empresa) • Inovação tecnológica (foco no projeto) Característica Principal Tipo  Financiamento com taxa de juros reduzidas para • Financiamento Reembolsável empresas de projetos Destinação inovadores e para estruturação para • Empresas empreender capacidades inovadoras Taxa de Juros • A partir de 3,5% a.a. 17
  18. 18. BNDES – Modalidades de financiamentos Inovação Tecnológica (foco no projeto)  Desenvolvimento de Produto ou Processo novo ou significativamente aprimorado  Envolve risco tecnológico e oportunidade de mercado  Elaboração do Plano de Investimento em Inovação – Estratégia Corporativa, Gestão de Inovação, Equipe e Tecnologias envolvidas  Financiamentos a partir de R$1M  Financia até 100% do projeto em até 14 anos  Juros: 3,5% a.a. Capital Inovador (foco na empresa) • Desenvolvimento de capacidade para empreender atividades inovativas (infra-estrutura) • Elaboração do Plano de Investimento em Inovação – Estratégia Corporativa, Gestão de Inovação, Equipe e Tecnologias envolvidas • Financiamentos de R$1M a R$200M • Financia até 100% do projeto em até 12 anos • Juros: TJLP + 0 a 3,57% (taxa de risco) 18
  19. 19. Diagnóstico Políticas Inovação Recursos Parcerias 5 Compartilhamento Organização Públicas Financiamento Público Gestor Inovação 4 Fomento Público Competências P&D 3 Incentivos Fiscais Clientes 2 Ideation ICT 1 Parcerias Inteligência Competitiva 0 Fornecedores Gestão de Projetos Concorrentes Painel Métricas Licenciamentos Processos Knowledge Management Spin-offs Propriedade Intelectual Venture Capital Novos produtos Aquisições Investimentos Negócios 19
  20. 20. Ações – Processos de Inovação Gestão de Propriedade Intelectual VP Tecn. Gestão de Políticas Públicas VP Tecn. Análise de mercado VP Mkt Processos de Gestão de Processos de Gestão de Idéias Pesquisa, Desenvolvimento VP Tecn. e Inovação Atividades de Prospecção VP Tecn. VP Tecn. Tecnológica Métricas de Inovação 20
  21. 21. Ações – Propriedade Intelectual Direito Propriedade Proteção de Topografia de Software Autoral Industrial Cultivares Circuitos Integrados Desenho Indicação Segredos Marcas Patentes Industrial Geográfica Industriais 21
  22. 22. Ações – Gestão de PI Identificação de • Avaliar melhor proteção a ser implementada: diversas possibilidades direitos de PI • Identificar os direitos de PI o quanto antes • Monitorar uso dos direitos Monitoramento • Identificação de novas tecnologias e movimento de competidores Exploração • Comercializar diretamente ou licenciar para terceiros • Lei do Bem concede benefícios fiscais vinculados às Incentivos fiscais despesas com pesquisa e desenvolvimento de inovações que venham a ser objetos de patentes concedidas 22
  23. 23. Diagnóstico Políticas Inovação Recursos Parcerias 5 Compartilhamento Organização Públicas Financiamento Público Gestor Inovação 4 Fomento Público Competências P&D 3 Incentivos Fiscais Clientes 2 Ideation ICT 1 Parcerias Inteligência Competitiva 0 Fornecedores Gestão de Projetos Concorrentes Painel Métricas Licenciamentos Processos Knowledge Management Spin-offs Propriedade Intelectual Venture Capital Novos produtos Aquisições Investimentos Negócios 23
  24. 24. Ações – Estrutura Organizacional • Portfólio 1 • Portfólio 2 P&D Tier 1 • Portfólio 3 • Programa 1 Área de • Programa 2 AC AC Tier 2 Conhecimento • Programa 3 • Projeto 1 Time Time Time • Projeto 2 Tier 3 • Projeto 3 Consultores Universidades e Empresas Parceiras Externos Laboratórios 24
  25. 25. Ações – Competências Treinamentos para gestão de Inovação 1. Habilidades 2. Conhecimentos 3. Valores Gestão de Competências 25
  26. 26. Diagnóstico Políticas Inovação Recursos Parcerias 5 Compartilhamento Organização Públicas Financiamento Público Gestor Inovação 4 Fomento Público Competências P&D 3 Incentivos Fiscais Clientes 2 Ideation ICT 1 Parcerias Inteligência Competitiva 0 Fornecedores Gestão de Projetos Concorrentes Painel Métricas Licenciamentos Processos Knowledge Management Spin-offs Propriedade Intelectual Venture Capital Novos produtos Aquisições Investimentos Negócios 26
  27. 27. Ações – ICTs 1. Traduzir estratégia de negócio para portfólio de P&D 2. Processos de mapeamento e identificação de ICTs 3. Processos de parceria e gestão de projetos Natura Campus 2009 acessos 6.500/mês II cooperação em pesquisa grupos 228 científica básica e pesquisa tecnológica ICTs 10 aprovação 20% Submissão da proposta de projeto I registro do grupo III vivência empresarial de pesquisa avaliação da proposta Aceite das condições de parceria e definição do plano de trabalho contratação IV prêmio Natura Campus
  28. 28. Ações – Fornecedores •Risk-sharing supplier-partners •Foco na inteligência do sistema 28
  29. 29. Ações – Clientes/Comunidades 29
  30. 30. Diagnóstico Políticas Inovação Recursos Parcerias 5 Compartilhamento Organização Públicas Financiamento Público Gestor Inovação 4 Fomento Público Competências P&D 3 Incentivos Fiscais Clientes 2 Ideation ICT 1 Parcerias Inteligência Competitiva 0 Fornecedores Gestão de Projetos Concorrentes Painel Métricas Licenciamentos Processos Knowledge Management Spin-offs Propriedade Intelectual Venture Capital Novos produtos Aquisições Investimentos Negócios 30
  31. 31. Ações – Corporate Venture • Estágios e modalidades de investimento: Fonte: Panorama da Indústria Brasileira de Private Equity e Venture Capital, 2008 31
  32. 32. Ações – Novos Produtos e Spin-offs Consumer Lifestyle Healthcare Lighting Fonte: How to implement Open Innovation – University of Cambridge – 2009 32
  33. 33. Lucas Aquino – lucas.aquino@allagi.com.br www.openinnovationseminar.com.br blog.allagi.com.br www.openinnovation.wiki.br www.ucs.br

×