Your SlideShare is downloading. ×
0
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Slide heurísticas de usabilidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Slide heurísticas de usabilidade

71

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
71
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Feedback • Diz respeito a manter sempre contato com o usuário sobre quais ações o sistema está desempenhando no momento. Imagine, por exemplo, que você entrou em uma página em que há uma introdução sendo carregada, mas não há nada no site mostrando qual a porcentagem atual do carregamento, e aí você fica sem saber se a ação está apenas no começo, se já foi finalizada ou se ocorreu algum bug estranho. Portanto, procure deixar claro o que está acontecendo para o usuário. 10 segundos é o limite para manter a atenção do usuário focalizada no diálogo.
  • 2. Falar de acordo com a linguagem do usuário • É recomendado que a linguagem utilizada seja sempre aquela que o usuário já está familiarizado, ou seja, de nada adianta usar termos técnicos que apenas pessoas da sua área conhecem se o seu público alvo são pessoas de um nicho completamente diferente. Portanto, a linguagem deve ser adequada ao modelo mental do usuário, ao que ele espera encontrar, e não o contrário.
  • 3. Liberdade de ações para o usuário • É necessário que seu usuário possa abortar qualquer tarefa sem precisar perder tempo ou se esforçar. Ele deve ser livre para retornar ao começo mediante situações inesperadas ou caso esteja perdido. Um exemplo disto é o botão de início do facebook.
  • 4. Consistência • Utilize sempre a mesma linguagem para determinar coisas iguais. As funções que possuem a mesma ação devem ser tratadas da mesma maneira, facilitando o reconhecimento do usuário. Não utilize, por exemplo, dois ícones diferentes para levar a um mesmo destino.
  • 5. Previna os erros • Estar um passo à frente do usuário é bem importante. Portanto, procure projetar um design com o mínimo de erros possível e, caso algum erro aconteça, ofereça um feedback que resolva o problema.

×