Administração Mercadológica I - Conceitos Parte I
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Administração Mercadológica I - Conceitos Parte I

on

  • 6,455 views

Fatos Marcantes para o marketing, conceitos e definições.

Fatos Marcantes para o marketing, conceitos e definições.

Statistics

Views

Total Views
6,455
Views on SlideShare
6,455
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
82
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Administração Mercadológica I - Conceitos Parte I Presentation Transcript

  • 1. Fatos Marcantes para o Marketing Prof. Adm. Alexandre Siqueira Adm. Mercadológica I Agosto / 2011
  • 2. 1942 – Colombo chegou à América;1519 – 1ª. Viagem de circunavegação;1543 – Os portugueses chegam ao Japão;1820 – descoberta da Antártida1941 – Anuncio participação EUA na 2ª. Guerra;1945 – efeito baby boomer (elevado número de crianças nascidas)
  • 3. Economia Globalizada• Redução das distâncias geográficas e culturais;Globalização de produtos e de mercados• Estimula competitividade de empresas que atuam internacionalmente; Coca x PepsiGlobalização Cultural• Influencia do consumidor, planetarização dos costumes, da música, das artes, da mídia, cinema, televisão e mídia impressa.Propaganda Global• Produtos globais precisam atingir consumidores regionsais com linguagem universal.
  • 4. Diferenças de Renda• Empobrecimento da população;• Entrada da mulher no mercado de trabalho;• Redução do quadro de funcionários nas empresas;• Diferença de renda entre países ricos e pobres: Solução para redução desta diferença: Countertrade e Mais por menos.Imperativo ambiental e Marketing Responsável• Preocupação com a responsabilidade social – Melhora os efeitos positivos com a sociedade reduzindo os efeitos negativos;
  • 5. Avanços Tecnológicos• E-comerce, vídeo conferencia, internet, forno micro-ondas;• A tecnologia pode ser uma fonte inesgotável de fluxo de oportunidade.• A tecnologia amplia o alcance da mídia Mídia Impressa: Revistas e Jornais Televisão: Superhighway, chamadas infovias, posibilitando interação com a programação.Outros assuntos• Vida moderna, supply chain, famílias menores, database personalizado.
  • 6. O que é Marketing?
  • 7. Proporcionar um padrão de vida superior;Promove a venda de produtos e serviços; Arte de vender produtos;
  • 8. Definição de Marketing É um processo que fornece a direção necessária para a produção e ajuda a assegurar que bens e serviços adequados serão fornecidos e encontrarão seu caminho até os consumidores. Mc Carthy, E.J., Perreault Jr.W.D., Marketing Essencial: uma abordagem gerencial e global, Atlas, 1997.
  • 9. Definição de Marketing É o processo social e gerencial pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e desejam através da criação, oferta e troca de produtos de valor com outros. Kloter, P., Administração de Marketing, Printice Hall, 10ª. Edição.
  • 10. Sistema simples de marketing Comunicação Bens e serviços Setor Mercado (um conjunto de (um conjunto de vendedores) compradores) Dinheiro Informação Kloter, P., Administração de Marketing, Printice Hall, 10ª. Edição.
  • 11. O que é Administração de Marketing? É o processo de planejar e executar a concepção, a determinação do preço, a promoção e a distribuição de idéias, bens e serviços para criar trocas que satisfaçam metas individuais e organizacionais.
  • 12. Temos:Marketing Estratégico Marketing Operacional Planeja o que será Executa o que tem de realizado ser realizado Marketing de varejo Marketing industrial Marketing B 2 C Marketing B 2 B
  • 13. Evolução do pensamento em marketing Ganha maior importância a partir da revolução industrial, quando uma produção massificada passa a colocar no mercado seus excedentes de produção.
  • 14. Evolução do pensamento em marketing Anos 50 – Era do marketing de massa • Pós guerra; • Planos emergenciais socorro Europa e Japão • Rápido crescimento econômico; • Injeção de verbas na economia pelo governo EUA
  • 15. Evolução do pensamento em marketing Anos 60 – Era do marketing de produto • Marketing ganha força como disciplina de adm. empresas; • Preocupação com demanda de bens e serviços; • Pensamento de marketing é processado sob a ótica da gestão do produto; • O produto é o maior patrimônio da empresa da época.
  • 16. Evolução do pensamento em marketing Anos 70 – Era da segmentação de mercado • Proliferam as técnicas de segmentação de mercado, foco é atingir grupo de consumidores mais homogêneos; • Grupo pequenos de consumidores.
  • 17. Evolução do pensamento em marketing Anos 80 – Era do marketing de nicho • Todo esforço passa a se dirigir a descoberta de nichos de mercado; • As necessidades são vasculhadas em buscando descobrir oportunidades de consumo para novos produtos ou serviços; • Transição da era industrial para a era da informação, mudanças sociais, políticas e econômicas.
  • 18. Evolução do pensamento em marketing Anos 90 – Era do cliente • Foco no consumidor; • Exigência de tratamento de 1ª. Classe e que seus direitos, necessidades e desejos sejam respeitados, atendidos e satisfeitos; • Demanda por produtos ou serviços com mais qualidade e valor extra.
  • 19. Conceitos de Marketing
  • 20. Escopo do Marketing Micromarketing e Macromarketing Micromarketing: é o desempenho das atividades destinandas a realizar os objetivos de uma organização, partindo das necessidades do consumidor ou cliente e dirigindo-lhes um fluxo de bens e serviços a partir de um fabricante. Macromarketing: é um processo social que dirige o fluxo ecônomico de bens e serviços dos produtores aos consumidores de maneira que iguale eficazmente a oferta e a demanda e realize os objetivos da sociedade.
  • 21. Escopo do Marketing Bens: bens tangíveis ou produtos constituem a maior parte do esforço de produção e marketing da maioria dos países; Serviços: à medida que as economias evoluem, uma proporção cada vez maior de suas atividades se concentra na produção de serviços; Experiências: orquestrando diversos serviços e mercadorias podemos criar, apresentar e comercializar experiências; Eventos: empresas de marketing promovem eventos em determinados períodos como nas olimpíadas, há toda uma categoria de profissionais encarregados de planejar, elaborar os eventos.
  • 22. Escopo do Marketing Pessoas: o marketing de celebridades tornou-se um importante negócio; Lugares: competem ativamente para atrair turistas, fabricas, sedes de empresas e novos moradores; Títulos Patrimoniais: títulos patrimoniais são direitos intangíveis de propriedade, e vendidos, e isso leva a um esforço de marketing; Organizações: as organizações trabalham sistematicamente para construir uma imagem sólido e positiva na mente de seu público; Informações: informações podem ser produzidas e comercializadas como um produto; Idéias: toda oferta de marketing traz em sua essência uma idéia básica, Ex.: O comprador de uma furadeira esta na verdade comprando um furo.
  • 23. Estágios de Marketing • Marketing Empreendedor Indivíduos percebem a oportunidade e saem batendo de porta em porta a fim de chamar a atenção de seu produto; • Marketing Profissionalizado: Quando as empresas adotam procedimentos de marketing mais profissionais; • Marketing Burocrático: Realizado através de um grande número de informações, relatórios e gráficos perdendo o caráter que campo no marketing. É preciso ir a campo para visualizar novos meios de agregar valor à vida dos clientes.
  • 24. Necessidades, desejos e demandas • Necessidades: Exigências humanas básicas (alimento, roupa, abrigo, segurança, posse e auto-estima); • Desejos: Carências por necessidades específicas, moldadas pela sociedade em que vive; • Demandas: Desejos por produtos específicos, apoiados por possibilidade de pagar. Desejos apoiados pelo poder de compra. Devem ser medidas não só a quantidade de pessoas que desejam seu produto, mas quantas estão dispostas e aptas a adquiri-los
  • 25. Os profissionais de marketing não criam necessidades, elas já existem antes, eles despertam e influenciam os desejos.
  • 26. Produtos (bens, serviços e idéias) ou ofertas É qualquer oferta que possa satisfazer a uma necessidade ou a um desejo. Uma marca é uma oferta de fonte conhecida. MacDonald´s: Encerra muitas associações na mente das pessoas: Hanbúrgueres, diversão, crianças, fast-food, arcos amarelos, Associações que formam uma imagem de marca. A importância do produto físico não está em possuí-los, mas na obtenção dos serviços que proporcionam. O trabalho das empresas é vender os benefícios ou serviços embutidos nos produtos físicos, em vez de apenas descrever suas características físicas.
  • 27. Valor, custo e satisfação O produto ou oferta alcançará êxito se proporcionar valor e satisfação ao comprador alvo. A escolha se dá entre diferentes ofertas com base naquilo que parece lhe proporcionar o maior valor. • Valor: Razão entre o que o cliente recebe e o que ele dá; • Benefícios: Práticos e Emocionais; • Custos: Monetários , tempo, energia, psicológicos;
  • 28. Valor, custo e satisfação Valor é a satisfação das exigências do consumidor ao menor custo possível de aquisição, propriedade e uso. Benefícios Benefícios Funcionais + Emocionais Valor = ---------------- = --------------------------------------------------------------------- Custos Custos monetários + Tempo + Energia + Psicológicos
  • 29. Estratégias – Aumento de valor Estratégias para aumento do valor da oferta ao cliente: • Aumento de benefício; • Redução de custos; • Aumento de benefícios e redução de custos; • Aumento de benefícios em proporção maior que o aumento de custos; • Redução dos benefícios em proporção menor que a redução de custos. Satisfação = realização de necessidades + realização de desejos explícitos + realização de desejos ocultos.
  • 30. Avaliação da satisfação A satisfação dos consumidores são avaliadas com base em: • Desempenho de vendas: Se um produto tem bom desempenho de vendas, isso significa que ele é provavelmente bem-aceito; • Expectativas realizadas: se as expectativas dos clientes foram realizadas, é provável que ele esteja satisfeito; • Desconfirmação: Significa que as expectativas não foram confirmadas; • Equidade: O esperado pelo consumidor coincide com o desempenho do produto; • Atribuição: Os atributos que o consumidor considera importantes no desempenho do produto ou serviço; • Emoções: As emoções proporcionadas pela posse ou uso do produto devem coincidir com as emoções esperadas pelo consumidor.
  • 31. Troca e Transações As pessoas obtêm os produtos das seguintes formas: 1 – Autoprodução: Não há mercado, nem marketing; 2 – Coerção: Tira a força, nenhum benefícios é oferecido; 3 – Mendicância: Não tem nada tangível para oferecer exceto gratidão; 4 – Troca: Ato de obter um produto desejado de alguém oferecendo algo em comtrapartida.
  • 32. Troca e Transações Para que exista a troca: 1 – Há pelo menos duas partes envolvidas; 2 – Cada parte tem algo que pode ser de valor para a outra; 3 – Cada parte tem capacidade de comunicação e entrega; 4 – Cada parte é livre para aceitar ou rejeitar a oferta; 5 – Cada parte acredita estar em condições de lidar com a outra.
  • 33. Relacionamento e Redes Marketing de Relacionamento: Tem como objetivo estabelecer relacionamentos mutuamente satisfatórios de longo prazo com partes-chave – consumidores, fornecedores e distribuidores – a fim de ganhar e reter sua preferência e negócios a longo prazo. Estabelece sólidas ligações econômicas técnicas e sociais entre as partes.
  • 34. Relacionamento e Redes Rede de Marketing: Consiste na empresa e todos aqueles que a apóiam (clientes, funcionários, fornecedores, distribuidores, revendedores, agências de propaganda e acadêmicos, entre outros), com quem ela construiu relacionamentos profissionais mutuamente compensadores.
  • 35. Canais de Marketing Canais de comunicação: Para enviar e receber mensagens de compradores alvo; -Jornais, revistas, rádio, televisão, correio, telefone, outdoors, pôsteres, folhetos, cd-rom, internet. Atualmente e-mail, e 0800 -Contrabalanceando os canais mais tradicionais e de via única ( Anúncios publicitários).
  • 36. Canais de Marketing Canais de distribuição: Para demonstrar ou entregar produtos ou serviços tangiveis ao comprador ou usuário. Há canais de distribuição física e canais de distribuição de serviços (Armazéns, veículos, distribuidores, atacadista e revendedores). Canais de venda: Para realizar transações com compradores potenciais.
  • 37. Cadeia de suprimentos ou Supply Chain É um canal mais longo, estende-se da matéria prima aos componentes dos produtos finais. Representa um sistema de entrega de valor onde cada empresa captura apenas uma determinada porcentagem do valor total gerado pela cadeia.
  • 38. Concorrência Inclui-se na concorrência todas as ofertas e substitutos rivais reais e potenciais que um comprador possa considerar. Concorrência de Marcas: Uma empresa vê suas concorrentes como outras empresas que oferecem produtos e serviços semelhantes aos mesmos clientes por preços similares. Ex.: Industria automobilística: veículos populares
  • 39. Concorrência Concorrência Setorial: Uma empresa vê todas as empresas que fabricam o mesmo tipo de produto ou classe de produtos como suas concorrentes. Ex.: Industria automobilística: Fabricantes de automóveis
  • 40. Concorrência Concorrência de Forma: Uma empresa vê todas as empresas fabricantes de produtos que oferecem o mesmo serviço como suas concorrentes. Ex.: Industria veicular: Automóveis, caminhões, motocicletas e bicicletas.
  • 41. Concorrência Concorrência Genérica: Uma empresa vê como sua concorrente todas as empresas que competem pelo dinheiro dos mesmos consumidores. Ex.: Qualquer empresa que vende bens duráveis, viagens, imóveis, etc.
  • 42. Praticantes de Marketing e Consumidores Potenciais Consumidores Potenciais: É alguém que o praticante de marketing identifica como potencialmente disposto e habilitado a se engajar em uma troca de valores; Praticante de Marketing: É alguém que procura um ou mais consumidores potenciais que podem ser engajados em uma troca de valores. Ex.: Vendedor e Comprador Marketing Reciprocidade: Quando as duas partes buscam ativamente uma troca.