Introdução a Catequese

5,296 views
5,108 views

Published on

Análise do movimento pós Conciliar Vaticano II e suas implicações na atuação da Catequese

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,296
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
16
Actions
Shares
0
Downloads
121
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introdução a Catequese

  1. 1. Santa Bárbara do Oeste CURSO DE FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS - 2009
  2. 2. OREMOS <ul><li>Vem Espírito Santo vem, vem iluminar... </li></ul><ul><li>O nosso encontro, vem: Iluminar! </li></ul><ul><li>A nossa vida, vem: Iluminar! </li></ul><ul><li>Nossa Igreja, vem: Iluminar! </li></ul><ul><li>Nossa família, vem: Iluminar! </li></ul><ul><li>Os nossos trabalhos, vem: Iluminar! </li></ul><ul><li>Nossa ação, vem: Iluminar! </li></ul>
  3. 3. Diretório Nacional de Catequese Linha de ação aos Catequistas e as Catequistas. DCN – 84 – CNBB
  4. 4. DOIS A DOIS Construindo <ul><li>O que eu sei ou já ouvi sobre a Igreja Primitiva? </li></ul><ul><li>Igreja na Idade Média? </li></ul><ul><li>Igreja antes de 1965? </li></ul><ul><li>Igreja HOJE? </li></ul>
  5. 5. Bate-papo <ul><li>Conversa entre três pessoas. </li></ul><ul><ul><ul><li>Como foi minha catequese? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Minha atuação? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Hoje, o que é catequese? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>10 min. </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Pensando os conceitos <ul><li>Identidade: </li></ul><ul><li>A palavra identidade está diretamente relacionada ao conjunto e ao que é essencial de um todo. </li></ul><ul><li>Quando se pergunta qual é a identidade se entende o que é próprio daquele campo ou pessoa. </li></ul>
  7. 7. Catequese em busca de sua identidade <ul><li>Essência: Natureza, de onde vem e qual seu sentido? </li></ul><ul><li>Resgate das origens. </li></ul><ul><li>Luzes e Sombras ao longo dos Séculos </li></ul><ul><li>E a virada Fundamental do Vaticano II </li></ul>
  8. 8. PRINCíPIOS <ul><li>O termo  </li></ul><ul><li>Katechein: ressoar </li></ul><ul><li>Relatos </li></ul><ul><li>At 21, 21-24 </li></ul><ul><li>Lc 1,4 </li></ul><ul><li>Mistérios da Fé </li></ul><ul><li>At 18,25; Rm 2,18; Gl 6,6. </li></ul>
  9. 9. Na Igreja Primitiva <ul><li>Catequese é entendida pela Pregação Cristã. </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Fé e conversão </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>Anúncio </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Instrução para orientar </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  10. 10. Igreja nos tempos <ul><li>Século II: Instrução aos candidatos ao Batismo. </li></ul><ul><li>Pregação Catecumenal. </li></ul><ul><li>Catecismo da Cristandade, não se trata de livros mas método. </li></ul><ul><li>Ensino da Doutrina </li></ul><ul><li>Catequese Metodologias e Querigmáticas </li></ul>
  11. 11. OBJETIVOS E FINALIDADE DO DNC <ul><li>OBJETIVO GERAL </li></ul><ul><li>Natureza e Finalidade da CATEQUESE </li></ul><ul><li>FINALIDADE </li></ul><ul><li>Bíblia-Teologia-Liturgia= nova Mentalidade </li></ul>
  12. 12. CAP. 01 Uso do Diretório N. de Catequese <ul><li>Não são normas imperativas. </li></ul><ul><li>Estimular as comunidades. </li></ul>Articular a ação catequética com outras pastorais. <ul><li>Coordenar as iniciativas. </li></ul><ul><li>Orientar o planejamento da ação Catequética. </li></ul><ul><li>Estabelece princípios de ação bíblico-litúrgico-pastorais. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>A primeira parte  fundamentação teológico-pastoral; </li></ul><ul><li>A segunda  caráter mais funcional, orientada diretamente à ação. </li></ul>
  14. 14. Movimento Catequetico pós-Conciliar: luzes <ul><li>TEOLOGIA: à Luz de Gaudium et spes; Lumen gentium e Dei Verbum a teologia do Vaticano II aponta para uma </li></ul><ul><li>ECLESIOLOGIA: jeito de ser e viver a Igreja. </li></ul>
  15. 15. Pensando a prática dos Conceitos <ul><li>COMUNHÃO: KOINONIA= dimensão de At 2,42. </li></ul><ul><li>PARTICIPAÇÃO: prática do envio de Jesus feito aos discípulos. Mc 16. </li></ul><ul><li>POVO DE DEUS: pensar a comunidade de pentecostes, Matriarcas e Patriarcas. </li></ul><ul><li>SERVIÇO: Samaritano e Lava-pés. </li></ul>
  16. 16. Teologia do BATISMO <ul><li>Marca da entrada nesse povo de Deus. </li></ul><ul><li>LEMBRAR DO MÚNUS ( encargo;comprometimento) </li></ul><ul><li>REAL; SACERDOTAL E PROFÉTICO; </li></ul><ul><li>TRÊS ATITUDES : </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Organizar a Prática. (Ex.3) </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Celebrar os mistérios (Lc.24, 13-35) </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Anuncio da BOA NOVA (I Jo) </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  17. 17. A partir da perspectiva conciliar <ul><li>CT(pp.João Paulo II): aponta para dimensão de uma catequese: “[...] educação da fé...orgânica, sistemática ... deve iniciar na vida cristã[...] </li></ul><ul><li>CR(doc.26 CNBB): experiência utilizada por mais conferências. “[...] catequese como processo de educação comunitária, permanente, progressiva, ordenada, orgânica, sistemática da fé...para o amadurecimento.” </li></ul>
  18. 18. FECUNDAR A CATEQUESE <ul><li>DEBULHAR O TRIGO, RECOLHER CADA BAGO DO TRIGO, FORJAR NO TRIGO O MILAGRE DO PÃO, E SE FARTAR DE PÃO </li></ul><ul><li>DECEPAR A CANA, RECOLHER A GARAPA DA CANA. ROUBAR DA CANA A DOÇURA DO MEL, SE LAMBUSAR DE MEL. </li></ul><ul><li>AFAGAR A TERRA, CONHECER OS DESEJOS DA TERRA, CIO DA TERRA, PROPICIA ESTAÇÃO DE FECUNDAR O CHÃO. </li></ul>
  19. 19. O QUE É CATEQUESE RENOVADA? CAP. 01 Iniciação à vida de fé.Trazer a catequese para o mundo de experiências dos catequizandos. Item 13
  20. 20. <ul><li>Vida de fé em comunidade: vivenciar os valores comunitários. </li></ul><ul><li>Processo continuo de vivencia da fé. </li></ul><ul><li>Teoria ligada a prática; Uso da consciência. </li></ul>Cap.01
  21. 21. Primeiro capítulo: MOVIMENTO CATEQUÉTICO PÓS-CONCILIAR: CONQUISTAS E DESAFIOS, faz a ponte com o documento Catequese Renovada: orientações e conteúdo (CNBB, Doc. 26) Relembra os itens principais do Doc. Catequese Renovada : 1) a Bíblia como texto por excelência da catequese; 2) o cristocentrismo trinitário na educação da fé;
  22. 22. 4) o princípio de interação fé e vida: a fé ilumina a vida, e a vida ajuda a expressar a fé ; 3) a coerência com a pedagogia divina : inculturação, opção pelos pobres, respeito à caminhada, paciência pelo crescimento de cada um ;
  23. 23. 7) o ministério catequético como fonte de espiritualidade para o catequista; e 8) a integração da catequese com as outras pastorais . 5) caminhada da comunidade de fé como ambiente e conteúdo da educação na fé; 6) os temas doutrinais mais importantes vistos a partir de nossa realidade;
  24. 24. QUAIS desafios antigos, no ATUAL CONJUNTO DA CATEQUESE?

×