Aula 7º (cap.3)

924 views
750 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
924
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 7º (cap.3)

  1. 1. FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO(CAP. 3)Prof. Alexandre Alves
  2. 2. MISCIGENAÇÃO• Miscigenação é o cruzamento de raças humanas diferentes. Desse processo, tambémchamado mestiçagem ou caldeamento, pode-se dizer que caracteriza a evolução dohomem. Mestiço é o indivíduo nascido de pais de raças diferentes, ou seja, apresentamconstituições genéticas diferentes. Na história do Brasil, a ocorrência da mestiçagem ébastante pronunciada. Esse fato gerou uma identidade nacional singular e um povomarcadamente mestiço na aparência e na cultura.
  3. 3. MOVIMENTOS MIGRATÓRIOSMigração ou movimento migratório é o deslocamento da população de um lugar para outro.Os deslocamentos populacionais podem ser definitivos ou temporários. Diversos motivos levamas pessoas a migrar: guerras, condições econômicas desfavoráveis, adversidades naturaiscomo climas extremamente frios ou quentes, atividades vulcânica intensa, entre outros. Osmovimentos migratórios podem ser externos ou internos.EMIGRAÇÃO: é a saída do país para ir morar em outro (o prefixo "e" indica saída).IMIGRAÇÃO: é a entrada em outro país para morar (o prefixo "i", indica entrada).
  4. 4. MOVIMENTOS INTER E INTRARREGIONAIS• Inter quer dizer entre regiões e Intrarregionais quer dizer dentroda região. Imigração Internacional entre nações eIntranacional dentro da nação o que pode se equivaler aInter regional.
  5. 5. MOVIMENTO PENDULARA migração pendular, ou diária, corresponde a um fenômeno urbano, visto especialmente nasgrandes cidades. Esse processo significa simples fluxos populacionais que não configurampropriamente como migração, isso por que não se trata de uma transferência definitiva e sim,momentânea. Existem vários casos que se enquadram como migração pendular, dentre muitosestá o fluxo de boias-frias que residem geralmente na cidade e se deslocam até o campo ondedesenvolvem suas atividades, pessoas que moram em uma determinada cidade e trabalhamem outra, além de viagens de final de semana, feriados e férias. Decorrente da migraçãopendular, ocorre nos grandes centros urbanos a hora de rush, que são determinados horários dodia no quais os trabalhadores se aglomeram no trajeto tanto para chegar ao trabalho como noregresso pra casa.
  6. 6. ÊXODO RURAL• Êxodo rural é o termo pelo qualse designa o abandono docampo por seus habitantes, que,em busca de melhorescondições de vida, se transferemde regiões consideradas demenos condições desustentabilidade a outras,podendo ocorrer de áreas ruraispara centros urbanos. Estefenômeno se deu em grandesproporções no Brasil nos séculosXIX e XX e foi sempreacompanhado pela miséria demilhões de retirantes e sua morteaos milhares, de fome, de sede ede doenças ligadas àsubnutrição.
  7. 7. FLUXOS MIGRATÓRIOS• A região Nordeste foi a que mais dispersou população ao longo da história, em busca de empregoe uma “vida melhor” e a região Sudeste foi a que mais recebeu pessoas, e por consequênciaocorreu o aumento do desemprego, do subemprego, das ocupações irregulares (favelização), doaumento da violência entre outros, principalmente no eixo Rio-São Paulo.
  8. 8. HISTÓRICO DAS IMIGRAÇÕESComparando com outros movimentos migratórios dentro do continente americano, o Brasil recebeumenos imigrantes, primeiro por causa das doenças tropicais como febre amarela e malária, já que oBrasil está dentro da zona intertropical e o outro fator foi o longo período de escravidão que durouaté 1888 e dificultava a chegada de trabalhadores assalariados somando-se a falta de apoio einfraestrutura na recepção dos imigrantes. Os movimentos migratórios para o Brasil pode ser divididoem quatro períodos.a) Primeiro período: de 1500 até 1808 – A imigração se deu predominantemente por portugueses,entretanto espanhóis, holandeses, franceses, ingleses e africanos, participaram deste período. Osafricanos vieram como escravos, sendo assim, foi uma migração forçada.
  9. 9. b) Segundo período: (1808 até 1888) – Com a chegada da família real portuguesa abriram-se os portospara outros países facilitando a entrada de imigrantes europeus. No início a imigração foi de forma lenta,pois no Brasil ainda existia escravidão concentrando maior parte do trabalho e inibindo a entrada denovos imigrantes. Com a Lei Eusébio de Queiroz, de 4 de setembro de 1850, foi proibida a entrada deescravos no Brasil e com isso o governo brasileiro incentivou a imigração para substituir o trabalho escravonas lavouras de café, neste período a Europa estava em crise política e econômica, favorecendo avinda de mais imigrantes para o Brasil.c) Terceiro período: (1888 até 1930) –Período de maior entrada de imigrantes.Entre 1850 e 1871 os alemães formarampequenas colônias em Santa Catarina eRio Grande do Sul.Entre 1872 e 1886, chegaram os eslavos eos italianos no sul do país.Entre 1887 e 1914, em uma segunda leva,chegaram os italianos, só que agora paraSão Paulo.Entre 1920 e 1934, foram os japoneses queingressaram no país. As famílias japonesasse instalaram na região Norte e mais tardenas regiões Sul e Sudeste.
  10. 10. d) Quarto período: (1930 até a atualidade) Queda no fluxo migratório. Depois da Segunda Guerramundial, europeus, asiáticos, árabes e sul-americanos chegaram em busca de oportunidades. Comuma forte crise política e econômica na década de 1980, o Brasil passou por um deslocamento dasua população para outros países buscando melhores oportunidades e condições de vida.Na Europa: Para Portugal, pela facilidade do idioma, para Itália, muitos descendentes têmconseguido provar suas origens e conquistado a dupla cidadania, outros tem ido para países como aInglaterra, que depois que o visto vence eles ficam trabalhando como imigrantes clandestinos.Nos Estados Unidos: Muitos brasileiros tem se arriscado a permanecer no EUA, mesmo que seja nailegalidade, entram como turistas e não voltam mais para casa, procurando trabalhar como pedreiro,babá, limpeza entre outros. Ainda existem aqueles que tentam entrar pelo deserto do México, levadospor pessoas que são chamadas de “coiotes” que cobram fortunas para isso e acabam em algunscasos morrendo na travessia ou por meios de passaportes e vistos falsos, que quando interceptadospelos policiais norte-americanos são deportados(expulsos) do EUA.No Japão: Muitos descendentes japoneses nas décadas de 1980 e 1990, partiram para buscarmelhores salários em um país desenvolvido.Na América do Sul: Em todos os países, principalmente na região Norte, os garimpos de ouro ediamantes são os grandes atrativos e na região Centro-Oeste a atração e pela agricultura, comoacontece com os “brasiguaios”, brasileiros que vivem no Paraguai e são responsáveis por maior parteda produção agrícola daquele país.

×