Capítulo II Sermão de Santo António aos Peixes Padre António Vieira

1,300 views
1,083 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,300
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Capítulo II Sermão de Santo António aos Peixes Padre António Vieira

  1. 1. Padre António Vieira
  2. 2. Capítulo II Assunto desenvolvido a partir do conceito predicável Pregador Ideal: Santo António (louva o bem para o conservar e repreende o mal para (2.º parágrafo) o afastar) Auditório Ideal: peixes (ouvem e não falam) (1.º parágrafo)
  3. 3. Capítulo II – 2.º parágrafo Planificar o assunto Estrutura bipartida do sermão Louvores Gerais Particulares Repreensões Gerais Particulares
  4. 4. Louvores aos peixes destacados pelo orador • os peixes foram as primeiras criaturas criadas por Deus; • na atribuição aos homens do domínio dos diferentes reinos, o dos peixes foi o primeiro a ser nomeado. • os peixes são em maior número e melhores que os restantes animais. (3.ºparágrafo)
  5. 5. Há que louvar nos peixes atenção obediência quietação ordem Ao exaltar as virtudes dos peixes, o orador confronta duas diferentes atitudes perante a palavra de Deus: PEIXES HOMENS Ouviram a palavra de Deus que Santo António pregava. Perseguiram Santo António porque este os repreendia. Comportamento Racional Comportamento Irracional
  6. 6. Há que louvar nos peixes respeito devoção “ Ia Jonas, pregador do mesmo Deus, embarcado em um navio, quando se levantou aquela grande tempestade; e como o trataram os homens, como o trataram os peixes?" PEIXES “(…) ajudam a salvação dos homens” O peixe recolheu nas entranhas Jonas para o levar vivo à terra HOMENS “(…) lançam ao mar os ministros da salvação.” Tiveram entranhas para deitar Jonas ao mar.
  7. 7. doméstico sujeito serviçal amigo ou lisonjeiro se amansam PEIXES Meditação que permite proximidade com Deus nos fala nos canta nos ajuda e reconhecem a mão nos recreia de quem recebem o sustento Paz de espírito conseguida porque se afastam do mundo dos homens.
  8. 8. Capítulo II – notas finais  Padre António Vieira destaca pela negativa os homens ao elogiar os peixes.  Vieira critica de forma implícita a forma como os portugueses maltratavam os indígenas brasileiros.

×