Your SlideShare is downloading. ×
Sistema imune
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Sistema imune

6,368
views

Published on


0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
6,368
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
241
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SISTEMA IMUNOLÓGICO
  • 2. SISTEMA IMUNE
    • A função fisiológica do sistema imune é a defesa contra os microorganismos infecciosos.
    • No entanto, exerce também outras funções:
    •  “ limpeza” do organismo  retirada de células mortas e renovar as células infectadas;
    •  rejeição de enxertos (transplantes - reações);
    •  memória imunológica;
    •  destruição de células alteradas (célula NK – natural killer), que surgem como resultado de mitoses anormais  se não forem destruídas, podem dar origem a tumores.
    •  não reação ao próprio.
  • 3. SISTEMA IMUNE
    • Imunidade : reação a substâncias estranhas, incluindo microorganismos, bem como macromoléculas (proteínas e polissacarídeos), independentemente das conseqüências fisiológicas dessa reação. Ex: Choque Anafilático.
  • 4. Linhas de Combate do Sistema Imune RESPOSTA INESPECÍFICA (IMUNIDADE NATURAL - INATA) RESPOSTA ESPECÍFICA (IMUNIDADE ADQUIRIDA) Primeira linha de combate Segunda linha de combate Terceira linha de combate Barreiras Naturais Inflamação 1- Anticorpos - Linfócitos 2- Resposta imune celular 3 - Histamina/Heparina – Processo Alérgico e hemorragia graves – Mastócitos – choque anafilático. 1- Pele e mucosas 2- Secreções 3- Flora natural 4- Peristaltismo 1- Células fagocitárias; Células NK (citotóxicas) 2- Substâncias antimicrobianas 3- Febrícula/dores/dilatação dos vaso sanguíneos 4 – Histamina/Heparina – Basófilos - Processo alérgico/hemorragia.
  • 5. Imunidade inata
    • 2- Inflamação
  • 6. Imunidade Adquirida
    • Mecanismos mais evoluídos  estimulados pela exposição aos agentes infecciosos  aumentam a capacidade defensiva a cada exposição sucessiva a um microorganismo em particular.
    • Componentes: linfócitos e seus produtos (anticorpos).
    • Antígenos: substâncias estranhas que induzem respostas específicas e são alvo dessas respostas.
  • 7. Imunidade Inata e Adquirida
  • 8. Imunidade Inata e Adquirida
    • A resposta imune adquirida utiliza muitos mecanismos efetores da imunidade inata para eliminar os microorganismos.
    • As respostas da imunidade adquirida facilitam e melhoram a imunidade natural.
  • 9. Componentes da Imunidade Inata e da Adquirida INATA ADQUIRIDA Barreiras físicas e químicas Pele, epitélio das mucosas, substâncias químicas antimicrobianas Linfócitos nos epitélios, anticorpos secretados nas superfícies epiteliais Proteínas sangüíneas Complemento Anticorpos (Imunoglobulinas) Células Fagócitos (macrófagos, neutrófilos), células NK Linfócitos
  • 10. Tipos de Respostas Imunes Adquiridas
  • 11. Tipos de Respostas Imunes Adquiridas
  • 12. Componentes Celulares do Sistema Imune Adquirido
  • 13.  
  • 14. Classes de Anticorpos
  • 15. IMUNIDADE
    • VIRULÊNCIA – POTENCIAL DE AÇÃO DO PATÓGENO.
    • RESISTÊNCIA – CAPACIDADE DE RESISTÊNCIA DO HOSPEDEIRO
    IMUNIDADE ATIVA PASSIVA NATURAL = PRÓPRIA DOENÇA ARTIFICIAL= VACINA ( Antígeno atenuado -longa duração) NATURAL = ALEITAMENTO ARTIFICIAL= SOROTERAPIA. ( Anticorpos – curta duração)
  • 16. Imunidade Ativa e Passiva
    • Imunidade ativa : conferida pela resposta do hospedeiro a um antígeno. VACINA
    • Imunidade passiva : conferida pela transferência adotiva de anticorpos ou linfócitos T específicos para determinado antígeno. SORO
  • 17. CICLO DO HIV NO LINFÓCITO T