Embriologia 2ºm

1,005 views
850 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,005
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Embriologia 2ºm

  1. 1. Animais Sônia Lopes
  2. 2. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Multicelularidade Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula
  3. 3. Desenvolvimento embrionário Ovo Mórula Blástula Blástula (em corte) Divisões celulares Divisões celulares Cavidade (blastocele)
  4. 4. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Multicelularidade Porifera Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) Corpo com sistema aqüífero, sem tecido verdadeiro
  5. 5. Desenvolvimento embrionário Ovo Mórula Blástula Blástula (em corte) Gastrulação Gástrula (em corte) Divisões celulares Divisões celulares Cavidade (blastocele) Blastóporo Endoderma Ectoderma Intestino primitivo (arquêntero) Blastocele Folhetos germinativos
  6. 6. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Porifera Diblásticos Multicelularidade Cnidaria Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) Triblásticos e simetria primária bilateral (Bilateria) Corpo com sistema aqüífero, sem tecido verdadeiro
  7. 7. Simetria Lagosta (artrópode) Hidra (cnidário) Dorsal Ventral Lado direito Lado esquerdo Anterior Posterior Simetria radial Simetria bilateral Aboral Oral
  8. 8. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Porifera Cnidaria Protostômios Acelomados Diblástico Multicelularidade Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) Triblásticos e simetria primaria bilateral (Bilateria) Corpo com sistema aqüífero, sem tecido verdadeiro
  9. 9. Organização interna Platelminto Acelomado Tubo digestório Tecido que reveste o tubo digestório Epiderme Parênquima e musculatura
  10. 10. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Porifera Cnidaria Cavidade no corpo Pseudocelomados Protostômios Acelomados Diblástico Multicelularidade Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) Platyhelminthes Triblásticos e simetria primaria bilateral (Bilateria) Corpo com sistema aqüífero, sem tecido verdadeiro
  11. 11. Nematódeo Pseudocelomado Platelminto Acelomado Organização interna Tubo digestório Epiderme Tecido que reveste o tubo digestório Tecido que reveste o tubo digestório Tubo digestório Epiderme Musculatura Pseudoceloma Parênquima e musculatura
  12. 12. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Porifera Cnidaria Platyhelminthes Cavidade no corpo Pseudocelomados Protostômios Acelomados Diblástico Multicelularidade Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) Nematoda Deuterostômios Triblásticos e simetria primaria bilateral (Bilateria) Corpo com sistema aqüífero, sem tecido verdadeiro Enterocelomados Esquizocelomados
  13. 13. Platelminto Acelomado Pseudocelomado Nematódeo Anelídeo Celomado Organização interna Tubo digestório Epiderme Tecido que reveste o tubo digestório Tecido que reveste o tubo digestório Tubo digestório Parênquima e musculatura Epiderme Musculatura Pseudoceloma Mesentério Tecidos derivados do mesoderma Tecido derivado do endoderma Tubo digestório Celoma Tecido derivado do ectoderma
  14. 14. Hipóteses filogenéticas Protista ancestral flagelado Porifera Cnidaria Platyhelminthes Cavidade no corpo Pseudocelomados Nematoda Esquizocelomados Metameria Protostômios Acelomados Diblástico Exoesqueleto quitinoso Simetria secundária pentarradial Multicelularidade Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) Deuterostômios Enterocelomados Mollusca Annelida Notocorda Metameria Triblásticos e simetria primaria bilateral (Bilateria) Arthropoda Echinodermata Chordata Corpo com sistema aqüífero, sem tecido verdadeiro
  15. 19. Anexos Embrionários Saco vitelínico - envolve o vitelo e garante a nutrição do embrião. O primeiro anexo a surgir; se caracteriza por ser a fonte de nutrição do embrião que não tem contato com a mãe. Desenvolvido nos peixes, répteis e aves. Estrutura em forma de saco ligada a região ventral do embrião. (f) armazenar reservas nutritivas. Nos mamíferos eutérios ou placentados é reduzido produção das hemácias nos 1° estágios de vida. Alantóide - origina-se do tubo digestivo com forma de uma bolsa alongada. É desenvolvido em répteis e aves. Nos mamíferos participa da formação do cordão umbilical. - Âmnios - envolve todo o embrião, um saco membranoso cheio de líquido; é uma fina membrana que delimita uma bolsa repleta de líquido - o líquido amniótico. (f) - evitar o ressecamento do embrião e proteger contra choques mecânicos. Córion - membrana mais externa, que se justapõe à casca dos ovos de répteis e de aves.. Nos mamíferos divide-se em córion liso e córion frondoso e vai formar as vilosidades coriônicas, que se prendem a mucosa uterina, formando a placenta. O córion, além de participar da formação da placenta, envolve externamente todo o embrião.

×