áCidos nucleicos

1,409 views
1,202 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,409
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
52
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • PROFESSOR: Ronnielle Cabral. E-MAIL: tio_ronni@hotmail.com FONE: 088-3531-1456
  • PROFESSOR: Ronnielle Cabral. E-MAIL: tio_ronni@hotmail.com FONE: 088-3531-1456
  • PROFESSOR: Ronnielle Cabral. E-MAIL: tio_ronni@hotmail.com FONE: 088-3531-1456
  • PROFESSOR: Ronnielle Cabral. E-MAIL: tio_ronni@hotmail.com FONE: 088-3531-1456
  • áCidos nucleicos

    1. 1. Criado e Desenvolvido por: Ronnielle Cabral Rolim Todos os Direitos são Reservados 2008. Atualizado em: 28/09/08 Número: 14 Livro Virtual 1º CIENTIFICO
    2. 2. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA O núcleo celular, descoberto em 1833 pelo pesquisador escocês Robert Brown , é uma estrutura presente nas células eucariontes, que contém o ADN (ou DNA) da célula. É delimitado pelo envoltório nuclear, e se comunica com o citoplasma através dos poros nucleares. O núcleo possui duas funções básicas: regular as reações químicas que ocorrem dentro da célula, e armazenar as informações genéticas da célula. O seu diâmetro pode variar de 11 a 22.25 μm. FONTE: http://www.contestado.com.br
    3. 3. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Carioteca
    4. 4. O envoltório nuclear possui dupla membrana e poros (de natureza protéica) para a passagem de íons, moléculas e complexos moleculares, nos dois sentidos. Entre as duas membranas há uma região denominada: espaço perinuclear . O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Cromatina O envoltório nuclear apresenta poros ou annulli . A função do complexo do poro é o transporte seletivo de moléculas para fora e para dentro do núcleo. No poro, as duas membranas que constituem o envoltório nuclear são contínuas. O envoltório nuclear é impermeável a íons e moléculas, de modo que o trânsito entre o núcleo e o citoplasma é feito pelo complexo do poro.
    5. 5. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Cromatina Em biologia, chama-se cromatina ao complexo de DNA e proteínas (que juntas denomina-se cromossomo )que se encontra dentro do núcleo celular nas células eucarióticas. Os ácidos nucléicos encontram-se geralmente na forma de dupla-hélice. As principais proteínas da cromatina são as histonas. <ul><li>Conhecem-se dois tipos de cromatina : </li></ul><ul><li>Eucromatina (E) , que consiste em DNA ativo, ou seja, que pode-se expressar como proteínas. </li></ul><ul><li>Heretocromatina (H) , que consiste em DNA inativo e que parece ter funções estruturais durante o ciclo celular. </li></ul>
    6. 6. Diferentes níveis de condensação do DNA. (1) Cadeia simples de DNA . (2) Filamento de cromatina ( DNA com histonas ). (3) Cromatina condensada em interfase com centrómeros . (4) Cromatina condensada em prófase. (Existem agora duas cópias da molécula de DNA) (5) Cromossoma em metáfase. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Cromatina
    7. 7. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Nucleoplasma O nucleoplasma, é constituído de substâncias (íons, enzimas, ATPs) dissolvidas em água; nele estão presentes imersos os filamentos de cromatina e o nucléolo.
    8. 8. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Nucléolo È um corpúsculo denso, não delineado por membrana , presente no interior do núcleo. È uma região de intensa síntese de ácido ribonucléico ribossômico (RNAr) na região organizadora do nucléolo.
    9. 9. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Duplicação do DNA Cada fita do DNA é duplicada formando uma fita híbrida, isto é, a fita original (metade do DNA) pareia com a fita nova formando um novo DNA. De uma única molécula de DNA formam-se duas iguais a molécula original. Cada DNA recém formado possui uma das cadeias da molécula mãe, por isso o nome semi-conservativa. FONTE: http://www.rincon.com.br
    10. 10. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de RNA: Transcrição Para que ocorra o processo de transcrição é necessária a presença de uma enzima - a RNA polimerase. Esta enzima reconhece o sítio de iniciação do gene, identifica a cadeia do DNA em que está contido e inicia a transcrição. Durante este processo, o pareamento dos nucleotídeos de RNA na cadeia de DNA, segue um padrão determinado. A adenina se pareia com uracil (uma vez que a molécula de RNA apresenta esta base no lugar de timina), a timina do DNA se pareia com adenina, citosina com guanina e guanina com citosina. FONTE: http://www.odnavaiaescola.com
    11. 11. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de RNA: Transcrição - RNAm A transcrição é o processo pelo qual uma região do DNA é copiada, resultando num RNA. O RNA mensageiro, ou mRNA , transporta informação genética do DNA ao citosol, onde é usado como molde para síntese de proteínas. De uma maneira bem simplificada, podemos dizer que, nos procariotos a transcrição é feita pela enzima RNApolimerase que separa os pares de base do DNA, desenrolando o DNA, dando início a síntese de RNA, formando uma bolha de transcrição no DNA. O RNA será então uma cadeia de nucleotídeos complementar ao molde do segmento do DNA de interesse, porém a base que complementa Adenina será a Uracila. FONTE: http://www.enq.ufsc.br
    12. 12. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de Proteínas: Tradução O Código Genético Toda a atividade celular, a própria Vida, depende da presença de proteínas. A função das proteínas depende da sua conformação tridimensional que, por sua vez, é determinada por uma seqüência de aminoácidos. Quem contém a informação para especificar a seqüência de aminoácidos das diferentes proteínas é o DNA. Tem de haver um sistema de correspondência entre a linguagem do DNA e a linguagem das proteínas - um código genético. Cada aminoácido é codificado por um conjunto de três nucleotídeos - um tripleto ou códon - originando 64 combinações possíveis. FONTE: http://www.enq.ufsc.br
    13. 13. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de Proteínas: Tradução - RNAt
    14. 14. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de Proteínas: Tradução - RNAt
    15. 15. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de Proteínas: Tradução - RNAr
    16. 16. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA Síntese de Proteínas: Tradução - RNAr

    ×