28.02.11   matinal de segurança sobre dta
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

28.02.11 matinal de segurança sobre dta

on

  • 670 views

 

Statistics

Views

Total Views
670
Views on SlideShare
670
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

28.02.11 matinal de segurança sobre dta Presentation Transcript

  • 1. DTA???
  • 2. O que são? As doenças transmitidas por alimentos, mais comumente conhecidas como DTA, são causadas pela ingestão de alimentos ou bebidas contaminados. A maioria são infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus e parasitas.
  • 3. Sintomas Sintomas mais comuns: falta de apetite, náuseas, vômitos, diarréia, dores abdominais, febre. Podem ocorrer sintomas extra-intestinais: no fígado (hepatite A), em manifestações neurológicas, como por exemplo, dificuldade de movimentos (botulismo), etc. Surto de DTA: É o episódio em que duas ou mais pessoas apresentam doença semelhante após ingerirem os mesmo alimentos.
  • 4. Como tratar? As doenças que causam diarréia e vômitos podem levar à desidratação, caso haja um desequilíbrio entre os líquidos e minerais do organismo, maior perda do que ingestão. A reposição destes fluidos e eletrólitos é extremamente importante para evitar a desidratação. Quando a diarréia é aguda, deve-se ingerir o soro caseiro. Água mineral e água de coco também ajudam na hidratação.
  • 5. Prevenção
    • Mantenha a higiene;
    • Separe os alimentos crus dos cozidos;
    • Cozinhe muito bem os alimentos;
    • Mantenha os alimentos em temperaturas seguras;
    • Use água tratada e alimentos seguros.
  • 6. Prevenção
    • Dê preferência a alimentar-se em locais onde haja o controle adequado do tempo e da temperatura que os alimentos permanecem, desde a sua confecção até o consumo;
    • Evite os petiscos servidos nas areias das praias, pois além de estarem expostos a uma temperatura alta, geralmente são de procedência desconhecida e não segura.
  • 7. Prevenção
    • Use solução de água sanitária (hipoclorito) para garantir a higiene dos vegetais (1 colher de sopa para cada 1 litro de água);
    • Lave bem as mãos ao preparar os alimentos e antes das refeições;
    • Durante as compras escolha embalagens íntegras, sem sinais de ferrugem e estufamento. Observe a data de validade.
  • 8. Prevenção
    • Alguns cuidados com ovos:
    • Devem ser armazenados em refrigeração;
    • Devem ser consumidos bem passados e as preparações que utilizem ovos crus em seus ingredientes devem ser evitadas (maioneses, mousses, etc.);
    • Podem ser armazenados na porta da geladeira, desde que essa não seja constantemente aberta de forma abrupta e várias vezes ao dia (risco de rachadura da casca e variações de temperatura).
  • 9. Prevenção
    • Siga a ordem correta de compras: primeiro, os produtos não comestíveis (utensílios, materiais de limpeza); segundo, os alimentos não-perecíveis e depois os perecíveis (carnes, iogurtes, queijos e outros produtos refrigerados);
    • Organize-se para que o tempo entre a compra dos alimentos perecíveis e seu armazenamento no domicílio não ultrapasse duas horas.
  • 10. Atenção!!! Aos primeiros sintomas de doença, um médico deverá ser consultado. Evite a automedicação e lembre-se sempre da hidratação oral. Fonte: Ministério da Saúde http://www.anvisa.gov.br/hotsite/cinco_pontos/index.htm