Your SlideShare is downloading. ×
Guia Desenvolvimento de Brindes
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Guia Desenvolvimento de Brindes

185
views

Published on

Conheça o processo de desenvolvimento de brindes promocionais.

Conheça o processo de desenvolvimento de brindes promocionais.

Published in: Devices & Hardware

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
185
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Guia do Processo de Desenvolvimento de BrindesGuia do Desenvolvimento de Brindes – Memory BrindesEste guia pretende interiorizar aos nossos clientessobre as etapas do processo de desenvolvimento deprodutos realizadas na nossa empresa.1. Conceber o Produto.2. Conceituar o Produto.3. Projetar o Produto e o Processo.4. Homologar o produto e o processo.5. Preparar a empresa.6. Iniciar a Produção.1-Conceber o ProdutoÉ a fase inicial do desenvolvimento do produto. Tem início com idéias e informações demercado tais como pesquisas encomendadas e/ou realizadas, observações de concorrentes,necessidades de melhoria, opinião de clientes, etc.Após a discussão e aprovação de uma das propostas, um grupo composto por pessoas daalta gerência e um coordenador de produto definem as diretrizes deste produto: como custo,retorno esperado, data de lançamento, especificação final do produto, etc. Este coordenadoracompanha todo o ciclo do produto, sendo portanto, a “melhor interface” entre a empresa eo departamento de desenvolvimento da Memory.2-Conceituar o Produto.Memory envia ao cliente algumas soluções. Cliente escolhe uma das alternativas.Consiste em complementar as diretrizes obtidas anteriormente com uma definiçãodetalhada das características técnicas do produto. O trabalho do time é guiado pela filosofiade engenharia simultânea, desempenhada por um grupo multifuncional, composto porpessoas do setor de engenheiria, qualidade, processo, projeto, marketing e outros.Visualizações, através de modelos de estudo tridimensionais (realidade virtual), permitemos consequentes estudos de viabilidade econômica e a escolha definitiva do produto adesenvolver. São definidos também, nesta etapa detalhes como cores, acabamento doproduto, gravação do logo, medidas, peso, etc.Uma vez definidas as características técnicas, fornecedores e parceiros estratégicos sãochamados à participar do desenvolvimento já nesta fase. Os diferentes conceitosespecificados para o produto são avaliados, suas diretrizes detalhadas e validadas, então étomada a decisão entre o cliente e a Memory, de dar-se continuidade ao projeto, investindoou não mais recursos no detalhamento do conceito considerado mais promissor.
  • 2. Guia do Processo de Desenvolvimento de BrindesGuia do Desenvolvimento de Brindes – Memory Brindes3-Projetar o Produto e o Processo.Memory confecciona o projeto definitivo do produto e doprocesso produtivo.Desenho definitivo do produto por CAD (Computer AidedDesign – Projeto Assistido por Computador): Realizamosnesta fase o detalhamento do produto, agora com previsões decustos e prazos, mais precisas e realistas em relação àsobtidas na fase de conceito. Informações de produtossemelhantes são recuperadas e utilizadas no novo projeto. Apartir destas informações, novos desenhos são elaborados emdetalhe.Análise CAE (Computer Aided Engineering – Engenharia Assistida por Computador): Suascaracterísticas são calculadas, verificadas e dimensionadas com o apoio de ferramentasCAE (Computer Aided Engineering – Engenharia Assistida por Computador). Nesta fasede detalhamento acontecem reuniões para analisar os potenciais de falhas.image_boomerGeração dos códigos NC por CAM (Computer Aided Manufacturing – FabricaçãoAssistida por Computador): Posteriormente é iniciada a geração dos códigos NC com umaferramenta CAM (Computer Aided Manufacturing – Fabricação Assistida porComputador). Os sistemas CAM são utilizados para o cálculo do caminho da ferramenta, apartir da representação geométrica do ferramental disponível na forma computacional.Também se pode obter a simulação final, onde pode-se visualizar a usinagem. Com estasduas funções citadas é possível obter com boa precisão do tempo principal da operação,pois seu cálculo é determinístico.Confecção do protótipo SRP (Substrative rapid prototyping – Protótipo rápido porsubstração): Paralelamente são iniciadas as construções dos protótipos pelo sistema deprototipagem rápida. Ela permite que sejam gerados protótipos de maneira rápida e combaixo custo visando diferentes tipos de verificação do projeto, em alguns casos, podendoassumir o papel funcional das peças. O êxito de um novo produto depende, não somente, dasua qualidade e funcionalidade, como também da rapidez com que é introduzido nomercado, neste aspecto a Prototipagem Rápida, ajuda considerávelmente na solução desteproblema. Toda informação é controlada por um sistema PDM (Product Data Management– Gerenciador de informações de produto), garantindo a sua integridade. Além disso oenvio de tarefas entre os membros do time acontece através de um gerenciador deworkflows, que otimiza o fluxo de informações.
  • 3. Guia do Processo de Desenvolvimento de BrindesGuia do Desenvolvimento de Brindes – Memory Brindes4-Homologar o produto e o processo.O cliente e a Memory avaliam juntos aconformidade com as premissas iniciais.Utilizam-se aqui as premissas e regrasda ISO 9000, definindo-se um programade testes do produto, um plano deprocesso do protótipo, plano de controlepara o protótipo, os itens a seremcomprados e os serviços externos para asua construção.A seguir são realizadas as atividades deplanejamento, fabricação e montagem do protótipo, onde são feitos testes e uma avaliaçãosobre os resultados obtidos.Na homologação verifica-se o cumprimento das diretrizes iniciais do produto por meio dereuniões de avaliação com as equipes envolvidas no seu desenvolvimento.Com o protótipo aprovado, parte-se para a definição de um cronograma interno deimplantação do produto na empresa. São detalhados planos de montagem, planos decontrole e é verificada a capacibilidade dos processos. Ao final da produção piloto sãoavaliadas as falhas do processo de fabricação e tomam-se as medidas pertinentes paraeliminá-las. Estas falhas são comparadas com aquelas previstas e é avaliada a eficácia dasações corretivas derivadas desta análise, gerando novos índices de risco. Ao final desteesforço o processo é homologado em reunião com toda a equipe.5-Preparar a empresa.A Memory toma as medidas necessárias para iniciar a produção.Consiste em diversas atividades com o objetivo de transmitir as informações sobre oproduto, seus processos e recursos necessários, para as demais áreas da empresa e para aavaliação crítica do desenvolvimento visando a melhoria contínua do processo dedesenvolvimento do produto. A preparação de manuais de instrução ou de aplicação se fornecessário, o treinamento de funcionários, a compra de matéria-prima e outros insumospara a produção, a fabricação de dispositivos especiais, etc.Paralelamente em esta etapa, o cliente prepara o material publicitário, catálogos para venda,merchandising, distribuição, etc. Com esse material realizam-se apresentações para pessoas
  • 4. Guia do Processo de Desenvolvimento de BrindesGuia do Desenvolvimento de Brindes – Memory Brindesdas áreas de marketing e vendas, a fim de divulgar os conceitos e características do novoproduto.Com todas estas atividades realizadas chega-se ao fim do desenvolvimento.6-Iniciar a Produção.A Memory inicia a produção.Com a produção piloto é analisado o cumprimento das diretrizes iniciais, identificadospontos críticos, relatados eventos problemáticos, pontos fortes e fracos e, por fim, elabora-se uma lista com potenciais ações de melhoria. Os produtos acabados são impressos quandorequerido e embalados conforme combinado para entrega no local especificado pelo cliente.