Pnad 2011

1,943
-1

Published on

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,943
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pnad 2011

  1. 1. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Rio de Janeiro, 21/09/2012 1
  2. 2. CaracterísticasAbrangência nacionalTemas investigados: • Características gerais dos moradores • Educação • Migração • Trabalho e rendimento • Trabalho infantil • Fecundidade • Características Domiciliares • Tecnologia da Informação Em 2011 foram visitados 146 mildomicílios e entrevistadas 359 mil pessoas. 2
  3. 3. A partir de 2004, a PNAD aprimorou sua cobertura passando ainvestigar tanto as áreas rurais como as urbanas das seis UFs daRegião Norte (Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá).Em 2004, a inclusão dessas áreas rurais foi efetivada segundo umametodologia que partiu dos municípios já selecionados no primeiroestágio do processo de seleção. Os setores rurais foram selecionados da mesma forma que os setores urbanos e mantendo a mesma fração de amostragem utilizada para os urbanos.Esse procedimento foi adotado até a PNAD 2009.Para a PNAD 2011, um novo aprimoramento foi realizado: a seleção daamostra de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá seguiua mesma metodologia adotada para as demais Unidades da Federação. 3
  4. 4. Composiçãopopulacional 4
  5. 5. Características gerais da população em 2011 Homem: 48,5% População Mulher: 51,5% residente: 195,2 Branca: 47,8% milhões de Preta: 8,2% pessoas Parda: 43,1% Amarela ou indígena: 1,0% 0 a 14 anos: 23,3% 15 a 24 anos: 16,9% 25 a 59 anos: 47,8% 60 ou mais: 12,1% 5
  6. 6. Pirâmide etária (%) - Brasil75 ou mais 70 a 74 Homens Mulheres 65 a 69 60 a 64 55 a 59 50 a 54 45 a 49 40 a 44 35 a 39 30 a 34 25 a 29 20 a 24 15 a 19 10 a 14 5a9 0a4 12,00 8,00 4,00 ,00 4,00 8,00 12,00 2009 2011Nascem mais meninos, mas a partir de 30 anos de idade apopulação feminina passa a ser maior que a masculina. 6
  7. 7. Taxa de fecundidade (filhos por mulher) 2011 - 1,95 2009 - 1,94 2004 - 2,13 7
  8. 8. Distribuição por cor ou raça (%) - 2011Desde 2008 a população parda e preta constituem a maioria. 8
  9. 9. Nupcialidade 9
  10. 10. Estado conjugal (%) – 2011(15 anos ou mais de idade) O percentual de mulheres que não viviam em união mas que já viveram anteriormente é superior ao dos homens. 10
  11. 11. Natureza da união (%) - 2011(15 anos ou mais de idade) No Norte, 51% das pessoas viviam em união consensual, enquanto no Sudeste eram 28,6%. 11
  12. 12. Educação 12
  13. 13. Evolução da taxa de analfabetismo da população de 15 anos ou mais de idade (%) 14,1 milhões 12,9 milhões 13
  14. 14. Taxa de analfabetismo (%) - 2011O analfabetismo está concentrado nas pessoas com idades mais elevadas. 14
  15. 15. Número médio de anos de estudo Brasil Norte Nordeste Sudeste Sul Centro-Oeste 2009Total 7,2 6,6 6,0 7,8 7,6 7,5 Homem 7,0 6,2 5,6 7,8 7,5 7,2 Mulher 7,3 6,9 6,4 7,9 7,7 7,7 2011Total 7,3 6,6 6,2 8,0 7,7 7,8 Homem 7,1 6,3 5,8 7,9 7,6 7,5 Mulher 7,5 7,0 6,6 8,1 7,8 8,0As mulheres tinham, em média, número de anos de estudo superior ao dos homens. 15
  16. 16. Taxa de escolarização (%) - 2011No Brasil, 98,2%da crianças de 6 a 14 anos de idade frequentavam escola. 16
  17. 17. Evolução da taxa de escolarização (%) 17
  18. 18. Estudantes de 4 anos ou mais de idade atendidos pela rede pública de ensino (%) Brasil Norte Nordeste Sudeste Sul Centro-Oeste 2009Fundamental 87,0 91,9 86,9 85,2 89,9 84,3Médio 86,4 91,7 88,8 84,7 84,3 84,9Superior 23,3 35,1 33,0 18,1 20,5 24,0 2011Fundamental 87,0 92,6 86,2 85,2 90,7 85,4Médio 87,2 93,1 88,7 85,1 86,4 86,7Superior 26,8 32,8 36,0 21,3 26,8 25,7Ensino superior inclui mestrado e doutorado A rede pública de ensino atendia a 87% dos estudantes do ensino fundamental e médio no Brasil. 18
  19. 19. Mercado de trabalho 19
  20. 20. Pessoas de 15 anos ou mais de idade 2009 2011 Var (%) (em milhões) (em milhões)Total 145,3 149,8 3,1Ocupadas 91,4 92,5 1,0Desocupadas 8,2 6,6 -19,3Não economicamente ativas 45,7 50,7 11,0 Distribuição da pessoas de 15 anos ou mais de idade por condição na atividade (%) - Brasil - 2011 20
  21. 21. População ocupada – 15 anos ou mais de idade 21
  22. 22. Evolução do nível da ocupação (%) – Brasil 15 anos ou mais de idade 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2011 62,5 62,9 63,2 63,1 63,7 62,9 61,7Nível da ocupação por Grandes Regiões (%) 22
  23. 23. Distribuição da população ocupada por grupos de idade Brasil Contingente Var (%) 2009 (%) 2011 (%) 2011 (em milhões) 2009/2011 Idade15 a 17 anos 3,1 2,8 2,6 -11,118 e 19 anos 3,6 3,5 3,3 -1,420 a 24 anos 12,1 11,6 10,7 -2,725 a 29 anos 13,6 13,3 12,2 -1,130 a 39 anos 25,0 25,7 23,7 3,840 a 49 anos 21,7 21,8 20,2 1,750 a 59 anos 13,9 14,4 13,3 5,060 anos ou mais 7,0 6,9 6,3 0,0 23
  24. 24. Nível da ocupação por grupos de idade (%) 24
  25. 25. Distribuição da população ocupada por sexo e escolaridade Brasil Contingente Var (%) 2009 (%) 2011 (%) 2011 (em milhões) 2009/2011 SexoHomem 57,3 56,6 53,3 1,9Mulher 42,7 43,4 39,1 0,2 EscolaridadeSem instrução e menos de 1 ano 7,8 9,3 8,6 0,21 a 3 anos 8,9 6,8 6,3 -22,74 a 7 anos 22,7 19,8 18,1 -12,88 a 10 anos 16,7 17,4 16,1 5,411 anos ou mais 43,7 46,8 43,3 8,4 25
  26. 26. Nível da ocupação por sexo (%) 26
  27. 27. Distribuição da PO por categoria da ocupação (%) - Brasil Contingente 2011 Var (%) Grupamento de atividade (em milhões) 2009/2011 Empregados 56,7 5,1 Conta própria 19,6 3,7 Trab. domésticos 6,6 -7,2 Próprio consumo 3,6 -0,9 Não remunerado 2,7 -27,3 27 Emrpegadores 3,1 -20,4
  28. 28. Distribuição dos empregados, por público e privado e existência de carteira (%) - BrasilEm 2011, 58,9% dos trabalhadores contribuíam para a previdência, em 2009, 52,7%. 28
  29. 29. Total e variação percentual de pessoas de 15 anos ou mais de idade, ocupadas com carteira de trabalho assinada no setor privado 29
  30. 30. Distribuição da PO por grupamento de atividade (%) - Brasil Grupamento de atividade Contingente 2011 Var (%) (em milhões) 2009/2011 Serviços 41,5 5,2 Comércio e reparação 16,5 1,9 Agrícola 14,1 -7,3 Indústria 12,4 -8,0 Construção 7,8 13,6 30
  31. 31. Percentual de trabalhadores contra própria e empregadores com registro no CNPJ (%) 31
  32. 32. Total e variação percentual das pessoas de 15 anos ou mais de idade, desocupadas na semana de referência 32
  33. 33. Características da população desocupada (%) - BrasilAumentou o percentual de desocupados que nunca tinham trabalhado. 33
  34. 34. Evolução da taxa de desocupação (%) - Brasil Depois da alta em2009, a taxa retoma atendência de queda. 34
  35. 35. Taxa de desocupação (%) 35
  36. 36. Trabalho infantil 36
  37. 37. População ocupada de 5 a 17 anos de idade - Brasil -29,6% -23,5% -22,5% -16,8% -14,0% -11,4% -8,5%Menos 597 mil crianças ou adolescentes trabalhando no Brasil, em comparação com 2009. 37
  38. 38. Nível da ocupação (%) - 5 a 17 anosNível da ocupação caiu em todas as Grande Regiões. 38
  39. 39. Trabalho infantil - 2011 Indicadores das pessoas de 5 a 17 anos de idade Indicador Total Grupos de idade 5 a 13 anos 14 ou 15 anos 16 ou 17 anos Percentual de homens na população ocupada 66,5 70,7 66,1 65,2na semana de referência Nível da ocupação 8,6 2,5 13,5 28,6 Rendimento médio mensal domiciliar per 452,00 329,00 401,00 520,00capita das pessoas ocupadas Rendimento médio mensal de trabalho 387,00 178,00 271,00 453,00 Número médio de horas habitualmente 27,4 17,0 24,5 32,5trabalhadas por semana em todos os trabalhos Taxa de escolarização das pessoas ocupadas 80,4 96,8 90,1 70,0 Percentual de pessoas em atividade agrícolas 35,6 63,5 38,8 24,3na população ocupada Percentual de não remunerados na 27,2 53,4 30,7 16,4população ocupada Percentual de trabalhadores na produçãopara o próprio consumo ou na construção para 10,7 21,0 12,3 6,3o próprio uso na população ocupada 39
  40. 40. Rendimento 40
  41. 41. Evolução do Rendimento Médio Mensal Real (R$) - Brasil Variação do Rendimento Médio Mensal Real Rendimento 2004/2005 2005/2006 2006/2007 2007/2008 2008/2009 2009/2011Todas as fontes 5,2 6,1 2,7 1,7 2,1 4,7De trabalho 4,5 7,0 3,3 1,7 2,1 8,3Domiciliar 4,9 7,6 1,3 2,5 1,8 3,3 41
  42. 42. Rendimento Médio Mensal Real de Trabalho (R$) 10,7% 10,6%8,3% 7,9% 7,7% 4,0% 4,7% 42
  43. 43. Índice de Gini - BrasilO Indice de Gini é uma medida do grau de concentração de rendimento, cujo valor variade zero (perfeita igualdade) ate um (desigualdade máxima).
  44. 44. Índice de Gini Centro- Rendimento Brasil Norte Nordeste Sudeste Sul Oeste 2009 0,524 0,500 0,535 0,500 0,489 0,554Todas as fontes 2011 0,508 0,506 0,512 0,486 0,470 0,534 2009 0,518 0,488 0,541 0,495 0,482 0,540 De trabalho 2011 0,501 0,496 0,522 0,480 0,461 0,520 2009 0,509 0,489 0,522 0,485 0,470 0,537 Domiciliar 2011 0,501 0,499 0,511 0,478 0,454 0,521 44
  45. 45. Rendimento médio real de trabalho, segundo a posição e categoria de ocupação (%) - Brasil 45
  46. 46. Distribuição das pessoas ocupadas, segundo as classes de salário mínimo do rendimento médio mensal real de trabalho - 201164,3% dos trabalhadores ganham até 2 salários mínimos. 46
  47. 47. Características domiciliares 47
  48. 48. Total de domicílios particulares permanentes (em 1000) - Brasil Condição na ocupação dos domicílios particulares permanentes (%) 48
  49. 49. Posse de alguns bens duráveis (%) - BrasilBens Var % Bens Var %Fogão 4,9 Máquina delavar roupa 20,3Geladeira 7,4 Televisão 6,1Filtro de água 8,5 DVD 10,0Freezer 12,6 Carro 14,5 Motocicleta 23,0 49
  50. 50. Posse de alguns bens duráveis (%) - Brasil Bens e serviços Var % Telefone 11,8 Apenas celular 26,6 Microcomputador 29,7 Microcomputador com acesso a Internet 39,8 50
  51. 51. Posse de alguns bens duráveis (%) - Brasil Por classes derendimento mensal domiciliar (salário mínimo) 51
  52. 52. Acesso a alguns serviços (%) - Brasil 2009 2011 60,3% dosServiços (em milhões) (em milhões) Var % domicílios tinhamRede geral 49,3 51,8 5,1 acesso aos quatroRede coletora 34,6 38,3 10,9 serviçosLixo coletado 51,8 54,4 5,1Iluminação elétrica 57,9 60,9 5,2 52
  53. 53. ObrigadaTel. + 55 21 2142 4651Tel. + 55 21 2142 0941comunica@ibge.gov.br 53
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×