• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
4.relacao professor aluno
 

4.relacao professor aluno

on

  • 4,435 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,435
Views on SlideShare
4,426
Embed Views
9

Actions

Likes
0
Downloads
77
Comments
1

1 Embed 9

https://cesbonline.com.br 9

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    4.relacao professor aluno 4.relacao professor aluno Presentation Transcript

    • “ Ensinar e aprender são movidos pelo desejo e pela paixão”. FREIRE (1992:10) “ Ser apreciado é um importante factor de sucesso em praticamente qualquer passo da vida”. KOUZES e POSNER(2007:48) Os estudantes quando te apreciam, elas confiam em si. Você terá mais facilidade em fazer com que elas se esforcem um pouco mais. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Uma comunhão de propósitos entre o docente e o estudante é uma condição indispensável para haver ensino e aprendizagem. A acção educativa faz parte da dinâmica das relações sociais onde estão inseridos interesses de ordem social, política, económica e cultural. Dai a necessidade de o docente desenvolver as suas acções de forma interativa. Isto vai implicar mudanças em busca de uma revolução nos processos educacionais. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • De que formas a relação professor-aluno interfere no processo de ensino-aprendizagem? Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • 1. Por um lado, O estabelecimento de regras disciplinares de modo arbitrário, na sala de aulas. Estas regras não são explícitas e as exigências de seu cumprimento são feitas com base em ameaças e punições. Estas atitudes provocam reacções conformistas ou de resistência. O ambiente de trabalho não será favorável para a prática do PEA. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • 2. Por outro lado, As normas são dentro da sala são discutidas, ou são explicadas o porquê delas. O seu cumprimento é tomado como meio educativo e é não de uma forma autoritária. O estudante sente-se participante na discunsão dessa regras e a partir dai reconhece-as como uma parte do meio educativo. O estudante concebe a sala de aulas como sendo o local onde pode pôr as suas ideias e sem “ medo ” de qualquer rejeição (nem do docente, nem dos colegas): o ambiente de trabalho é favorável ao PEA. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Sendo assim, podemos concluir que esta relação pode influenciar quer negativa quer positivamente em todo PEA, criando situações de distanciamento (ou não) entre o professor e o aluno. O relacionamento do prof. com os alunos determina o clima emocional na sala de aula. Este clima pode ser positivo quando é afetuoso e cordial fazendo com que o aluno se sinta seguro, não tema a crítica e a censura do professor. Este aluno está em condições de trabalhar mais e render mais intelectualmente. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Contrariamente, quando o tratamento é hostil e de contraste, tornando a atmosfera da sala de aula negativa, o aluno teme constantemente a crítica e a censura do professor fazendo com o aluno aumente a sua ansiedade com repercuções físicas, dimuindo a sua capacidade de percepção, raciocínio e criatividade. Por consequência, o estudante vai baixar o rendimento intelectual minando a concecução dos objectivos do PEA. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Se a aprendizagem, na sala, for uma experiência de sucesso, o aluno constroi uma representação de si mesmo como alguem capaz. E, se for de fracasso, o acto de aprender tende a se transformar em ameaça e o aluno considera-se fracassado. A partir daí, procura os culpados onde o professor começa a ser considerado chato e que suas lições não servem para nada. O objectivo central no PEA, é permitir que o aluno chegue ao conhecimento com o auxílio do professor. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Como fazer com que esta relação se torne um alicerce para a construção do conhecimento? Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Primeiro, é preciso romper as diferenças entre professor e aluno, consagradas pela escola tradicional, onde: o professor desempenha o papel de ensinar, transmitir e dominar e o aluno deve aprender, receber passivamente e obedecer. O professor deve reconhecer que o aluno não é um sujeito que só recebe informações e que suas capacidades vão alem do conhecimento que lhes é “depositado”. A partir dai, o professor passa a ser orientador (e não dono do saber) alguem que acompanha e participa na construção de novas aprendizagens. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Segundo, o professor deve conceber a educação como sistema de transformação activa por meio de suas diversas técnicas e metodologias. Educar é levar o aluno à consciência de poder ser mais, a reconhecer que é um eu-no-mundo-com-o-outro. Portanto, o professor deve criar um clima na sala de aula de forma a possibilitar uma maior aprendizagem e deve estar atento a todos elementos necessários para que o aluno aprenda e se desenvolva. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Portanto, para que haja uma boa convivência entre o professor e o aluno é preciso uma certa dose de humildade e um bom diálogo. A confiança entre o professor e o aluno é primordial. Compete ao docente praticar um método crítico de educação que dê ao aluno a oportunidade de alcançar a consciência crítica instruida de si e do mundo. Neste processo, deve assumir o papel de mediador e não de condutor. É necessário que busque uma igualdade básica onde o professor possa aprender (e mostrar que está) com o aluno em função das descobertas em torno da construção de conhecimentos e produção de aprendizagem. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Potencialidades da relação professor-aluno - O professor não é tido como autoritário, por isso os alunos tem liberdade suficiente para se expressar; - O professor na vê o aluno como sendo objecto, e a partir dai orienta-o de forma a sentir que é capaz de pensar, reflectir, discutir, participar e dicidir o que quer e o que não quer. O aluno é humano como o professor. - Todos podem crescer: o professor enquanto ensina, também aprende e, enquanto aprende, o aluno também ensina. Os dois tem tempo para se ouvir e respeitar os pontos de vista. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
      • Para o professor criar esta relação, cultiva qualidades como: autenticidade, apreço, aceitação, confiança e compreensão.
      • Quando o aluno sente-se aceito e merecedor da confiança do professor, manifesta entusiasmo e interesse na realização das suas actividades escolares, tornando-se responsável diante de qualquer actividade.
      Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
    • Gostaria de ser bom professor…??? Estar sintonizado com a realidade do aluno, ser dinâmico, flexível e companheiro, transformar o “ ter que aprender” em “ querer saber” é ser um educador bem sucedido. Obrigado pela atenção! Alba P. Mate Qualidade e inovação Relação professor- aluno Tete