Your SlideShare is downloading. ×
0
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Os lusíadas - Canto VII

8,803

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
8,803
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
123
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Canto VII Luis Vaz de Camões
  • 2. <ul><li>Os portugueses, chegando à Índia, entram na Barra do Calecut </li></ul>
  • 3. Pescadores em leves embarcações mostram a eles o caminho para Calecut, onde vive o rei da Índia
  • 4. Vasco da Gama manda à terra o degredado João Martins e avisa o rei da sua chegada Este mensageiro encontra o mouro Monçaide, que fica muito admirado ao vê-los longe da pátria
  • 5. Monçaide convida-o a ir a sua casa, onde o recebe e lhe dá de comer. Depois disto, Monçaide e o enviado regressam à nau de Vasco da Gama e fornece elementos acerca da Índia.
  • 6. Algum tempo depois, Vasco da Gama desembarca com nobres portugueses, é recebido pelo Catual, que o leva ao palácio do Samorim
  • 7. &nbsp;
  • 8. Enquanto Vasco da Gama está no palácio, o Catual procura colher informações junto de Monçaide acerca dos portugueses e, em seguida, visita a nau capitaina, onde é recebido por Paulo da Gama, a quem pergunta o significado das figuras presentes nas bandeiras de seda
  • 9. Depois, até o fim do Canto, Camões invoca as ninfas do Tejo e também as do Mondego, queixando-se dos seus infortúnios.
  • 10. Blibiografia .:: Dikas e Ideias ::. http://dikaseideias.blogspot.com/2011/05/resumo-da-narracao-de-os-lusiadas.html Os Lusíadas – Luíz Vaz de Camões http://lusiadas.gertrudes.com/poesia7.html Heureca! http://ponderador.blogspot.com/2009/10/resumo-do-canto-vii-os-lusiadas.html Prof2000 http://www.prof2000.pt/users/secjeste/dlrc/seucsec/unid08/lusres.htm Grupo Ailton Giovanne Luiz Fernando Rodolfo

×