Your SlideShare is downloading. ×
21272 modulos exposicao nucleo 02
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

21272 modulos exposicao nucleo 02

256
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
256
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. II VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO E O URBANISMO ILUMINISTA EXPOSIÇÃO Localização dos Núcleos Expositivos Rua D. Pedro V C.T.T. Rua Teófilo Braga Rua Cândido dos Reis Rua Combatentes da Grande Guerra Rua Conselheiro Frederico Ramirez Centro Rua Gen. Humberto Delgado Cultural Rua Dr. Manuel de Arriaga R. Doutor Sousa Martins Rua 5 de Outubro R. 1º de Maio R. António Capa Largo Lrg Antº P.S.P. AleixoR. Estreita Luthgarda G. Caires III Igreja Praça Marquês de Pombal IV Rua J. Algarve Rua José Barão Câmara Municipal Rua da Princesa II I Avenida da República Doca de Recreio Rio Guadiana
  • 2. Núcleo IIA FUNDAÇÃODE VILA REALDE SANTO ANTÓNIONúcleo IIA FUNDAÇÃODE VILA REALDE SANTO ANTÓNIO
  • 3. A RESTAURAÇÃO DO REINO1‘ DO ALGARVE E A “COMPANHIA GERAL DAS PESCARIAS REAIS DO REINO DO ALGARVE” A RESTAURAÇÃO DO REINO DO ALGARVE E A “COMPANHIA GERAL DAS PESCARIAS REAIS DO REINO DO ALGARVE” Pela 2ª metade do século XVIII, a economia Pela 2ª metade do século XVIII, a economia portuguesa, demasiado dependente do comércio de portuguesa, demasiado dependente do comércio de produtos coloniais, entra num acelerado processo produtos coloniais, entra num acelerado processo de crise. Reinava então D. José I e, sob a de crise. Reinava então D. José I e, sob a orientação do Marquês de Pombal, tomam-se orientação do Marquês de Pombal, tomam-se medidas para aproveitar as potencialidades internas medidas para aproveitar as potencialidades internas do Reino, aumentar a produção nacional e do Reino, aumentar a produção nacional e combater a evasão fiscal. combater a evasão fiscal. É nesta conjuntura que se desenvolve, a partir de É nesta conjuntura que se desenvolve, a partir de 1773, a chamada Restauração do Reino do Algarve, 1773, a chamada Restauração do Reino do Algarve, com o objectivo de explorar os recursos naturais e com o objectivo de explorar os recursos naturais e reestruturar o aparelho fiscal e administrativo da reestruturar o aparelho fiscal e administrativo da região, tornando-o mais eficaz e rentável. Entre as região, tornando-o mais eficaz e rentável. Entre as medidas tomadas destaca-se a nacionalização do medidas tomadas destaca-se a nacionalização do negócio da captura e beneficiação da sardinha de negócio da captura e beneficiação da sardinha de Monte Gordo, até então maioritariamente controlado Monte Gordo, até então maioritariamente controlado por armadores catalães. É constituída uma nova por armadores catalães. É constituída uma nova companhia comercial destinada a superintender a companhia comercial destinada a superintender a actividade pesqueira na região, a Companhia Geral actividade pesqueira na região, a Companhia Geral das Pescarias Reais do Reino do Algarve, e das Pescarias Reais do Reino do Algarve, e decretada a construção de Vila Real de Santo decretada a construção de Vila Real de Santo António, povoação destinada a albergar os meios António, povoação destinada a albergar os meios técnicos e humanos necessários ao incremento das técnicos e humanos necessários ao incremento das pescarias algarvias. pescarias algarvias.
  • 4. A IMPORTÂNCIA DA2‘ ACTIVIDADE PESQUEIRA PARA A FUNDAÇÃO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO A IMPORTÂNCIA DA ACTIVIDADE PESQUEIRA PARA A FUNDAÇÃO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO O negócio da captura, beneficiação e O negócio da captura, beneficiação e comercialização de pescado constituiu, durante comercialização de pescado constituiu, durante séculos, uma fonte de rendimento para a população séculos, uma fonte de rendimento para a população algarvia. Enquanto na zona do Barlavento algarvia. Enquanto na zona do Barlavento abundavam as almadravas, destinadas à pesca do abundavam as almadravas, destinadas à pesca do atum, no extremo oriental da região multiplicavam- atum, no extremo oriental da região multiplicavam- se as xávegas, artes de arrasto consagradas à se as xávegas, artes de arrasto consagradas à captura da sardinha. captura da sardinha. No início do século XVIII, com o estabelecimento de No início do século XVIII, com o estabelecimento de uma comunidade de catalães na praia de Monte uma comunidade de catalães na praia de Monte Gordo, o aumento do número de xávegas e a Gordo, o aumento do número de xávegas e a introdução de novas técnicas de conservação do introdução de novas técnicas de conservação do pescado, os lucros obtidos a partir desta actividade pescado, os lucros obtidos a partir desta actividade crescem exponencialmente. Desde a captura à crescem exponencialmente. Desde a captura à exportação, passando pelo embarricamento, todo o exportação, passando pelo embarricamento, todo o processo se desenrolava na praia, debaixo de processo se desenrolava na praia, debaixo de telheiros e cabanas de colmo. telheiros e cabanas de colmo. Enquanto o método tradicional de manipulação da Enquanto o método tradicional de manipulação da sardinha consistia apenas em amanhá-la e misturá- sardinha consistia apenas em amanhá-la e misturá- la com sal, com a chegada dos catalães é la com sal, com a chegada dos catalães é acrescentada ao processo a inovadora técnica de acrescentada ao processo a inovadora técnica de extracção da gordura natural da sardinha por extracção da gordura natural da sardinha por prensagem mecânica. A prensagem garantia a prensagem mecânica. A prensagem garantia a conservação da sardinha por períodos mais longos, conservação da sardinha por períodos mais longos, permitindo assim a sua exportação para portos mais permitindo assim a sua exportação para portos mais distantes. distantes. Em 1773, o Estado português toma a decisão de Em 1773, o Estado português toma a decisão de nacionalizar o lucrativo negócio da captura e nacionalizar o lucrativo negócio da captura e beneficiação de sardinha da praia de Monte Gordo. beneficiação de sardinha da praia de Monte Gordo. Na prática, os armadores catalães são substituídos Na prática, os armadores catalães são substituídos por sociedades comerciais nacionais e os telheiros por sociedades comerciais nacionais e os telheiros por edifícios de pedra e cal na nova povoação de por edifícios de pedra e cal na nova povoação de Vila Real de Santo António. Mantêm-se as técnicas Vila Real de Santo António. Mantêm-se as técnicas e os objectivos, mudam os protagonistas e o e os objectivos, mudam os protagonistas e o cenário. cenário.
  • 5. 3‘ A PROJECÇÃO E A EDIFICAÇÃO DA NOVA VILA A PROJECÇÃO E A EDIFICAÇÃO DA NOVA VILA Por carta régia de 30 de Dezembro de 1773, D. Por carta régia de 30 de Dezembro de 1773, D. José I manda “reedificar” a antiga vila de Santo José I manda “reedificar” a antiga vila de Santo António de Arenilha, que havia sido engolida pelo António de Arenilha, que havia sido engolida pelo avanço do mar. O projecto, integrado no programa avanço do mar. O projecto, integrado no programa de Restauração do Reino do Algarve, previa a de Restauração do Reino do Algarve, previa a fundação de uma povoação “regular”, junto à foz do fundação de uma povoação “regular”, junto à foz do Guadiana, directamente orientada para o Guadiana, directamente orientada para o desenvolvimento da actividade pesqueira. desenvolvimento da actividade pesqueira. Logo em Janeiro de 1774, chega ao Algarve a Logo em Janeiro de 1774, chega ao Algarve a planta da nova vila, desenhada pela Casa do Risco planta da nova vila, desenhada pela Casa do Risco de Lisboa, sob orientação do arquitecto Reinaldo de Lisboa, sob orientação do arquitecto Reinaldo Manuel dos Santos. Em meados de Março é Manuel dos Santos. Em meados de Março é simbolicamente colocada a 1ª pedra, dando-se simbolicamente colocada a 1ª pedra, dando-se início às obras de construção. Enquanto as início às obras de construção. Enquanto as autoridades se responsabilizam pela construção dos autoridades se responsabilizam pela construção dos edifícios públicos, em especial da Alfândega, as edifícios públicos, em especial da Alfândega, as sociedades comerciais assumem a edificação da sociedades comerciais assumem a edificação da chamada zona industrial, onde se situariam as suas chamada zona industrial, onde se situariam as suas sedes, as salgas de pescado e os armazéns. As sedes, as salgas de pescado e os armazéns. As despesas de construção dos lotes da zona despesas de construção dos lotes da zona habitacional ficam, por disposição governamental, a habitacional ficam, por disposição governamental, a cargo dos mais abastados membros das elites cargo dos mais abastados membros das elites algarvias. algarvias. No início de Agosto de 1774, quando as obras de No início de Agosto de 1774, quando as obras de construção ainda estavam longe de terminadas, é construção ainda estavam longe de terminadas, é oficialmente inaugurado o edifício da Alfândega da oficialmente inaugurado o edifício da Alfândega da nova vila, para onde passa então a ser nova vila, para onde passa então a ser encaminhado todo o pescado capturado em Monte encaminhado todo o pescado capturado em Monte Gordo. No final desse ano, é decretado o abandono Gordo. No final desse ano, é decretado o abandono imediato da praia de Monte Gordo, trasladando-se imediato da praia de Monte Gordo, trasladando-se as cabanas dos moradores para as proximidades da as cabanas dos moradores para as proximidades da nova vila, onde aguardariam a construção das nova vila, onde aguardariam a construção das futuras habitações. futuras habitações. No ano seguinte, as obras de edificação No ano seguinte, as obras de edificação prosseguiram. Até que a 13 de Maio de 1776, na prosseguiram. Até que a 13 de Maio de 1776, na presença dos mais altos dignitários do “Reino do presença dos mais altos dignitários do “Reino do Algarve”, é solenemente inaugurada a nova Vila Algarve”, é solenemente inaugurada a nova Vila Real de Santo António, prolongando-se as Real de Santo António, prolongando-se as festividades por três dias. festividades por três dias.
  • 6. O PROJECTO ORIGINAL4‘ E O CONCEITO DE VILA-FÁBRICA O PROJECTO ORIGINAL E O CONCEITO DE VILA-FÁBRICA A fundação de Vila Real de Santo António, na A fundação de Vila Real de Santo António, na década de 70 do século XVIII, deve ser entendida década de 70 do século XVIII, deve ser entendida como parte de um projecto mais amplo de como parte de um projecto mais amplo de reestruturação económica do Reino. Fomentando reestruturação económica do Reino. Fomentando as indústrias e a actividade mercantil, o Estado as indústrias e a actividade mercantil, o Estado pretendia diminuir as importações e aumentar as pretendia diminuir as importações e aumentar as exportações, reequilibrando assim a balança exportações, reequilibrando assim a balança comercial. comercial. Um pouco por todo o território nacional, são Um pouco por todo o território nacional, são estabelecidos novos centros de produção estabelecidos novos centros de produção manufactureira, de modo a aproveitar as manufactureira, de modo a aproveitar as potencialidades específicas de cada região. É neste potencialidades específicas de cada região. É neste contexto que é fundada Vila Real de Santo António, contexto que é fundada Vila Real de Santo António, autêntica vila-fábrica, projectada para funcionar autêntica vila-fábrica, projectada para funcionar como uma enorme unidade manufactureira, capaz como uma enorme unidade manufactureira, capaz de processar o pescado capturado na costa de processar o pescado capturado na costa algarvia. A nova povoação, funcionalmente dividida algarvia. A nova povoação, funcionalmente dividida em zonas, foi integralmente pensada para albergar em zonas, foi integralmente pensada para albergar todos os meios técnicos e humanos necessários ao todos os meios técnicos e humanos necessários ao desenvolvimento do negócio das pescarias e desse desenvolvimento do negócio das pescarias e desse facto advêm muitas das suas especificidades facto advêm muitas das suas especificidades formais. formais.