Patologias dos ovários e tubas

4,410
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
4,410
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Patologias dos ovários e tubas

  1. 1. 1 Universidade Federal Rural do Semi-Árido Departamento de Ciências Animais Disciplina: Fisiopatologia da Reprodução Prof. Alexandre Rodrigues Patologias dos Ovários e das Tubas Uterinas Introdução • Ovários • Tuba uterina – Fímbrias – Infundíbulo – Ampola – Istmo + JUT
  2. 2. 2 Patologias dos Ovários Agenesia Ovariana • Ocorrência – Ruminantes, porcas e cadelas • Tipos – Unilateral ou bilateral • Hereditária
  3. 3. 3 Ovário Acessório e Supranumerário • Acessório – Unido à gônada normal por septo conjuntivo • Supranumerário – Terceira gônada distinta • Etiologia – Divisão da gônada embrionária • Ocorrência – Rara ? vacas • Consequência – Alta susceptibilidade a neoplasias • OBS ? Síndrome do Ovário Remanescente em cadelas e gatas
  4. 4. 4 Disgenesia Ovariana • Ocorrência – Éguas X0 • Característica – Ovários inativos desprovidos de células germinativas – Genitália tubular normal – Endométrio hipoplásico – Genitália externa e pouco desenvolvida Hipoplasia Ovariana • Anomalia ovariana mais comum • Ocorrência – Todas as espécies ? vacas • Origem – Hereditária ? gene recessivo – Deficiência no desenvolvimento das CG ou falha no processo de migração
  5. 5. 5 Característica – Ovário com superfície lisa ou rugosa – Ausência de estruturas (Fol. Cl., etc.) – Congênita e irreversível • Tipos – Unilateral ? animal subfértil – Bilateral ? animal estéril – Total ou parcial Hemorragias ovarianas • Intrafolicular – Bezerras e cistos foliculares de cadelas • Pós-ovulação – Todas as espécies • Por enucleação do corpo lúteo – Em desuso
  6. 6. 6 Ooforite • Ocorrência – Rara • Causas – Bovinos • Tuberculose • Diarréia bovina a vírus • Herpesvirose bovina – Suínos • Brucelose Ooforite em coelha
  7. 7. 7 Hipotrofia Ovariana • Ocorrência – Animais adultos • Característica – Ausência de crescimento folicular – Adquirida e reversível • Causas – Deficiências nutricionais e doenças crônicas Fibrose Ovariana • Ocorrência – Animais velhos • Etiologia – Acúmulo de tecido conjuntivo fibroso decorrente da degeneração de corpos lúteos e lesões vasculares após o parto.
  8. 8. 8 Cistos Ovarianos • Tipos – Paraovárico – Da rede ovárica – De inclusão germinal – Do folículo atrésico – Do corpo lúteo – Luteínico – Folicular – Tubo-ovárico – Cisto Bursa-ovárico – Hidátide de Morgani Cistos Paraováricos • Localização adjascente ao ovário • Origem – Remanescentes dos ductos mesonéfricos • Não interferem na atividade ovariana
  9. 9. 9 Cisto paraovárico em égua Cisto da Rede Ovárica • Ocorrência – Todas as espécies ? cadela e gata • Etiologia – Acúmulo de secreções na rede ovariana e dilatação cística • Não interferem na atividade ovariana
  10. 10. 10 Cisto da rede ovárica em gata Cisto do Corpo Lúteo • Ocorrência – Bovinos • Etiologia – Falta de irrigação no interior do CL • Possível interferência na produção de P4
  11. 11. 11 Cisto Luteínico • Ocorrência – Vaca e porca • Etiologia – Falha de ovulação – Luteinização das células da teca • Sintomatologia – Interrupção do ciclo estral Cisto Folicular • Sinonímia – Doença ovariana cística • Patologia mais comum no ovário • Característica – Persistência de estrutura folicular anovulatória por mais de 10 dia, na ausência de corpo lúteo e com interrupção da atividade ovariana cíclica normal
  12. 12. 12 Cisto folicular em cadela • Ocorrência – Todas as espécies • Vacas leiteiras > Vacas zebuínas • Porcas ? associados a infertilidade • Etiopatogenia – Distúrbios na liberação de LH – Ausência de receptores de LH – Falha no feedback Estrógeno – LH – Disfunções da tireóide – Fatores estressantes com elevação de cortisol
  13. 13. 13 Ovário policístico em porca US – Cisto ovariano em vaca
  14. 14. 14 • Sintomatologia – Ninfomania • Hiperestrogenismo • Superestimulação uterina • Mucometra ou hidrometra – Virilismo – Anestro • Tratamento – Indução da ovulação ? LH, GnRH Neoplasias Ovarianas • Ocorrência – Rara nos animais domésticos – Todas as espécies • Vacas • Cadelas • Éguas – Podem ser hormonalmente ativos • Distúrbios nos ciclos estrais
  15. 15. 15 • Tumores epiteliais – Ocorrência ? cadelas mais velhas – Bilaterais Teratocarcinoma ovariano em cadela Carcinoma ovariano em Tigresa
  16. 16. 16 • Tumor das células da granulosa – TCG – Ocorrência • Vacas > éguas > cadelas – Características • Unilateral e não malígno • Hormonalmente ativo – Estrógeno ? ninfomania – Testeosterona ? virilismo TCG em vaca
  17. 17. 17 Patologias das Tubas Uterinas Tuba uterina acessória • Formação de cistos • Causa de infertilidade em éguas Duplicação das tubas uterinas • Vacas e porcas • Erros de formação embrionária • Formação de cistos
  18. 18. 18 Agenesia • Ausência de formação da tuba • Acomete todas as espécies – Freemartin – Pseudohermafrodita – Hermafrodita verdadeiro • Sintomatologia – Infertilidade Agenesia do ovário e fímbria em porca
  19. 19. 19 Aplasia Segmentar • Ocorrência ? bovinos • Principal malformação congênita da tuba – Falha congênita no desenvolvimento fetal – Unilateral x bilateral • Sintomatologia – Unilateral ? repetição de cio – Bilateral ? esterilidade – Hidrossalpinge Aplasia segmentar associada a cisto em vaca
  20. 20. 20 • Diagnóstico – Palpação retal ou ultrassonografia – Laparoscopia – Infusão de indicadores (FSF – fenolsulfonftale ína) • Prognóstico – Mau – Sugestivo descarte Hidrossalpinge • Acúmulo de líquidos sero-mucoso no interior da tuba uterina • Origem – Malformação congênita ? aplasia segmentar – Sequela de processo inflamatório ? obstruções • Sintomatologia – Unilateral ? pouco evidentes – Bilateral – repetição de cio
  21. 21. 21 Hidrosalpinge unilateral em vaca • Prognóstico – Bilateral ? mal – Sugestivo o descarte • Hereditariedade ???
  22. 22. 22 Cistos • Cisto da mucosa – Podem dificultar a fertilização • Cistos intra-epiteliais – Assintomáticos Metaplasia escamosa • Epitélio mucoso ? tecido escamoso • Acomete suínos • Etiologia – Carência de vitamina A – Micotoxina (Zearalenone F-2) ? Fusarium • Atinge útero, cérvix, vagina e glândula mamária • Comprometimento da fertilização
  23. 23. 23 Salpingite • Processos inflamatórios da da tuba uterina – Destruição da mucosa – Substituição do epitélio por tecido granulomatoso – Acúmulo de exsudato purulento ? piosalpinge • Alterações mais comuns da tuba uterina • Ocorrência ? todas as espécies – Maior frequência em vacas e éguas Salpingite unilateral em vaca, com aderências
  24. 24. 24 Salpingite • Etiopatogenia – Origem infecciosa • Via ascendente, secundária aos processos inflamatórios e infecciosos do endométrio • Geralmente bilaterais – Secundária a hemorragias ovarianas Salpingite • Sintomas e diagnóstico – Depende da patogenicidade do agente etiológico, da severidade da inflamação, das lesões e da evolução. – Palpação retal ? aumento de volume e espessura da tuba e aderência com tecidos vizinhos – Confirmação por ultrassonografia e laparoscopia
  25. 25. 25 Salpingite • Prognóstico – Reservado, com evolução desfavorável • Tratamento – Formas severas ? descarte – Formas leves ? tratamento do catarro genital • Avaliação da fêmea Neoplasias • Ocorrência rara • Tipos – Adenomas – Carcinomas – Adenocarcinomas • Geralmente metástases de outros órgãos
  26. 26. 26 Considerações Finais

×