• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Ocomputador
 

Ocomputador

on

  • 568 views

Sobre o computador

Sobre o computador

Statistics

Views

Total Views
568
Views on SlideShare
568
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
16
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Ocomputador Ocomputador Presentation Transcript

    • Projeto Jovem Protagonista INCLUSÃO E CULTURA DIGITAL
    • ADRIANO EVANGELISTA DA SILVA Email: adrevnas@gmail.com
    • Informática
      • De uma maneira geral, é tudo aquilo que envolve o uso de computadores.
      • Como vocês já devem ter notado, tudo hoje em dia depende da informática: desde a produção de uma apostila, até uma retirada de dinheiro num caixa de banco .
    • O Computador
      • Conceito
      • É uma máquina constituída por componentes e circuitos eletrônicos, capaz de receber, armazenar processar e transmitir informações. Por ser programável, pode realizar uma grande
      • variedade de tarefas..
    • Tipos de Computador Os computadores são classificados de acordo com sua finalidade e porte, e estão divididos nas seguintes categorias básicas: Palmtop: Como o nome diz, o palmtop cabe na palma da mão. É o computador de bolso Notebook : É o computador portátil, que pode ser levado a diferentes lugares de maneira prática. Tablets: Um tablet PC ou simplesmente tablet é um dispositivo pessoal em formato de prancheta que pode ser usado para acesso à Internet, organização pessoal, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas e para entretenimento com jogos 3D. Exemplos: Ipad, Galaxy.
    • Desktop: ou computador de mesa. Para uso pessoal ou trabalho. A maioria dos computadores do mundo é do tipo desktop. Estação de trabalho, ou workstation:. São computadores de mesa que são utilizados em redes de computadores, em empresas, escolas etc. Servidor de rede: computadores que trabalham em redes prestando serviços aos usuários. Ex: servidor de impressão, servidor de dados, servidor web. Mainframe: Computador de grande porte para trabalho pesado em grandes instituições, como bancos e órgãos de governo.
    • Tríade
      • Peopleware: o usuário
      • Hardware: São os componentes físicos do Computador.
        • É tudo que podemos tocar.
      • Software: é o nome que se dá a toda parte lógica do computador.
        • São os programas que você vê funcionar na tela do micro e que dão vida ao computador
      • Ex. Sistema operacional.
    • SOFTWARE LIVRE
      • O termo software livre se refere aos softwares que são fornecidos aos seus usuários com a liberdade de executar, estudar, modificar e repassar (com ou sem alterações) sem que, para isso, os usuários tenham que pedir permissão ao autor do programa ou pagar alguma coisa referente ao uso.
      • EX. Linux
    • SOFTWARE PROPRIETÁRIO
      • O termo "proprietário" significa que o software é controlado privativamente.
      • Ou seja, um software pode continuar sendo proprietário mesmo se o código fonte for disponível publicamente, se o controle sobre uso, distribuição e modificação for mantido.
    • SOFTWARE PROPRIETÁRIO
      • A cópia, redistribuição e modificação são proibidas ou requerem que seja feita uma permissão, ou, é restrito de tal forma que não se possa efetivamente fazê-los livremente.
      • EX. Windows XP
    • Gabinete: é a parte mais importante do computador, podemos dizer que o gabinete é o computador propriamente dito . Dentro dele, há vários componentes que fazem o processamento da informação. Mas atenção, não chame o gabinete de cpu , pois são coisas diferentes (algumas pessoas, inclusive técnicos costumam chamar o gabinete de cpu porque esta – a cpu – está dentro do gabinete). Monitor: é a tela que nos mostra as respostas que o computador nos dá. É um periférico de saída (pois a informação sai do computador para o usuário).   Teclado: conjunto de teclas que permite que operemos o computador através de comandos digitados. É um periférico de entrada.   Mouse: através dele, controlamos uma setinha (popularmente conhecida como ponteiro do mouse ) que aponta para os itens na nossa tela. Também é um periférico de entrada. Hardware – A parte física do computador
    • Interfaces Integradas(ON-BOARD) São placas onde grande parte dos dispositivos como placas de rede, vídeo, modem e som já vem integrados na sua própria estrutura sem a necessidade de adquirir uma interface separada. Baixo desempenho e baixo custo: depende do processador, compartilha memória
    • Placa mãe On Board
    • Placa mãe Off Board
      • Microprocessador: é o chip mais importante do computador, cabendo a ele o processamento de todas as informações que passam pelo computador. Ele reconhece quando alguma tecla foi pressionada, quando o mouse foi movido, quando um som está sendo executado e tudo mais... Devido a sua importância, consideramos o processador como o “cérebro do computador” e vamos estudá-lo com mais detalhamento.
      •  
      •  
      Principais componentes da placa mãe
    • Barramentos Internos BARRAMENTO IDE(Integrated Drive Eletronics) É utilizado para conectar (HD, Drives de CD, Gravadores de CD, Drives de DVD, Gravadores de DVD) à placa-mãe do computador. Em cada barramento IDE permite a conexão de apenas dois desses equipamentos. Podemos classificá-las em IDE Primária e IDE Secundária ou dependendo da placa-mãe a identificação poderá ser (IDE1 e IDE2) ou (IDE0 e IDE1), o total de equipamentos de armazenamento interno podem então ser quatro.
    • Serial Ata(SATA) Serial ATA ou simplesmente SATA é o padrão de discos rígidos criado para substituir os discos ATA, também conhecidos como IDE. A taxa de transferência máxima teórica de um disco Serial ATA é de 150 MB/s ou 300 MB/s, contra os 133 MB/s de um disco rígido IDE. Barramento ISA(Industry Standard Architecture) O barramento ISA é utilizado para placas de expansão, como modems, placas de som, placas de vídeo, o ISA caiu em desuso pelo desenvolvimento de barramentos bem mais rápidos que ele. Barramento PCI(Peripheral Component Interconnect) Substituto do barramento ISA nas novas placas-mãe. O barramento PCI trabalha com uma freqüência 33Mhz e largura de banda de 32 bits. A taxa total de transferência entre um equipamento ligado ao barramento PCI e o processador é de cerca de 133 MB/s. O barramento PCI é Plug and Play.
    • Barramentos Externos Os barramentos externos são os que interligam a CPU aos equipamentos que encontram-se fora do gabinete (como teclado, mouse, impressora, etc.). Barramento PS/2 (Porta PS/2) É o barramento atualmente usado para conectar mouse e teclado. Há duas portas na parte traseira do gabinete, uma para o mouse e a outra para o teclado. Porta Serial A porta serial é um barramento usado por uma série de equipamentos que transferem relativamente pouca informação, como mouses, modems, câmeras (webcam), etc. Num computador pessoal, os conectores mais comuns para o barramento serial são DB-9 (que usa nove pinos, é o menor na figura acima) e DB-15 (que usa 15 pinos).
    • Porta Paralela A porta paralela era usada para conectar equipamentos que exigiam um mais intenso tráfego de dados, como impressoras, scanners, etc. Barramento USB(Universal Serial Bus) Universal Serial Bus (USB) é um tipo de conexão Plug and Play que permite a conexão de periféricos sem a necessidade de desligar o computador .
    • Firewire   É uma interface serial para computadores pessoais e aparelhos digitais de áudio e vídeo que oferece comunicações de alta velocidade e serviços de dados em tempo real. É um barramento usado por vários tipos de equipamentos, entre eles drives removíveis, câmeras digitais, televisão digital, impressoras, scanners, dispositivos de som, etc. Barramento PCMCIA (PC CARD) Desenvolvido para ser utilizados em notebooks e handhelds pelo que quase todos os equipamentos vêm neste formato de cartão, como modems, placas de som, placas de rede.
    • Dispositivos de Entrada
      • Exemplos dos Principais dispositivos de entrada:
        • O teclado;
        • O mouse;
        • Teclas especiais:
          • Esc;
          • Enter;
          • BackSpace;
          • Delete;
          • Setas;
          • Caps Lock;
          • Shift, Ctrl, Alt;
          • Ins;
    • Algumas teclas e suas Funções
      • WIN = Abre o menu Iniciar. Use as setas para navegar nas opções, e dê ENTER para abrir um item. WIN + D = Mostrar área de trabalho. WIN + M = Minimizar tudo. SHIFT + WIN + M = Desminimizar tudo. WIN + R = Executar. WIN + E = Abre o Windows Explorer. WIN + PAUSE BREAK   = Propriedades do sistema . WIN + F = Pesquisar arquivos ou pastas. WIN + U = Gerenciador de utilitários. WIN + L   = Bloquear computador ou trocar de usuário, sem fazer logoff. CTRL + ESC = Abre o menu Iniciar. CTRL + ALT + DEL = Gerenciador de tarefas, permite fechar programas travados. No Windows NT/2000/XP/Vista etc. pode abrir a janela “Segurança do Windows”, com opções para trocar senha, fazer logoff ou abrir o gerenciador de tarefas.
    • Algumas teclas e suas Funções
      • CTRL + SHIFT + ESC = Gerenciador de tarefas (com a vantagem de abri-lo direto, e não a tela de segurança, em algumas versões de Windows). ALT + LETRA SUBLINHADA DE MENUS OU BOTÕES = Acessa o menu ou botão. Use as setas de direção do teclado para se mover, ENTER para confirmar ou a barra de espaços para marcar ou desmarcar as caixinhas de marcação. ALT + TAB = Alterna as janelas abertas. Segure ALT e vá teclando TAB até selecionar a janela desejada, e então solte tudo. SHIFT + ALT + TAB = Alterna as janelas abertas, só que selecionando as anteriores, e não as próximas. Ao usar o ALT + TAB, você pode teclar ou soltar SHIFT quando precisar. ALT + ESC = Alterna diretamente para a janela anterior na barra de tarefas. CTRL + TAB = Alterna as guias (abas) das janelas que tem abas, avançando, e em alguns programas, alterna os documentos abertos. SHIFT + CTRL + TAB = Alterna as guias, voltando para as anteriores, em vez de avançar.
    • Algumas teclas e suas Funções
      • ALT + F4 = Fecha a janela ativa. Se nenhuma janela estiver aberta, abre a caixa de diálogo “Desligar o computador”. ALT + ESPAÇO = Abre o menu de controle da janela ativa (= clicar na barra de título com o botão direito do mouse ou, mais precisamente, clicar no ícone que fica à esquerda, na barra de título dos programas). Dica: use para maximizar, minimizar ou restaurar janelas pelo teclado. F10 = Seleciona os menus do programa atual. Use as setas de direção do teclado para se mover por eles. SHIFT + F10 = Corresponde a clicar com o botão direito no objeto selecionado ou em foco. Use as setas para escolher um item do menu, e ENTER para “clicá-lo”. Pode-se usar diretamente a tecla que tem um menu com uma setinha, é a chama “tecla de atalho de aplicativo”, que normalmente fica entre as teclas WIN DIREITA e CTRL de alguns teclados. PRINT SCREEN = Copia uma imagem da tela atual para a área de transferência. Basta colar no seu programa gráfico preferido (pode ser o Paint), ou num editor que aceite imagens (como o Word). Ideal para pegar ilustrações de tela sem precisar de programas de terceiros. ALT + PRINT SCREEN = Copia uma imagem apenas da janela ativa, e não da tela inteira (janela ativa é a janela que está em primeiro plano).
    • O Teclado
      • Obs. A tecla WinKey (Símbolo do Windows) é pouco utilizada mas é muito útil.
      • Usado para mover o cursor da tela por meio dos seus botões;
        • Para selecionar um item basta levar o cursor no ícone desejado e pressionar o seu botão esquerdo;
        • Os mouses mais recentes possuem o “botão de rolamento”, que serve para rolar páginas quando o usuário está navegando na internet ou está lendo um arquivo em geral.
      O Mouse
    • O Mouse
      • O mouse tem funções como selecionar textos, redimensionar figuras, arrastar dependendo do software utilizado
      • Há dois modelos do Mouse:
        • Um que funciona com um sistema de rolamento, utilizando uma bolinha(track ball).
        • Mouse óptico: Realiza o movimento utilizando laser.
      O Mouse
    • O Mouse
    • O mouse
    • O Mouse
      • Mouse Especial em Notebooks:
        • Nos notebooks atuais o mouse é substituído por um dispositivo denominado TOUCHPAD.
    • Dispositivos de Saída
      • Exemplo de dispositivos de saída:
        • Monitor;
        • Impressoras;
        • Caixas de Som.
    • MONITORES
        • É o componente que mostra o que está sendo feito no microcomputador;
        • É o principal canal de comunicação do computador com o usuário;
        • Atualmente os monitores LCD são os mais utilizados.
    • IMPRESSORAS
      • São dispositivos de saída que passam para o papel o resultado do trabalho desenvolvido no microcomputador, como textos, relatórios, gráficos. Para diferentes tipos de impressão existem diferentes impressoras.
    • Impressoras Matriciais
      • São ainda bastante comuns no mercado, utilizando um sistema de impressão por impacto de agulhas contra uma fita sobre um papel. São bem rápidas, com qualidade de impressão regular.
      • O preço é baixo, podem ser coloridas ou não.
      • Muito úteis para impressão de formulários em mais de uma via com papel carbono.
    • Jato de Tinta
      • Funciona com borrifamento de jatos de tinta, formando minúsculos pontos sobre o papel.
      • São silenciosas e possuem ótima qualidade de impressão;
      • São relativamente lentas, se comparadas à LaserJet, e geralmente são coloridas.
      • Possuem boa qualidade de impressão, e seu preço é acessível.
    • Laser
      • Produz cópias de alta qualidade com absoluto silêncio, sendo sua velocidade medida em PPM (Páginas Por Minuto).
      • Existem no mercado impressoras de 4 até 16 PPM.
      • São muito difundidas apesar do custo elevado, tanto em equipamento como em seu material de consumo.
      • Podem ser coloridas.
    • Dispositivo de armazenamento
      • Na informática, chamamos de armazenamento o ato de armazenar informações em algum dispositivo físico. Um dispositivo de armazenamento é um hardware capaz de armazenar informação.
    • RAM – (Randon Access Memory) Memória de acesso randômico => É a memória temporária utilizada pelo computador, que tem como principal função armazenar os dados resultantes de uma operação (processamento).
      • Memória ROM de um PC
      • A memória ROM (Read-Only Memory) é uma memória que só pode ser lida e os dados não são perdidos com o desligamento do computador. Enquanto a memória RAM aceita gravação, regravação e perda de dados, a ROM é utilizada para que o processador execute um software , chamado de firmware . Basicamente, existem três rotinas nessa memória, que são acessados toda vez que ligamos o computador:
      • BIOS ;
      • POST ;
      • SETUP .
      Memórias
      • A Memória secundária ou Memória de Massa é usada para gravar grande quantidade de dados, que não são perdidos com o desligamento do computador, por um período longo de tempo. Exemplos de memória de Massa:
      • CD ;
      • DVD ;
      • Disco rígido ;
      • Disquete ;
      • Pen drive .
      • Normalmente a memória secundária não é acessada diretamente pela CPU, mas sim por meio dos dispositivos de Entrada e Saída. Isso faz com que o acesso a essa memória seja muito mais lento do que o acesso à memória primária.
      Disquete de 3 ½” Superfície magnética de armazenamento de dados possui capacidade nominal de 1,44MB e capacidade real de 1,38MB quando utilizado no Windows por causa da FAT.
    • CD – Compact Disk Armazenamento óptico dos dados, com capacidades entre 650 e 700 MB. DVD – Digital Versatile Disk Armazenamento óptico dos dados com capacidade normalmente entre 4,7GB DVD de camada simples e 8,5 para o DVD de camada dupla, possui as mesmas dimensões do CD. O DVD constitui uma nova tecnologia de armazenamento óptico que apesar de possuir as mesmas dimensões do CD como foi descrito anteriormente, tem uma capacidade de armazenamento maior.
    • HD – Disco Rígido Armazenamento magnético dos dados, atualmente chega a centenas de GB de capacidade de armazenamento.Nele são guardados os nossos programas e dados.Ele também pode ser chamado de HD ou Winchester. Cartões de Memória Utilizam memória Flash (FEPROM) e possuem diversas capacidades como por exemplo: 32MB, 64MB, 128MB, 256MB e até 512MB. Existem vários formatos diferentes de cartões. Memórias Flash USB Armazenamento que utiliza memória Flash (FEPROM), possui diversas capacidades: 256MB, 512MB, 1GB, 2GB e até 8GB. Também identificado como Pendrive.
    • Modem - é a placa de modem, que permite a comunicação de dados através de uma linha telefônica convencional. O terceiro micro apresenta uma placa isdn, que é um dispositivo que permite a comunicação através de uma linha telefônica digital (cujo sistema é chamado de isdn).   Placa de vídeo é o nome dado ao equipamento que recebe os dados do processador e os “desenha” no monitor. Dois dos computadores citados acima usam uma placa de vídeo com 8mb de capacidade de memória (chamada memória de vídeo ). O computador do meio usa uma placa de vídeo aceleradora (ideal para programas e jogos que usam recursos de 3d) com 32mb de memória de vídeo. Placa de Rede (Entrada e Saída) é um equipamento usado para conectar computadores em uma rede local ou LAN, também pode ter a denominação de adaptador de rede ou NIC(Network Interface Card).
    • Armazenamento de dados Na memória do computador, um bit é a menor parte de uma informação possível de ser armazenada. Isto porque o computador só entende e armazena dados em linguagem binária . O bit é representado por dois dígitos: 0 (zero) e 1 (um). Quando o valor do bit é zero, ele está desligado (sem energia elétrica); quando o bit é um, ele está ligado (com energia). Como o bit só pode representar dois estados foi necessário agrupar um conjunto de 8 (oito) bits para representar uma letra , um caracter qualquer. A esse conjunto de bits dá-se o nome de byte , que por sua vez representa um caracter.
    • Escala de medida Byte 1 Byte = 8 bits Kilobyte (Kb) 1 024 Bytes (2 10 ) Megabyte (Mb) 1 024 KB 1 048 576 Bytes Gigabyte (Gb) 1 024 MB 1 048 576 KB 1 073 741 824 Bytes Terabyte (Tb) 1 024 GB 1 048 576 MB 1 073 741 824 KB 1 099 511 627 776 (2 40 ) Bytes
    • Processo de inicialização do computador (boot) No momento em que ligamos o computador, um chip chamado bios (sistema básico de entrada e saída) acorda. A função dele é apenas ligar o resto do computador, fazer um diagnóstico dos componentes existentes, e por fim, chamar o so (Sistema Operacional) para o trabalho. O bios é um tipo de memória rom (memória somente para leitura). Isso significa que todo o conteúdo do bios já foi, na fábrica, gravado neste chip e não pode ser mais alterado. Uma memória do tipo rom só pode ser lida, utilizada, mas seu conteúdo não pode ser alterado pelos usuários. Um programa gravado em uma memória rom é chamado de firmware . Logo que o sistema operacional é “requisitado” pela bios, ela deixa de funcionar (volta a dormir) e ele é carregado de onde estava gravado para a memória ram. O so não foge à regra do mundo da informática, ele só pode ser gravado em alguma unidade de disco, na forma de arquivos. Só para se ter uma idéia, o sistema Windows ocupa cerca de 120 mb de informação.
    • XP – Vista - Ubuntu
    • Perguntas?????