As potencialidades do Alentejo
no campo dos Biocombustíveis
Paulo S.D. Brito
20 de Novembro de 2013
Tópicos
1.
2.
3.
4.

Biocombustíveis na Europa
Biocombustíveis de 2ª geração
O Alentejo
Projectos C3i

As potencialidades ...
EU Objectivos
• “20-20-20” até 2020
•

•

•

Uma redução de 20% das emissões de
gases de efeito estufa aos níveis de
1990;...
EU Objectivos - 2050
• Redução de 60-80% das emissões de
gases com efeito de estufa
• 70% de redução da utilização de
petr...
EU Objectivos
• Transportes
Quota de 10 % de incorporação de
biocombustíveis produzidos a partir de
fontes renováveis

As ...
EU Objectivos
•

Sector dos transportes
• O sector de transporte rodoviário é
responsável por 26 % do consumo
final de Ene...
Quota consumo ER

• Média EU-27– 12,5%
As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombustí...
Incorporação Biocombustíveis
• 2010

• Média EU-27 em 2010 – 4,7%
As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustív...
Dificuldades
•
•
•
•
•
•
•

Disponibilidade global de matérias-primas
Concorrência com os mercados de alimentos
Sustentabi...
Biocombustíveis – 1ª geração
• Biodiesel
• Bioetanol
•
•

Formação de “blends”
Benefícios em termos de CO2 e Segurança

•
...
Consumo EU

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombustíveis
na Europa
2. Biocombus...
Produção EU Biocombustíveis

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombustíveis
na Eu...
Bioetanol – 1ª geração
Produzido por fermentação e
destilação a partir de culturas
tais como cana de trigo, açúcar,
milho ...
Biodiesel – 1ª geração
Produzido por extracção a
partir de óleos tais como,
Colza, Soja, Palma, Óleos
Reciclados, Gordura ...
Biodiesel - Matérias Primas
EU
Ano
Planta

2006

2007

2008

2009

2010

2011

1.000 MT
Colza

3710

4230

6040

6050

622...
2ª geração
Produção a partir de
•Biomassa não alimentar
•Celulose e fibras vegetais
•Microalgas
•Resíduos
As potencialidad...
2ª geração
Vantagens
•Grande abundância
•Matéria prima barata
•Sustentabilidade
•Redução efectiva de GEE
As potencialidade...
2ª geração
•
•
•
•
•
•
•

Biomass to Liquid (BTL)
Etanol celulósico
BioDME (dimetil éter)/Metanol
Gás Natural biossintétic...
2ª geração

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombustíveis
na Europa
2. Biocombus...
2ª geração
Biorefinarias
•Utilização de biomassa para produção
de vários produtos energéticos e de
materiais

As potencial...
Biorefinaria Green

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombustíveis
na Europa
2. B...
Tópicos

Processos EU Bioetanol
Unidade

Localização

Matéria Prima

tecnologia

Capacidade produção
t/ano

Clariant

Star...
Biorefinaria – Floresta

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombustíveis
na Europa...
Termoquímicos
Projecto

Localização

Foresty BtL

Filandia

Bioliq®

Alemanha

Chemrec

Suécia

Woodspirit

Holanda

FICFB...
Microalgas
• Produção de vários produtos

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
1. Biocombu...
Microalgas
• Produção
•
•
•
•

270 L/ton seca de etanol
190 L/ton seca de biodisel
600.000 L/ha biodisel
60.000 L/ano Biod...
Superfície ocupada - 2009
• Elevada área disponível

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tópicos
...
SUPERFÍCIE TOTAL DAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS E RESPETIVA
VARIAÇÃO

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíve...
Especialização Inteligente
•
•
•
•

Aposta estratégica
Caracter regional
Vários parceiros
I&DT direccionada
As potencialid...
Tópicos

Sistemas Sustentáveis de Energia, Agricultura e Ambiente (BioEnergia)

•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tecnologias de tratam...
Gaseificação Térmica
•
•
•
•
•

Unidade Piloto
Gaseificador de leito fluidizado borbulhante
Temperatura até 800 º C
Pressã...
Estudos
•
•
•
•
•

Efeito da temperatura de gaseificação
Optimização de poderes caloríficos
Optimização da qualidade do gá...
Avaliação económica
•

Combustíveis alternativo

•

Alternativa ao gás natural

•
•
•
•

Português Alto-Alentejo:
agro-ind...
H2 electrolítico
• Desenvolvimento de sistemas
integrados de produção e
armazenamento de energia

As potencialidades do Al...
H2 electrolítico
•

Desenvolvimento de electrolisadores
eficientes para a produção de
hidrogénio

•

Desenvolvimento de el...
Biodisel - Jatropha
• Produção de biodiesel de 2.ª
geração a partir de Jattropha
• Moçambique
• Galp

As potencialidades d...
Incubadora - Bioenergia
• Incubadora de base tecnológica

As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis

Tóp...
Conferência – 2014 & 2015
•

BioEnergia Portugal

•

2nd Waste, Water and Energy Management

•

6th International Congress...
Considerações finais
• Os biocombustíveis já são na europa
um caminho sem retorno
• A EU está a fazer uma aposta na I&DT
p...
Obrigado pela vossa atenção
pbrito@estgp.pt
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

FÓRUM PORTUGAL ENERGY POWER: "As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis"

426 views

Published on

Paulo Brito, Investigador no Centro Interdisciplinar de Investigação e Inovação (IPP)

Energy Meeting - Biocombustíveis e Biogás

FORUM PORTUGAL ENERGY POWER promovido pela ANJE no dia 20 de novembro, em Évora

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
426
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

FÓRUM PORTUGAL ENERGY POWER: "As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis"

  1. 1. As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Paulo S.D. Brito 20 de Novembro de 2013
  2. 2. Tópicos 1. 2. 3. 4. Biocombustíveis na Europa Biocombustíveis de 2ª geração O Alentejo Projectos C3i As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis
  3. 3. EU Objectivos • “20-20-20” até 2020 • • • Uma redução de 20% das emissões de gases de efeito estufa aos níveis de 1990; Aumento da quota de consumo energético da UE produzida a partir de fontes renováveis para 20%; ​ Uma melhoria de 20% na eficiência energética da UE. As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  4. 4. EU Objectivos - 2050 • Redução de 60-80% das emissões de gases com efeito de estufa • 70% de redução da utilização de petróleo As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  5. 5. EU Objectivos • Transportes Quota de 10 % de incorporação de biocombustíveis produzidos a partir de fontes renováveis As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  6. 6. EU Objectivos • Sector dos transportes • O sector de transporte rodoviário é responsável por 26 % do consumo final de Energia e 24% das emissões de CO2 mais 70% de outros poluentes. • O transporte urbano rodoviário é responsável por 40% das emissões de CO2. As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  7. 7. Quota consumo ER • Média EU-27– 12,5% As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  8. 8. Incorporação Biocombustíveis • 2010 • Média EU-27 em 2010 – 4,7% As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  9. 9. Dificuldades • • • • • • • Disponibilidade global de matérias-primas Concorrência com os mercados de alimentos Sustentabilidade da produção Objectivos diferenciados para cada estado membro Inércia tecnológica – longos prazos Resistência aos investimentos - entrincheiramento em infraestruturas à base de carbono Desafios significativos para a transição para biocombustíveis avançados As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  10. 10. Biocombustíveis – 1ª geração • Biodiesel • Bioetanol • • Formação de “blends” Benefícios em termos de CO2 e Segurança • Dúvidas sobre sustentabilidade As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  11. 11. Consumo EU As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  12. 12. Produção EU Biocombustíveis As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  13. 13. Bioetanol – 1ª geração Produzido por fermentação e destilação a partir de culturas tais como cana de trigo, açúcar, milho e beterraba sacarina As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  14. 14. Biodiesel – 1ª geração Produzido por extracção a partir de óleos tais como, Colza, Soja, Palma, Óleos Reciclados, Gordura animal Girassol Transesterificação As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  15. 15. Biodiesel - Matérias Primas EU Ano Planta 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1.000 MT Colza 3710 4230 6040 6050 6220 6310 Soja 570 830 960 1050 1100 1080 Palma 280 390 600 660 910 710 Óleos Reciclados 100 200 320 380 650 670 Gordura animal 60 140 350 360 390 420 Girassol 30 70 130 170 150 180 Outros 10 10 10 10 10 60 As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  16. 16. 2ª geração Produção a partir de •Biomassa não alimentar •Celulose e fibras vegetais •Microalgas •Resíduos As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  17. 17. 2ª geração Vantagens •Grande abundância •Matéria prima barata •Sustentabilidade •Redução efectiva de GEE As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  18. 18. 2ª geração • • • • • • • Biomass to Liquid (BTL) Etanol celulósico BioDME (dimetil éter)/Metanol Gás Natural biossintética (BioSNG) Bio-oil/Bio-crude Biocombustíveis de algas Hidrocarbonetos da catálise de açúcares de via síntese biologica • Biohidrogénio • Biobutanol As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  19. 19. 2ª geração As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  20. 20. 2ª geração Biorefinarias •Utilização de biomassa para produção de vários produtos energéticos e de materiais As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  21. 21. Biorefinaria Green As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  22. 22. Tópicos Processos EU Bioetanol Unidade Localização Matéria Prima tecnologia Capacidade produção t/ano Clariant Starubing Alemanha Resíduos agrícolas Palha de trigo Sunliquid® Hidrólise enzimática Fermentação 1000 Abengoa Salamanca Espanaha Palha de ceveda, trigo e milho Hidrólise enzimática Fermentação 4000 Inbicon Kalundborg Dinamarca Palha de trigo Resíduos lignocelulósicos Hidrólise enzimática Fermentação 4300 Beta Renewables Crescentino Itália Palha de trigo Cana PROESA® Hidrólise enzimática Fermentação 40000 As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  23. 23. Biorefinaria – Floresta As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  24. 24. Termoquímicos Projecto Localização Foresty BtL Filandia Bioliq® Alemanha Chemrec Suécia Woodspirit Holanda FICFB - Güssing Áustria BioTFuel França tecnologia Carbo V Gseificação Pirólise Gasolina sintética DME Metanol Gasificação Biomtanol - FT Torrefação FT SNG Álcoois FT Torrefeação Tópicos Capacidade produção MWt 480 2 3/200 8 12 As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  25. 25. Microalgas • Produção de vários produtos As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  26. 26. Microalgas • Produção • • • • 270 L/ton seca de etanol 190 L/ton seca de biodisel 600.000 L/ha biodisel 60.000 L/ano Biodisel • Dificuldades • Custo elevado • Investimento As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  27. 27. Superfície ocupada - 2009 • Elevada área disponível As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  28. 28. SUPERFÍCIE TOTAL DAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS E RESPETIVA VARIAÇÃO As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  29. 29. Especialização Inteligente • • • • Aposta estratégica Caracter regional Vários parceiros I&DT direccionada As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  30. 30. Tópicos Sistemas Sustentáveis de Energia, Agricultura e Ambiente (BioEnergia) • • • • • • • • • • Tecnologias de tratamento e valorização ambiental Energias renováveis Tecnologia Electroquímica: baterias, células de combustível, electrólise, corrosão Fotoquímica, Fotocatálise e Nanomateriais Programação, Modelação, Optimização de Processos e Realidade Virtual Eco-logística Tecnologias de Produção Florestal Tecnologias de Produção Animal Tecnologias Agro-industriais Biodiversidade e Conservação de Recursos Genéticos As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  31. 31. Gaseificação Térmica • • • • • Unidade Piloto Gaseificador de leito fluidizado borbulhante Temperatura até 800 º C Pressão total abaixo de 1 bar 100 kg / h Heat Exchanger Fluidized-bed reactor Condenser Filter As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  32. 32. Estudos • • • • • Efeito da temperatura de gaseificação Optimização de poderes caloríficos Optimização da qualidade do gás de síntese Minimização do alcatrões Avaliação económica de pequenas unidades As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  33. 33. Avaliação económica • Combustíveis alternativo • Alternativa ao gás natural • • • • Português Alto-Alentejo: agro-indústrias, pequenas empresas dispersão territorial alta. • Desenvolver fontes de energia locais - perto do resíduo • Geração descentralizada de electricidade e combustíveis As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  34. 34. H2 electrolítico • Desenvolvimento de sistemas integrados de produção e armazenamento de energia As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  35. 35. H2 electrolítico • Desenvolvimento de electrolisadores eficientes para a produção de hidrogénio • Desenvolvimento de eléctrodos eficientes à base de óxidos semicondutores e fotocatalíticos As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  36. 36. Biodisel - Jatropha • Produção de biodiesel de 2.ª geração a partir de Jattropha • Moçambique • Galp As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  37. 37. Incubadora - Bioenergia • Incubadora de base tecnológica As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  38. 38. Conferência – 2014 & 2015 • BioEnergia Portugal • 2nd Waste, Water and Energy Management • 6th International Congress on Energy and Environment Engineering and Management As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis Tópicos 1. Biocombustíveis na Europa 2. Biocombustíveis de 2ª geração 3. Alentejo 4. Projectos C3i
  39. 39. Considerações finais • Os biocombustíveis já são na europa um caminho sem retorno • A EU está a fazer uma aposta na I&DT promovendo projectos de demonstração de tecnologias • A economia do H2 está a fazer o seu caminho As potencialidades do Alentejo no campo dos Biocombustíveis
  40. 40. Obrigado pela vossa atenção pbrito@estgp.pt

×