FORUM PORTUGAL ENERGY POWER: "Mais eficiência, Maior Competitividade em Portugal" by David Claudino
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

FORUM PORTUGAL ENERGY POWER: "Mais eficiência, Maior Competitividade em Portugal" by David Claudino

on

  • 198 views

David Claudino, Diretor Geral da Schneider Electric Portugal ...

David Claudino, Diretor Geral da Schneider Electric Portugal

Conferência Internacional Europe Business - "Mais eficiência, Maior Competitividade em Portugal"

FORUM PORTUGAL ENERGY POWER promovido pela ANJE no dia 21 de novembro, na Alfândega do Porto

Statistics

Views

Total Views
198
Views on SlideShare
198
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    FORUM PORTUGAL ENERGY POWER: "Mais eficiência, Maior Competitividade em Portugal" by David Claudino FORUM PORTUGAL ENERGY POWER: "Mais eficiência, Maior Competitividade em Portugal" by David Claudino Presentation Transcript

    • DAVID CLAUDINO Schneider Electric Portugal Contry President david.claudino@schneider-electric.com ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 1
    • Mais de 176 anos de história Indústria Metalúrgica 1836 Creation of Schneider at Le Creusot, France 1999 Groupe Schneider becomes Schneider Electric, focused on Power & Control Energia & Controlo 1996 Modicon, historic leader in Automation, becomes a Schneider brand 1991 Square D joins Groupe Schneider 1988 Telemecanique joins Groupe Schneider 1975 Merlin Gerin joins Groupe Schneider Século XIX ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 Século XX 2011 Gestão 2010 Acquisition of Areva’s de Energia Acquisition of Telvent distribution activity 2008 Acquisition of Xantrex 2007 Acquisition of APC corp. and Pelco 2005 Acquisition of Power Measurement Inc. 2003-2008 Targeted acquisitions in wiring devices and home automation (Lexel, Clipsal, Merten, Ova, GET, etc.) 2003 Acquisition of T.A.C 2000 Acquisition ofMGE UPS Systems Século XXI 2
    • ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 3
    • O Desafio da Energia Energia em 2050 Electricidade em 2030 Fonte: IEA 2007 Emissões de CO2 de modo a prevenir mudanças climáticas dramáticas (vs. nivel de 1990) Fonte: ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 IPCC 2007, figure (vs. 1990 level) 4
    • Ciclo de Gestão da Energia Qual a minha Estratégia? Desenvolver um plano claro, onde são fixados os seus objectivos e gráficos de evolução. Como eu compro? Negociar os melhores termos com todos os fornecedores minimizando os riscos Como eu Controlo? Monitorizar as suas operações para garantir a fiabilidade, qualidade de energia e precisão da factura. Como eu Optimizo? Executar projectos de Eficiência previstos com demonstração do ROI. Como eu Melhoro? Acesso a serviços robustos de suporte e software de reporte de modo a assegurar um óptimo desempenho. ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 5
    • O Desafio das Empresas O Sucesso da Gestão de Energia está na capacidade de aceder a um único sistema de armazenamento de dados que permita atempadamente a Análise e Reporte Fonte: “A New Era of Sustainability”, UN Global Compact-Accenture CEO Study 2010 7 •Melhorar a Eficiência através de decisões atempadas e suportadas por soluções flexiveis, escaláveis ajudará a conservar os recursos e a reduzir as despesas. •Acesso a todas as suas instalações através de tecnologias móveis inovadoras. •Gerir todos os equipamentos em tempo real de modo a maximizar a disponibilidade de energia. •Monitorizar a utilização dos recursos em toda a empresa, independentemente do local onde se encontra, através das nossas ferramentas na “cloud”. ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 6
    • O Desafio das Empresas das empresas indicam que “o aumento da análise dos dados de energia” é uma prioridade da Gestão de Energia Qual o condumo de electricidade do último mês no data Center? Tenho capacidade adicional nas minhas instalações no centro da cidade? ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 Consigo atingir as metas de redução das emissões de CO2? Os nossos custos de energia afectam os resultados trimestrais da empresa? Quando é que o equipamento necessita de manutenção? 7
    • Eliminar “as ilhas” dentro da Empresa •Dados Desconectados são uma barreira à Eficiência •Uma comunicação aberta entre sistemas permitirá o fluxo livre de informação, aumentando a agilidade e o controlo dos processos GESTÃO DE ENERGIA GESTÃO DE PROCESSOS E MÁQUINAS GESTÃO DO CENTRO DE DADOS O CEO, o CFO e o gestor de energia dominam com eficiência os custos operacionais dos negócios e efetuam o rastreio das potenciais poupanças de energia, tanto no local como nos vários níveis da empresa. GESTÃO DE EDIFÍCIOS GESTÃO DE SEGURANÇA ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 O gestor da unidade local assegura a continuidade do negócio, o conforto do ocupante, a segurança do equipamento e o desempenho da energia. Ao supervisionar as áreas integradas a partir de um único ponto, o gestor da unidade local pode pilotar ações em direção a um desempenho melhorado e agir rapidamente em qualquer situação. Mantenha o controlo da sua energia em qualquer parte do mundo com a Vigilância Remota. 8
    • O Desafio das Cidades As cidades de Hoje .... ... As cidades em 2050 Da Superficie do Planeta Da População Mundial Da População Mundial Do Consumo Global de Energia Das Emissões Globais de CO2 ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 Anos para duplicar o desenvolvimento da capacidade urbana 50% Da Redução das Emissões Globais de CO2 provém da 9
    • As Cidades necessitam de ser mais sustentáveis serem mais inteligentes, mais eficientes e mais vivas Aumento das necessidades de Mobilidade Aumento de pressão sobre as infraestruturas ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 Objectivos Ambientais mais ambiciosos Pressão económica Aumento do consumo 10
    • Soluções para Cidades Sustentáveis e Eficientes ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 11
    • Plataforma Integrada de Gestão em Edificios Active Energy Management™ Architecture from Power Plant to Plug™ Gestão de Sustentabilidade Empresarial Reporte de Emissões e eficiência água Monitorização & Previsão Energias Renováveis & CarregamentoEV Controlo Inteligente Energia e Motores Energia Critica e Refrigeração Voz Dados e Imagem Controlo AVAC Controlo de Iluminação Visibilidade Energética Monitorização e Controlo de energia Controlo de Acessos Video vigilância ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 12
    • Plataforma Integrada de Gestão na Indústria Active Energy Management™ Architecture from Power Plant to Plug™ Sistema Gestão de Produção Comando & Controlo de Processos Controlo de Máquinas Controlo de Motores Distribuição Eléctrica Monitorização e Controlo de Potência Segurança Energia critica Integração Simples ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 Interoperacionalidade entre sistemas 13
    • A Sustentabilidade é boa para os negócios É por isso que cada vez mais as organizações em todo o mundo implementam estratégias Sustentáveis Sustainable companies have outperformed their peers on net margin (+6%); return on assets (+3%); and return on equity (+11%) for the past eight years, reports the Harvard Business Review. Approximately $6 billion in assets are invested in a range of financial products, including mutual funds and ETFs (exchange-traded funds), that track the Dow Jones Sustainability Index. Chief Sustainability Officers (CSOs) can be found in corporations on the 2012 Green Biz Intelligence Panel (more than twice the number four years ago), according to its most recent survey. Since 2006, companies listed on the Carbon Disclosure Leadership Index (CDLI) have delivered returns of 67.4%, more than double the 31.1% return of the Global 500. Of corporations cited ‘increased energy data analytics’ as an energy management priority, according to a recent Verdantix study. ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 14
    • Acelerar a eficiência e a sustentabilidade ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 15
    • O portal Web on-line Resource Advisor da Schneider Electric, coloca os dados de Energia e de Sustentabilidade, ao dispôr dos seus utilizadores. O Resource Advisor é uma plataforma global para a recolha de dados de energia, reporte das emissões de gases com efeito de estufa e análise completa de cenários referentes a projectos de energia e sustentabilidade Tecnologia que gere, e prevê as métricas chave de sustentabilidade, como carbono, água, resíduos, e responsabilidade social corporativa Adaptável às suas necessidades Conhecer os seus custos e utilizações Controlar o seu impacto Seguir o seu desempenho Gerir Projectos & Cenários Desenvolver Diagnósticos Comunicar & Colaborar ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 16
    • A Sustentabilidade na ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 17
    • A Sustentabilidade na ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 18
    • Primeiro Edifício do mundo a obter a certificação ISO 50001 ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 19
    • ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 20
    • Cursos de Gestão de Energia: Adaptáveis, de acordo com as suas necessidades de formação Acessíveis, Globalmente e em qualquer altura Funcionais, seguindo as últimas tendências de mercado Rápidos, em menos de uma hora Gratuitos Reconhecidos ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 21
    • Schneider Electric Portugal Avenida do Forte nº 3 Edifício Suécia III – 3º piso 2794-038 CARNAXIDE www.schneider-electric.com ANJE – Conf. Internacional – Mais Eficiência maior competitividade em Portugal – Nov.2013 22