Ficha de leitura: a conspiração - dan brown
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Ficha de leitura: a conspiração - dan brown

on

  • 3,037 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,037
Views on SlideShare
3,036
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
45
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Ficha de leitura: a conspiração - dan brown Ficha de leitura: a conspiração - dan brown Document Transcript

  • 6350214630Ficha de Leitura<br />Nome do autor: Dan Brown<br />Título: A conspiração<br />Editor: Bertrand Editora<br />Local e data: Lisboa, Janeiro de 2010<br />Informações sobre o autor:<br /> Dan Brown é um escritor norte-americano que nasceu a 22 de Junho de 1964 em Exeter. É o mais velho de três filhos. A sua mãe, Constance Connie, tocava órgão na igreja e, o seu pai, Richard G. Brown ensinava matemática para o Ensino Secundário. Dan e os seus irmãos foram criados na escola pois, como os seus pais eram professores do colégio, foram requisitados a viver no campus por diversos anos. Frequentou a escola dominical, cantando no coro da igreja e passava os Verões no acampamento da igreja.Após a graduação na Phillips Exeter em 1982, Dan Brown entrou para o Amherst College, onde foi membro da Fraternidade Psi Upsilon. Durante o seu primeiro ano em Amherst, foi à Europa para estudar História da Arte na Universidade de Sevilha, Espanha, onde começou a estudar seriamente os trabalhos de Leonardo Da Vinci (que mais tarde teriam uma importância crucial num dos seus romances). Deu aulas de inglês durante anos até conseguir escrever a tempo inteiro. Ficou muito conhecido devido aos polémicos bestsellers “O Código da Vinci” e “Anjos e Demónios”, que já foram adaptados para filme.<br />Outras obras do autor: “Fortaleza Digital”; “Anjos e Demónios”; “A conspiração”; “O código Da Vinci”; “The Lost Symbol”.<br />Comentário: Este foi o segundo livro que li do escritor Dan Brown e tal como o primeiro gostei bastante. A escrita do autor mais uma vez conseguiu-me cativar devido a todo o mistério, suspense e, tal como não poderia deixar de ser, também devido a todas as reviravoltas que envolve o enredo. Na minha opinião toda a história está muito bem conseguida e acontecem sempre coisas inesperadas. Recomendo a sua leitura porque é daqueles livros que não apetece parar de ler.<br />Resumo: <br /> A história começa com a “apresentação “ de Sedgewick Sexton, um candidato à presidência dos Estados Unidos, que tem uma filha, Rachel Sexton, e com a qual ele não possui uma boa relação pois, entre outras coisas, acusa-a de trabalhar para o seu opositor nas presidenciais e ainda presidente dos EUA, Zachary Herney. Rachel trabalha no NRO, o centro de informação dos EUA, e basicamente faz resumos de informação bastante detalhada para o presidente. Certo dia, Rachel é chamada ao gabinete do seu director, William Pickering, que lhe diz que ela foi convocada pela Casa Branca para se encontrar com o presidente naquele mesmo momento. E Rachel aceita.Esta encontra-se com Zachary Herney ele pede-lhe que ela vá ao Pólo Norte.<br /> Rachel acaba por viajar para a plataforma de Milne, que se situa por cima do Árctico, pois um satélite da NASA descobriu aí, muito recentemente, um estranho objecto e ela terá de avaliar essa descoberta. Ao lá chegar é lhe explicado pelo administrador do local, Lawrence Ekstrom, que o objecto encontrado é um meteorito mas que contém no seu interior fósseis, e que isso pode ser uma prova em como existe vida noutros planetas. Esta descoberta revela ter também grande importância política pois a NASA é financiada pelo presidente dos EUA e, devido aos gastos exorbitantes desta Agencia, ela torna-se uma das principais críticas na campanha de Sedgewick. À parte disso, Rachel junta-se assim a quatro cientistas civis, entre eles Michael Tolland, um famoso oceanógrafo, na pesquisa para comprovar a descoberta da NASA.<br /> Durante as investigações da autenticidade do meteorito dois dos cientistas são mortos e, aí eles percebem que aquele meteorito pode não passar de uma fraude científica, tendo sido ali colocado de propósito. Depois disso Rachel, Michel e outro cientista, Corky Marlinson, são atacados por Forças Especiais e chegam a ser dados como mortos, mas na verdade são resgatados por um submarino. Daí Rachel contacta o director William, diz-lhe o que se está a passar e eles são enviados de volta a casa. Nessa altura é anunciado pelo presidente Herney a descoberta do meteorito mas Gabrielle, a ajudante da campanha do pai de Rachel, acaba por descobrir que não foi a NASA quem o encontrou, mas sim um geólogo que logo a seguir à descoberta teria sido assassinado. Por causa de tudo o que estava a passar, a ajudante de Zachary Herney marca um encontro com o director William Pickering e é assassinada a mando deste. <br /> Prestes a desembarcar, Tolland sugere que usem os equipamentos que têm ali para analisar fragmentos do meteorito e verificam que ele é falso. Rachel informa Pickering disso mesmo, só que este está envolvido em tudo isso, tal como o administrador Ekstrom, e acabam por tentar matá-los pois eles sabem a verdade. Entretanto Corky consegue fugir com numa lancha e Rachel aproveita e envia documentos sobre a verdade para o seu pai, na esperança que ele os consiga ajudar. Mesmo sem a ajuda de Sexton (que só queria usar os documentos para ganhar as eleições, mas que no final acaba por ser tramado por Gabrielle) eles conseguem escapar, ao contrário de Pickering que morre. No final o presidente conta toda a verdade à população e é de novo eleito; já Rachel fica com Tolland.<br />