Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Assessoria de Imprensa na Era das Redes Sociais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Assessoria de Imprensa na Era das Redes Sociais

  • 12,085 views
Published

Estratégia de comunicação utilizada pela e-Press, que integra assessoria de imprensa e redes sociais

Estratégia de comunicação utilizada pela e-Press, que integra assessoria de imprensa e redes sociais

Published in Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
12,085
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6

Actions

Shares
Downloads
682
Comments
1
Likes
9

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A Assessoria de Imprensa na Era das Redes Sociais
  • 2. “O novo tripé jornalístico, calcado no entretenimento, prestação de serviços e informação, modificou de vez as atividades e funções da assessoria de imprensa. Se antes toda e qualquer notícia era fornecida para a imprensa somente por palavras (escritas), agora, cada vez mais, novas tecnologias complementares tornam o trabalho dos comunicadores mais complexo e inovador”. Trecho de artigo de Rodrigo Capella, jornalista, publicado em 23/02/2010 no Comunique-se. A e-Press acredita nesta premissa e trabalha desta forma desde 2007.
  • 3. Apresentação  Veículos alvo (?)  Análise de conjuntura  Vamos falar de conteúdos alvo?  Assessoria de imprensa jornalística (veículos definidos pelo conteúdo)  Mas e o diferencial? Fim da fragmentação da comunicação  Esquema de produção e difusão de conteúdo  Blog Vida Executiva (Patrocinado)  Canal de vídeos  Slideshare  Newsletter eletrônica  Outras redes sociais  Áudios para rádios e podcasts  Eventos face a face  Seminário WEB (Patrocinado, com venda de inscrições)  Relatórios gerenciais de resultados  Estratégia de relacionamento  Custo se a comunicação fosse fragmentada  Custo da comunicação integrada pela e-Press  Cuidados com a “juniorização”  Contato O mundo mudou e as comunicações corporativas precisam acompanhar estas mudanças
  • 4. Veículos “alvo”  Muitas empresas acreditam que precisam ter suas marcas divulgadas em alguns poucos “veículos alvo”. Alvo para quem? ?
  • 5. Conjuntura (1)  Estes veículos são “alvo” para todas as empresas e assessorias convencionais  Disputa por espaço é dramática  Jornalistas recebem mais de 200 e-mails e contatos de assessorias por dia  Publicações segmentadas (Melhor, Você SA e RH, Negócios, HSM) valorizam mais conteúdos de anunciantes Mais do que isso, é preciso criar canais alternativos  Para ganhar espaço nestes veículos de modo (e significativos) de consistente é preciso inovar no conteúdo comunicação, onde a empresa possa aparecer sozinha.
  • 6. Conjuntura (2)  Pesquisas apontam para a emergência de outros “veículos alvo”  90% dos executivos de médio e alto escalões acessam redes sociais (Linkedin, Facebook, Youtube) *  68% dos internautas brasileiros veem vídeos pela Internet * * Nielsen Ibope 2010
  • 7. Conteúdos alvo  Assim, mais importante do que definir “veículos alvo”, a comunicação • S rod uisa o • P esq açã • C erv uto s empresarial deve definir conteúdos o • E onh iços s • P nov o s s e nt çã rti me alvo, que alcancem os públicos de •I • A xpe eci i al interesse da empresa onde eles oc estiverem  Jornal ou revista, blog ou tv, vídeo na Internet ou apresentações no Slideshare
  • 8. Toda empresa produz conhecimento. Como valorizar isso em um mercado onde todas as companhias são parecidas?
  • 9. Assessoria de imprensa  Foco da assessoria de imprensa deve ser o de produzir conteúdo que ajude a difundir informações sobre a empresa onde ela é expert (tecnologia, saúde, varejo, segurança)  Produção de informação não deve se limitar a “textos para a imprensa” sobre produtos ou serviços, mas deve divulgar notícias também por outras tecnologias como áudios, vídeos e até encontros face a face Jornalistas valorizam  Atividades relacionadas: notícias e não textos – Midia trainning publicitários sobre virtudes de empresas – Encontros com jornalistas (e clientes) ou produtos
  • 10. Fim da fragmentação • Fragmentação reduz resultados e eleva custos – Assessoria de imprensa t rne • Textos para a imprensa, contato com jornalistas Inte – Internet Assessoria de Imprensa • Blogs, redes sociais – Vídeos • Institucional, canal de vídeos Relações Públicas – Relações Públicas Vídeos • Eventos face a face – Propaganda • Material de divulgação
  • 11. Integrando a comunicação • Produção de conteúdo informativo é o ponto central da atividade de assessoria de imprensa • A partir daí, a e-Press propõe agregar as seguintes ações: – Blog Corporativo – Canal de Vídeos no Youtube – Posicionamento no Slideshare – Newsletter mensal eletrônica – Difusão de informação em redes sociais • Facebook, Twitter – Áudios para rádios e podcasts – Eventos para jornalistas – Seminário WEB
  • 12. Matéria prima é a notícia • Considere que sua empresa quer divulgar o lançamento de um produto ou serviço • As assessorias de imprensa tradicionais fazem um texto sobre a ação e o enviam aos jornais • Mas isso é notícia? • Ou a notícia é a inovação, o mercado, o interesse do público, a maneira como as pessoas usam o produto ou serviço, as Onde está a notícia, onde mudanças de atitude ou comportamento está o novo naquilo que que o produto ou serviço provocam? sua empresa está fazendo?
  • 13. A notícia pauta o mundo • Quando produz NOTÍCIAS, a assessoria de imprensa pode colocar em funcionamento um poderoso mecanismo de comunicação, ao integrar as mídias online e redes sociais no processo de comunicação • Assim, a assessoria de imprensa deixa de ter feições “publicitárias” e assume o papel para o qual foi criada, de apoiar os jornalistas na busca por informação de interesse público Por que muitas agências de publicidade procuram dar feições de “reportagem” a suas propagandas? Pela simples razão de que os conteúdos editoriais têm mais credibilidade.
  • 14. Mas como?
  • 15. 2. Notas para o A comunicação blog como processo enfatizando aspectos 3. Vídeos para o mais pessoais Blog e canal da notícia 1. Texto para a de vídeos no imprensa no Youtube debatendo formato de notícia, o conceito ressaltando o novo no contexto. Sua empresa vai lançar produto ou serviço. Texto fala 7. Avaliação de de mercado, resultados e 4. Gravação de inovação, áudios para produção de tendências. novos conteúdos rádios e podcasts apontados pelas tendências 6. Produção de 5. Promoção de formatos eventos a partir alternativos para do conceito a difusão da como palestras informação como A nova em universidades Slideshare e assessoria de Seminário WEB imprensa
  • 16. Blog • O blog reproduz todas as notícias criadas para a atividade de assessoria de imprensa, em seu formato específico • Um blog genérico, sobre o mercado onbde a empresa atua, pode até atrair patrocínio, reduzindo os custos de comunicação da empresa • Imagine uma empresa de Gestão de Risco produzindo um blog conceitual sobre o tema e atraindo outras empresas interessadas em expor suas marcas O Blog da ABRH-Nacional conquistou o Prêmio Aberje 2009
  • 17. Não dá para comparar Blog “Manual do Executivo Ingênuo”, que analisa o mundo corporativo com viés crítico, do jornalista Adriano Silva, tem mais leitores em uma semana do que a Revista Exame tem em uma quinzena. Ele é publicado na Rede Exame de Blogs. É mais provável que o público de interesse da Lens & Minarelli esteja entre os leitores do blog. Vejam quem anuncia no blog.
  • 18. Canal de vídeos • A produção de conteúdo para assessoria de imprensa é acompanhada de gravação de vídeos digitais para o blog • Estes vídeos são alocados em um canal de vídeos no Youtube que, com o tempo, passam a ser videotecas de conhecimento, atraindo o interesse de milhares de pessoas • Os vídeos ajudam a pautar os jornalistas e atraem o interesse pelos conteúdos da empresa Entrevista em vídeo realizada pela e-Press com José Augusto Minarelli, em 2008, no aniversário do CEAP-RH, para o Blog da ABRH Nacional. Este vídeo, junto a outros 300 (todos produzidos pela e-Press), segue sendo visualizado mesmo passados quase dois anos. O Blog da ABRH foi criado como suporte a ação de assessoria de imprensa.
  • 19. Slideshare • O Slideshare é um site onde é possível acessar apresentações no formato powerpoint ou pdf • É muito usado pelo universo acadêmico, mas também por executivos, gestores, estudantes, professores Área da e-Press no Slideshare, com 56 apresentações, palestras e seminários, que alcançam já mais de • A e-Press cria uma apresentação e a 100.000 visitantes disponibiliza em área da empresa, visando difundir a imagem da empresa como geradora de conhecimento Área da ABRH-Nacional no Slideshare, criada pela e- Press como suporte a assessoria de imprensa
  • 20. Newsletter eletrônica • Dada a grande quantidade de conteúdo produzida pela e-Press, a newsletter eletrônica torna-se um canal de divulgação destas informações para o público de interesse da empresa, levando visitas ao site, ao blog, ao canal de vídeos e slideshare • Ela é totalmente integrada às demais atividades de comunicação da empresa Algumas newsletters produzidas pela e-Press: -ABRH-Nacional (mensal) - CONARH (nos quatro meses que antecedem o evento) - T-Systems (empresa de TI) - Komando Gerenciamento de Riscos - RH Internacional
  • 21. Outras redes sociais • Toda matéria enviada para a imprensa ou nota publicada no blog ou vídeo postado no canal de vídeos são divulgados em pequenas notas em redes sociais como Facebook, Twitter e Orkut • Estas atividades ajudam a levar visitantes para o blog, canal de vídeos, site, fortalecendo a imagem da empresa É importante perceber que estas atividades são, na verdade, derivadas da assessoria de imprensa e ajudam a trazer visitantes aos canais de comunicação da empresa
  • 22. Áudios para rádios e podcasts  Boa parte do material produzido para a imprensa no formato de texto pode ser gravado, também, no formato de áudio, assim como uma entrevista  Estes áudios são enviados às rádios em MP3 e costumam ser aproveitados na íntegra  Existem milhares de rádios no país que não têm áreas de jornalismo e valorizam A e-Press desenvolve podcasts para a ABRH-Nacional divulgando manifestos, conteúdos como dicas para uma carreira inauguração de seccionais, entrevistas sobre temporários, entre outras promissora ou para mudanças de carreira atividades de sucesso
  • 23. Eventos face a face  Eventos face a face são a segunda mais importante ferramenta de marketing da atualidade O conteúdo gerado por estes eventos  São momentos de integração, alimenta o blog, o canal de vídeos e até pode render pautas para a imprensa reunião, relaxamento e troca de experiência e não devem ter como objetivo “vender” ou “empurrar” coisas para a imprensa ou clientes
  • 24. Seminário WEB  A Internet está madura para a difusão de conhecimentos reunindo ferramentas de comunicação como vídeos, power point, áudios e interação via fóruns ou chat  Os Seminários WEB reúnem ao menos dez palestrantes sobre temas como Inovação em RH, Vida Executiva, Empresa Familiar, entre outros temas Esta é uma palestra demonstrativa de como seria um Seminário WEB.  São importantes mecanismos de difusão de Você pode acessá-la em: conhecimento, vendas, relacionamentos http://didaxis.dnsalias.com:8080/kt_didaxis_desen/testes/ epress/presentation/presentation.asp  Toda empresa atua em segmentos que produzem A e-Press está desenvolvendo várias ações de muita informação e conteúdo, que podem se Seminários WEB: traduzir em um Seminário WEB que ajude a - Inovação em RH (MicroPower) difundir a marca - SOS Empresa Familiar (Unisescon) - Inovação e Criatividade (CriaBrasilis) - Impacto do Rodoanel na Logística (ASLOG)
  • 25. Resultados  Atividades de comunicação exigem avaliação permanente de resultados de modo quantitativo e qualitativo  A e-Press produz relatórios mensais de resultados profundos, com análise de tendências e que fazem parte do escopo de todo contrato Estes relatórios registram todas as informações importantes sobre as atividades de comunicação como textos enviados, jornalistas contatados, matérias publicadas, visitas ao blog, visitas ao vídeo e ao slideshare, seguidores no twitter, entre vários outros
  • 26. Estratégia de relacionamento BLOG: Canal de Vídeos: 1.Empresas 1. Jovens 2. Executivos 2. Estudantes 3. Jornalistas 3. Pesquisadores 4. Jornalistas Slideshare: Newsletter: 1. Pesquisadores, 1. Institucional professores, 2. Clientes estudantes Empresa 2. Empresas 3. Institucional Outras redes sociais: 1. Universitários Seminário WEB: 2. Jovens 1. Todos 3. Shoppers Eventos face a face 1. Jornalistas 2. Executivos 3. Parceiros 4. Clientes
  • 27. Orçamento fragmentado  As assessorias de imprensa, via de regra, não têm como Assessoria desenvolver estas atividades de modo integrado, pois de Imprensa sua filosofia e razão de ser estão associados a modelos de negócios do século passado Relações Públicas  Por isso, quando muitas dizem “comunicação integrada”, na verdade o que fazem é reunir vários provedores de serviços diversos sob um mesmo orçamento, o que encarece o custo da comunicação  Criar produtos de comunicação auto-sustentáveis, que ajudem ao cliente a bancar os custos da comunicação, isto é impensável para a grande maioria
  • 28. Orçamento e-Press  Como a e-Press integra as atividades a partir de um núcleo central de produção de conteúdo, que cria em diversas mídias (texto, vídeo e áudio), o custo final do processo de comunicação é muito mais acessível às empresas e organizações  Além disso, a e-Press pensa os produtos de comunicação de modo auto- sustentável, capazes de gerar receita para o cliente e amortizar ou até eliminar os custos com comunicação, que se torna muito mais efetiva e criativa, pois precisa gerar audiência
  • 29. E por falar em “juniorização” • Também acontece (e muito) em assessorias de imprensa • Contas pequenas são atendidas por pessoas com perfil ainda imaturo • Para atender seus clientes a e-Press Comunicação destacar núcleos que cuidam de todo o processo, envolvendo produção de conteúdo, relacionamento com os públicos de interesse das organizações, avaliação e mensuração de resultados, design dos canais de comunicação e até a parte operacional da atividade
  • 30. Mais informações