Material apoio vc1_urbanizacao

149 views

Published on

VC1

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
149
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Material apoio vc1_urbanizacao

  1. 1. A Urbanização em Debate Ghisleine Trigo Silveira
  2. 2. Origem das primeiras cidades agricultura irrigada nas planícies dos grandes rios (Oriente Próximo) Um pouco sobre a história das cidades...
  3. 3. Quando surgiram as primeiras cidades
  4. 4. Pequenos povoados deram origem a cidades
  5. 5. A atração pela cidade... Século XVIII - início do processo moderno de urbanização (Revolução Industrial) Europa Demais Áreas Desenvolvidas Em 1850, Inglaterra tinha mais de 50% da população nas cidades...
  6. 6. Mundo em Desenvolvimento – Urbanização é um fato recente... A atração pela cidade...
  7. 7. Gráfico: World Urbanization Prospect 2007 - ONU
  8. 9. Geração x Impactos
  9. 10. Doenças Associadas ao Lixo doenças “migram” do campo para as cidades Migração de Vetores para o Ambiente Urbano
  10. 11. Vetores são veículos de parasitas Mecânicos Biológicos Agentes Parasitas transferidos por contato externo <ul><li>O vetor é também infectado (com ou sem sintomas) </li></ul><ul><li>Parte do ciclo da doença ocorre no vetor </li></ul>
  11. 12. Vetores são geralmente artrópodes: insetos, aranhas e camarões, entre outros Os Vetores em foto de um lixão próximo a cidade .
  12. 13. O caso da dengue X Aedes aegypti no Brasil <ul><li>Primeiros casos: década de 1920 </li></ul><ul><li>Na década de 1930, para controle da febre amarela, o Aedes aegypti foi erradicado do Brasil: não ocorrem mais casos de dengue. </li></ul>
  13. 14. O caso da dengue X Aedes aegypti no Brasil <ul><li>Reinfestação do país pelo Aedes aegypti </li></ul><ul><ul><li>1981: epidemia na região Norte (Boa Vista/Roraima) </li></ul></ul><ul><ul><li>1986: epidemia no Estado do Rio de Janeiro (sorotipo 1) </li></ul></ul>
  14. 15. <ul><ul><li>1990/1991: sorotipo 2 (dengue hemorrágica) </li></ul></ul><ul><ul><li>A partir de 1995: casos de dengue em todas as regiões do país. </li></ul></ul>O caso da dengue X Aedes aegypti no Brasil
  15. 16. A reinfestação pelo Aedes aegypti Dengue em mais de 100 países das américas, ilhas do pacífico, Ásia e Mediterrâneo
  16. 17. O ressurgimento dos casos de febre amarela Áreas de risco / 2004 Referência mapa - OMS 2004
  17. 18. <ul><li>Cientistas do Reino Unido e Estados Unidos criaram uma linhagem de fêmea do Aedes aegypti que não consegue voar. </li></ul>Dengue: A solução da Biotecnologia
  18. 19. <ul><li>Alteração genética dos machos: não ocorre desenvolvimento da musculatura das asas. </li></ul><ul><li>Machos alterados x fêmeas selvagens </li></ul><ul><li>descendentes que não voam </li></ul>Dengue: A solução da Biotecnologia
  19. 20. Produção de lixo por morador, em quilos, em 2008
  20. 22. A Política dos 3 RS
  21. 24. O que é Efeito Estufa? uma Analogia Energia Solar A estufa não deixa o ar quente sair O ar se aquece no interior da estufa ESTUFA
  22. 25. Na Terra, a atmosfera funciona como a barreira física da estufa: retém parte do calor da energia solar na superfície do planeta (absorve radiação infravermelha). O que é Efeito Estufa? uma analogia
  23. 26. O que é Efeito Estufa? É um fenômeno natural – ocorre há bilhões de anos e vem mantendo a temperatura em níveis compatíveis com a vida.
  24. 27. O efeito estufa é tratado como “poluição” quando aumentam os níveis dos gases estufa , o que pode colocar em risco a manutenção da vida no planeta.
  25. 28. Gases do Efeito Estufa <ul><li>Os gases que constituem a atmosfera não absorvem a radiação infravermelha: logo, não causam o efeito estufa: </li></ul><ul><ul><ul><li>Nitrogênio; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Oxigênio. </li></ul></ul></ul>
  26. 29. <ul><li>Gases que causam o efeito estufa: </li></ul><ul><li>conseguem absorver a </li></ul><ul><li>radiação infravermelha </li></ul><ul><ul><li>Dióxido de carbono (CO 2 ); </li></ul></ul><ul><ul><li>Óxido de nitrogênio (NO 2 ); </li></ul></ul><ul><ul><li>Clorofluorcarbonetos (CFCs); </li></ul></ul><ul><ul><li>Metano (CH 4 ). </li></ul></ul>Gases do Efeito Estufa
  27. 30. Fontes de Produção dos Gases do Efeito Estufa Dióxido de carbono (CO 2 ): queima de combustíveis fósseis, nas atividades de transporte ou industriais; Óxido de nitrogênio: processos de combustão de veículos automotores.
  28. 31. Clorofluorcarbonetos (CFCs): produção de aerossóis, de espuma e na indústria de ar-condicionado; Metano (CH 4 ): decomposição da matéria orgânica de aterros sanitários, esgotos, rios poluídos etc. Fontes de Produção dos Gases do Efeito Estufa
  29. 32. Como Reduzir os Gases do Efeito Estufa? 60% dos gases do efeito estufa no mundo Produção de energia - Geração de eletricidade, aquecimento e refrigeração, transporte e indústria.
  30. 33. <ul><li>Redução do consumo de energia elétrica </li></ul><ul><li>Produção de energia “limpa” (renovável) </li></ul>Usinas termelétricas concorrem para a redução do efeito estufa? Como Reduzir os Gases do Efeito Estufa?
  31. 34. Consumo de energia – 22,3% Capacidade total de refrigeração  - 3,51% Eficiência Energética 3,31
  32. 35. Ilhas de calor nas cidades
  33. 36. Ilhas de Calor no Município de São Paulo
  34. 37. Sampa Caetano Veloso http://letras.terra.com.br/caetano-veloso/41670/

×