Primeira Infância - Olhares e Desafios

3,946 views
3,530 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,946
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
959
Actions
Shares
0
Downloads
80
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Primeira Infância - Olhares e Desafios

  1. 1. PRIM EIRA INFÂNCIA OLHARES E DESAFIOS
  2. 2. PRIMEIRA INFÂNCIA A Primeira Infância é o período que vai da concepção até os seis anos de idade, é a base para todas as aprendizagens humanas. Estudos demonstram que a qualidade de vida de uma criança entre o nascimento e os seis anos de idade pode determinar as contribuições que ela trará à sociedade quando adulta. Se este período incluir suporte para o crescimento cognitivo, desenvolvimento da linguagem, habilidades motoras, adaptativas e aspectos sócio emocionais, a criança terá uma vida escolar bem-sucedida e relações sociais fortalecidas.
  3. 3. PRIMEIRA INFÂNCIA Aliado à boa alimentação, o estímulo adequado às crianças de até 6 anos gera benefícios que vão desde o aumento de aptidão intelectual (que qualifica o acompanhamento escolar e diminui os índices de repetência e de evasão escolar) até a formação de adultos preparados para aprender a lidar com os desafios do cotidiano. Neste sentido, a educação infantil tem papel primordial. A primeira etapa da educação básica complementa a ação da família no desenvolvimento físico, psicológico, intelectual e social. Oferecida em creches ou entidades equivalentes para crianças de até 3 anos de idade e em pré-escolas para crianças de 4 e 5 anos, a atividade exige atenção especial.
  4. 4. PRIMEIRA INFÂNCIA Estudos demonstram que é durante a primeira infância que o cérebro humano desenvolve a maioria das ligações entre os neurônios. Até os 3 anos de idade, as cerca de 100 bilhões de células cerebrais com as quais uma criança nasce desenvolvem 1 quatrilhão de ligações. O número é o dobro de conexões que um adulto possui. Aos 4 anos, estima-se que a criança tenha atingido metade do seu potencial intelectual.
  5. 5. PRIMEIRA INFÂNCIA Quando focado em famílias em situação de pobreza, o desenvolvimento infantil pode romper um ciclo de falta de oportunidades. No Brasil, o grupo é um dos mais vulneráveis da população. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD 2006), quase metade (45%) das famílias brasileiras com crianças de 0 a 6 anos vivem com rendimento mensal per capita de até meio salário mínimo. Altas taxas de mortalidade, desnutrição infantil, falta de registro civil, violência doméstica e a tradição do cuidado básico em detrimento da prática educacional são algumas das condições adversas ao pleno desenvolvimento infantil que devem ser observadas em políticas públicas.
  6. 6. DIREITOS DA PRIMEIRA INFÂNCIA Considerar os direitos fundamentais das crianças requer compreender a importância do Estado assumir a educação da infância em parceria com suas famílias, garantindo a universalização da oferta de vagas e a qualidade do atendimento expressa em instituições estruturadas, com profissionais bem remunerados e com projetos pedagógicos que respeitem a especificidade da criança pequena.
  7. 7. ALGUNS DESAFIOS • Construção de espaços educativos em comunidades locais, capazes de despertar nas crianças o sentido de pertencerem ao coletivo que as rodeia; • A criação de mecanismos de justiciabilidade e exigibilidade do direito à educação e ao cuidado na primeira infância; • A adequação da educação na primeira infância às características sociais e culturais de cada grupo; a sistematização, • O monitoramento e a prestação de contas sobre políticas para a infância; • Envolvimento de diversos atores em ações com o objetivo de garantir os direitos da infância: crianças, famílias, a comunidade e os meios de comunicação
  8. 8. SISTEMA GARANTIA DE DIREITOS SITUAÇÃO ATUAL Desarticulado
  9. 9. SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS SITUAÇÃO IDEAL
  10. 10. Edinho Santana Conselheiro Estadual Sociedade Civil CONDECA - SP Instituto Vida São Paulo edinhosantanacondeca@gmail.com Cel. 11.975458959

×