UniãO Europeia

8,887 views

Published on

Published in: News & Politics
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,887
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
936
Actions
Shares
0
Downloads
180
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Descobrir a História 9 Porto Editora
  • Descobrir a História 9 Porto Editora
  • UniãO Europeia

    1. 1. COMO NASCEU E SE EXPANDIU A COMUNIDADE EUROPEIA?
    2. 2. Nascimento e expansão da COMUNIDADE EUROPEIA <ul><li>QUEM FORAM OS FUNDADORES? </li></ul>Jean Monnet (1888-1979) Consultor económico e político francês; Dedicou a sua vida à causa da integração europeia, tendo sido o inspirador do «Plano Schuman» que previa a fusão da indústria pesada; Conduziu a criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, considerada o antecedente da União Europeia. Robert Schuman (1886-1963) Advogado reconhecido, foi ministro dos Negócios Estrangeiros da França; Em colaboração com Jean Monnet elaborou o conhecido Plano Schuman, que tornou público em 9 de Maio de 1950, dia que é hoje comemorado o nascimento da União Europeia;
    3. 3. Nascimento e expansão da COMUNIDADE EUROPEIA <ul><li>COMO COMEÇOU? </li></ul>BENELUX Área de livre comércio CECA Comunidade Europeia do Carvão e do Aço É formado pelas iniciais dos nomes dos três países aderentes: BE lgie , NE ederlands e LUX embourg . (Bélgica, Holanda e Luxemburgo). A CECA tinha como objectivo a integração das indústrias do carvão e do aço dos países europeus ocidentais. Uniu os países do Benelux juntamente com a França, a Itália e a República Federal Alemã.
    4. 4. A FORMAÇÃO DA CEE <ul><li>O nascimento da Comunidade Económica Europeia </li></ul><ul><li>O Tratado de Roma é o nome dado a dois tratados: </li></ul><ul><li>Tratado Constitutivo da Comunidade Económica Europeia (CEE). </li></ul><ul><li>Tratado Constitutivo da Comunidade Europeia da Energia Atómica (Euratom). </li></ul><ul><li>Foram assinados em 25 de Março de 1957, em Roma, pela Alemanha, França, Itália, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo. </li></ul><ul><li>Entrou em vigor em 1 de Janeiro de 1958. </li></ul>
    5. 5. A criação de um MERCADO COMUM: Texto oficial, cit. em J. Gothier, À La Rencontre des Hommes (…) Artigo 2.º - A Comunidade tem por missão pelo estabelecimento dum mercado comum e pela aproximação progressiva das políticas dos estados-membros, promover um desenvolvimento harmonioso das actividades económicas no conjunto da Comunidade, uma expansão contínua e equilibrada, uma maior estabilidade, um aumento acelerado do nível de vida e relações mais estreitas entre os estados que ela reúne. (…) O TRATADO DE ROMA PERMITIU MERCADO SEM FRONTEIRAS DESENVOLVIMENTO HARMONIOSO DOS ESTADOS-MEMBROS AUMENTO ACELERADO DO NÍVEL DE VIDA
    6. 6. A livre circulação: <ul><li>Artigo 3.º - Para atingir os objectivos enunciados no artigo precedente, a acção da comunidade comporta, nas condições e segundo os ritmos previstos pelo presente tratado: </li></ul><ul><li>A eliminação, entre os estados- -membros, dos direitos aduaneiros e das restrições quantitativas à entrada e saída de mercadorias (…); </li></ul><ul><li>A abolição, entre os estados-membros, dos obstáculos à livre circulação de pessoas, serviços e capitais; </li></ul><ul><li>A aproximação das legislações nacionais na medida necessária ao funcionamento do mercado comum. </li></ul>O TRATADO DE ROMA PERMITIU ELIMINAÇÃO DOS DIREITOS ADUANEIROS LIVRE CIRCULAÇÃO DE PESSOAS, SERVIÇOS E CAPITAIS APROXIMAÇÃO DAS LEGISLAÇÕES NACIONAIS
    7. 7. O ALARGAMENTO DA UNIÃO Os Europeus podem ir do Círculo Polar Árctico ao Mediterrâneo sem fronteiras. T. R. Reid, National Geographic , Janeiro de 2002
    8. 8. OS 27 ESTADOS-MEMBROS DA UE HOLANDA GRÉCIA ALEMANHA ESLOVÁQUIA BÉLGICA ROMÉNIA HUNGRIA DINAMARCA IRLANDA SUÉCIA FINLÂNDIA MALTA PORTUGAL ESLOVÉNIA INGLATERRA LUXEMBURGO ESPANHA CHIPRE FRANÇA REP. CHECA LETÓNIA ITÁLIA BULGÁRIA ESTÓNIA POLÓNIA ÁUSTRIA LITUÂNIA CAPITAL PAÍS CAPITAL PAÍS AMESTERDÃO LONDRES ATENAS LUXEMBURGO BERLIM MADRID BRATISLAVA NICÓSIA BRUXELAS PARIS BUCARESTE PRAGA BUDAPESTE RIGA COPENHAGA ROMA DUBLIN SÓFIA ESTOCOLMO TALLIN HELSÍNQUIA VARSÓVIA LA VALLETA VIENA LISBOA VILNIUS LIUBLIANA
    9. 9. [O Tratado Reformador] foi muito importante para todos os europeus que têm no projecto de integração europeia a referência para vencer os desafios do futuro […] alcançar a paz, o desenvolvimento económico e a estabilidade. Presidente da República, Cavaco Silva, 20 de Outubro de 2007 Assinatura do Tratado Reformador, em Lisboa, durante a Presidência Portuguesa na União Europeia
    10. 10. Os cidadãos da UE podem viver, trabalhar, estudar e viajar em todo o espaço comunitário. Centro de Informação Europeia, Jacques Delors Não coligámos estados, unimos Homens. Jean Monnet As diferenças são coisas com que queremos viver, não combater. John Hume, Membro do Parlamento Europeu, in National Geographic , 2002 www.eu2007.pt

    ×