• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
A saúde da grávida
 

A saúde da grávida

on

  • 1,527 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,527
Views on SlideShare
1,472
Embed Views
55

Actions

Likes
0
Downloads
8
Comments
0

1 Embed 55

http://segredosnatureza.blogspot.pt 55

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A saúde da grávida A saúde da grávida Presentation Transcript

    • Período muito importante para a saúdeda mãe e do bebé Os cuidados de saúde com a criançadevem começar antes do nascimento A mãe deve seguir as recomendaçõesmédicas e ter cuidados de saúdeespeciais
    • ir uma vez por mês à consulta médicae fazer vários exames: avaliações da tensão arterial e do peso; testes à urina; palpação abdominal para medir a altura do útero e verificar a posição e o tamanho do bebé; auscultação dos batimentos cardíacos fetais; exame às pernas para eventual deteção de varizes ou edemas (inchaços); exame ginecológico no início e no final da gravidez.
    • Na 1ª consulta médica, a mulher recebe oBoletim de Saúde da Grávida, que deve levarsempre consigo.O (BSG) é um livro verde destinado a: registar todos os dados relativos à saúde da grávida edo feto; deve conter toda a informação pessoal relevante dagrávida, como história familiar e antecedentes pessoais eresultados das consultas e exames efetuados; assegura a informação clínica e os cuidados de saúde; é a garantia de uma vigilância mais eficaz da gravidez.
    • análises regulares ao sangue para avaliar o estadode saúde da mãe e saber se tem alguma infeçãoque possa afetar o bebé; ecografias (exame de ultra-sons), uma em cadatrimestre, para avaliar o desenvolvimento e o estadode saúde do bebé.
    •  hemorragia vaginal; perda de líquido pela vagina; corrimento vaginal com comichão, ardor ou cheiro não habitual; dores abdominais; arrepios ou febre; dor/ardor ao urinar; vómitos persistentes; dores de cabeça fortes ou contínuas; perturbações da visão; diminuição dos movimentos fetais.
    • • idade superior a trinta e cinco anos;•consumo regular de álcool, tabaco ou outrasdrogas;•história familiar de malformações, síndroma deDown, atraso mental ou outras doenças congénitas;•doenças como hipertensão, diabetes, epilepsia,artrite reumatóide, problemas do coração, dos rins eda tiróide; infecções de transmissão sexual (sífilis, sida)ou outras, como a rubéola e a toxoplasmose;• estar demasiado magra ou ter excesso de peso.
    •  tomar duche com regularidade e manter a pele hidratada; cuidar da saúde oral, para evitar inflamações e infeções, escovando os dentes pelo menos 2 vezes ao dia; evitar alimentos açucarados, especialmente nos intervalos das refeições; consultar regularmente o dentista.
    • ⁂ deve ser variada e equilibrada;⁂ não precisa de comer por dois, mas sim alimentar-se com qualidade;⁂ comer várias vezes ao dia e pouco de cada vez;⁂ refeições pequenas e com intervalos regulares;⁂ evitar comer doces, fritos e beber sumos refrigerantes;⁂ por causa da toxoplasmose e outras doenças, lavar muito bem os alimentos quese comem crus;⁂cozinhar de forma simples, sem grandes temperos ou demasiado sal;⁂ beber cerca de um litro e meio de água por dia e entre meio litro e um litro deleite ou seus derivados;⁂retirar sempre a gordura visível da carne e evitar as partes queimadas quepodem ser tóxicas para o feto.É através da mãe que o bebé recebe os nutrientes para crescer e desenvolver-se.
    •  ovos, carne, peixe (que contêm proteínas); leite, iogurte, queijo e manteiga (ricos em cálcio); ervilhas, feijão, grão (também fontes de proteínas vegetais indispensáveis ao bebé); fruta e vegetais em todas as refeições (ricos em vitaminas e sais minerais).
    • caminhar ao ar livre melhora a circulação sanguínea ediminui alguns incómodos da gravidez; ajuda a diminuir o stress e as tensões físicas e emocionais;se a mulher pratica algum desporto, pode continuar masdeve consultar primeiro o médico; evitar grandes esforços e descansar com as pernaslevantadas, sobretudo quando estão inchadas oucansadas;não deve permanecer longos períodos de tempo em péou sentada.
    • ATENÇÃOA vida e a saúde do bebé não devem ser postos em perigo! NÃO FUMAR! NÃO ÀS DROGAS! NÃO AO ÁLCOOL!