1. introdução aos estudos históricos

3,102 views
2,974 views

Published on

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,102
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
202
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1. introdução aos estudos históricos

  1. 1. História Geral“Introdução aos Estudos Históricos” Profº: Ítalo Almeida
  2. 2. Conceitos básicos ao estudo da História • O que é história? Conjunto de eventos factuais, sucessões e práticas que se deram ao longo do tempo em um determinado espaço. • O que é Historiografia? Narrativa dos fatos, da ação do homem para a construção da história. A história da história. • O que é História? A ciência que estuda os eventos factuais, sucessões e práticas que se deram ao longo do tempo num determinado espaço, impondo a estes, seus métodos e questionamentos.• Obs1! História história• Obs2! Objetividade Parcialidade• Obs3! Rumo Histórico: Do presente ao passado
  3. 3. Conceitos básicos ao estudo da História • O que é Tempo? Demarcação cronológica que nos ajuda a observar as permanências e rupturas nas situações cotidianas. • O que é Simultaneidade? Concomitância – Fatos/ acontecimentos que se dão ao mesmo tempo em espaços diferentes. • O que é Anacronismo? Deslocamento da noção de temporalidade. Observância de um contexto histórico de outra perspectiva temporal.“As gerações, as culturas reescrevem a História”
  4. 4. Concepções de Tempo e verdade• Para os GREGOS • Para os Romanos República Monarquia Império • Para os Medievais Salvação pela FÉ!
  5. 5. Concepções de Tempo e verdade • Para os Modernos Futuro Salvação pela RAZÃO! • Para os Contemporâneos
  6. 6. Escolas Historiográficas• Positivista No séc. XIX (o “Século das Ciências”), institucionaliza-se aHistória como disciplina nas Universidades; esta era construídabaseando-se no caráter científico positivista (de August Comte), quedefendia a evolução inquestionável das ciências trazida pelamodernidade, e através desta evolução, seria encontrada aVERDADE HISTÓRICA. Nesta Escola exaltava-se os grandes ídolos,heróis e personagens dominadores, esquecendo os dominados.Obs! A Escola Metódica Esta nasce no contexto positivista, sendo fortemente influenciadapor este. No pensamento da Escola Metódica, se chegaria àVERDADE HISTÓRICA, através de um método de comprovaçãocientífica, onde desenvolvida uma fórmula exata, os fatos seriaminseridos na equação e assim, se encontraria inevitavelmente, aVERDADE. Obs²! A enciclopédia – Influência Iluminista
  7. 7. Escolas Historiográficas• Marxista Ainda no século XIX, as preocupações com os problemas causados pelo desenvolvimento do sistema capitalista, especialmente pela contradição gerada pela “luta de classes” (Empregador x Empregado), denotou-se ainda mais o VIÉS ECONÔMICO deste conflito. Os pensadores marxistas classificaram e dividiram a História pelos seus meios de produção: Asiático, Escravista, Feudal, Mercantilista, Capitalista e por fim, por uma revolução, o Socialista. Assim, a VERDADE HISTÓRICA viria do determinismo econômico gerado pelo embate de classes.
  8. 8. Escolas Historiográficas• Dos Analles No séc. XX, críticas aos determinismos positivista e marxista são fortemente evidenciados, buscava-se agora a interpretação dos fatos, pois o historiador não deveria julgá-los e sim compreendê-los, para assim, chegar à VERDADE HISTÓRICA. O pensamento da Escola dos Analles ressaltou a micro-História, ou seja, a História dos pequenos, das pessoas comuns, dos excluídos da História, aumentando em muito a multiplicidade de temas e fontes. Não se deve existir uma hierarquia entre a História social, política, econômica e cultural e sim uma interligação entre estas e o incentivo ao estabelecimento de relações com as outras ciências, a interdisciplinaridade. Obs! Nova História - Desdobramento da Escola dos Analles que ressalta a História das Mentalidades
  9. 9. Escola dos Analles Fatos (Curta duração) Tempo Natural Obs! Diferentes Conjuntura (Média duração) Calendários em diferentes Tempo Cultural Culturas Estrutura (Longa duração)• Fatos (instantes, horas, dias) É datado, mas a interpretação depende da conjuntura que o envolve. EX: Chegada da Família Real no Brasil (entre 18 e 24/01/1808)• Conjuntura Contexto Histórico do evento. EX: Por que a Família Real veio para o Brasil?• Estrutura (Pode cobrir centenas e mesmo milhares de anos) Compreensão da conjuntura, no aprofundamento dos fatos, estabelecimento de relações entre eles. EX: Quais mudanças no regime político europeu desembocaram na vinda da Família Real para o Brasil?
  10. 10. Periodização da História Permanências • Processos Ruptura Profunda - Revolução Históricos Rupturas Revolução Golpe Com base nos estudos dos Fatos, Conjunturas, Estruturas, Permanências e Rupturas, historiadores convencionaram denominar, épocas com semelhantes características sócio-econômica, político-cultural com marcos de início e fim, de Períodos HistóricosPré-História Antiguidade Medievo Modernidade ContemporaneidadeDo surgimento Do surgimento De 476 à De 1453 à De 1789 aos dias do homem da escrita à Tomada de Revolução atuais (aprox. Conquista do Constantinopla Francesa de 4 milhões de Império pelos Turco- 1789 anos) ao Romano do Otomanos emSurgimento da Ocidente pelos 1453escrita (aprox. Germanos em 8 mil anos) 476 d.C.
  11. 11. “Ciências afins” Arqueologia Paleontologia História Sociologia Filosofia Geografia Ruínas Fontes Livroshistóricas Documentos Papiros Depoimentos Obs! As fontes podem ser OFICIAIS ou NÃO

×