Your SlideShare is downloading. ×
0
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Educação e tecnologia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Educação e tecnologia

636

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
636
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
20
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Educação e tecnologia Ligia M. P. Côrtes (tecnófilo)“A exploração do pleno potencial do computador na educação fará com que, eventualmente, aconteçam mudanças significativas namaneira de ensinar e de aprender das pessoas. Novas maneiras de ensinar e de aprender, envolvendo o computador, têm que ser encontradas, descobertas, inventadas”.
  • 2. Para começo de conversa... Reflexão de questões sobre a presença da informática na educação Há uma possibilidade bastante acentuada de Tentar impedir que se desenvolvam iniciativas que, antes do final deste século, os estudantes de introdução de computadores na educação venham a receber toda a sua instrução através sob a alegação de que há várias outras coisas de computadores, sem absolutamente nenhum que são mais prioritárias e que deveriam ser contato com professores vivos. atendidas antes é assumir a atitude de passividade daqueles que, não podendo fazer Chegará o dia em que computadores ensinarão tudo o que querem, resolvem não fazer nada. melhor do que seres humanos, porque podem Preparar nossos alunos para viver e atuar ser bem mais pacientes e bastante ajustados às profissionalmente no século XXI também é diferenças individuais. O computador prioritário. substituirá não só a Encyclopaedia Britannica, mas também a escola. O potencial pedagógico do computador mal começou a ser explorado. Suas possibilidades são quase ilimitadas. A cada dia, ouve-se falar em novas modalidades de utilização. A escola deve apresentar o computador, desmistificá-lo, mostrar seu potencial e suas limitações, ensinar a utilizá-lo e a dominá-lo.
  • 3. Computador e desenvolvimento• Verifique-se que grande parte da aprendizagem não provém da instrução e do ensino formais/ deliberados, associados ao ambiente escolar e a uma concepção de natureza estreita quanto ao conceito de educação. Em relação à criança, considere-se que, para a efetivação de um desenvolvimento intelectual (incluindo-se o moral ou social), cabe uma série de interações com o meio no qual a mesma se encontra – a instrução acima citada equivale a apenas uma destas.• Verifique-se que um meio o qual envolve estímulos, oportunidades e recursos aptos a provocar o desenvolvimento da criança em termos de criatividade, vieses hipotéticos, descoberta, exploração e inventividade, levará a mesma à aquisição de características intelectuais e modelos de pensamento favoráveis a essas propriedades.• Por intermédio de um freqüente contato com o computador, podem-se obter práticas na análise/ solução de problemas, habilidade a qual permitirá a escolha de modelos e alternativas de pensamento melhor adequados na eliminação de impasses: tal chance da opção por modelos num dado contexto rende altos níveis de sofisticação cognitiva.
  • 4. Mais citações para reflexão... Estudos demonstram que o efeito positivo do computador no desenvolvimento intelectual e Estudos demonstrampareceefeito positivo do cognitivo da criança que o independer da Ao invés de focalizarem os efeitos culturais computador de interação para com o aparelho. modalidade no desenvolvimento intelectual e mais amplos que o contato com o computador cognitivo da criança parece independer da pode produzir, críticos subestimam o potencial modalidade de interação para com o aparelho. dessa ferramenta de aprendizagem, imaginando-a como “máquina de ensinar”, que apenas repassa informações, transmite conhecimentos.
  • 5. Alguns fatos importantes• Processo de informatização da sociedade caminha rápido e parece irreversível. Face a esse cenário, deve-se oferecer a devida preparação para a atuação dos alunos na atual sociedade.• Introdução do computador nas escolas particulares representa uma realidade própria à atenção do poder público, para que a educação ofertada nas instituições do governo não se distancie ainda mais da ministrada no ensino privado.• Cabe ao poder público significativa parcela de responsabilidade no agenciamento das condições necessárias para a autonomia cultural-tecnológica do país; e, à escola, cabe a preparação de cidadãos familiarizados assaz com as inovações tecnológicas básicas/ mais elementares, partícipes do processo de geração e incorporação de tecnologias do qual se precisa no panorama nacional.• Sabe-se que o contato regrado/ orientado com o computador em ensino-aprendizado contribui para o aceleramento do desenvolvimento cognitivo-intelectual, em especial em raciocínio lógico – formal – sistêmico, capacidade criativa e de propor soluções.
  • 6. Modalidades de uso do computador Instrução programada• Forma mais difundida de utilização do computador na educação;• Método através do qual se coloca o computador na posição de quem ensina ao aluno;• Computador como recurso ou auxílio instrucional que facilita o alcance dos objetivos educacionais;• Computador como sofisticado equipamento audiovisual que leciona fatos, conceitos e habilidades, no contexto do currículo regular da escola;• Computador como agente de dimensão motivacional adicional ao processo de ensino e aprendizado. Simulações e jogos (pedagógicos)• Imita-se um sistema real ou imaginário, com base na teoria de operação do mesmo;• Complexidade da simulação costuma exigir equipamentos de grande porte;
  • 7. Modalidades de uso do computador• Computador capaz de simular sistemas relativamente complexos, e pedagogicamente relevantes;• Simulações no computador como complemento a contato direto e/ ou observação dos fenômenos naturais e do trabalho em laboratório;• O aluno testa hipóteses sobre problemas surgidos no ambiente simulado, executando a manipulação de variáveis e a verificação do comportamento do modelo;• Jogos pedagógicos objetivam a promoção da aprendizagem de modo divertido, sendo experiências de aprendizado ricas e complexas;• O aluno aprende com maior facilidade conceitos, habilidades e conhecimentos nesses jogos. Aprendizagem por descoberta• LOGO como a linguagem de programação mais antiga e famosa voltada à educação;
  • 8. Modalidades de uso do computador• LOGO como linguagem de programação e filosofia da educação que objetiva incitar à auto-aprendizagem, enfatizando-a via processos de exploração/ investigação, aversos a um modelo passivo de aprendizado;• Parte-se do pressuposto de que várias coisas aprendidas decorrem do ensino formal e deliberado, mas também da exploração/ investigação próprias da auto-aprendizagem – importante para a formação intelectual e o desenvolvimento da cognição. Pacotes aplicativos (genéricos) (ex.: processador de texto, gerenciador de banco de dados, etc.)• Emprego como modo útil e atrativo de introdução ao computador, além de constituir um recurso de preparação para o uso regular do mesmo no quotidiano;• Efetua um deslocamento da concentração do aluno nas exterioridades comuns do ato de escrita, caso da ortografia, para o enfoque no conteúdo da redação – cenário então proporcionado pelo acesso a um processador de texto;
  • 9. Observações sobre as modalidades• Programas genéricos a exemplo de processadores de texto eliminam as preocupações com as exterioridades da redação, ao menos provisoriamente, assim se favorecendo a concentração na tarefa, o envolvimento na mesma e a emergência de sensíveis provas de melhoria qualitativa na referida atividade. Computador como agente de efeitos positivos/ poderosos sobre a educação• 1ª observação: quase toda forma de utilização do computador por parte do aluno traz resultados pedagogicamente benéficos. Há modos de emprego adequados/ peculiares ao desenvolvimento de cada habilidade específica, competindo a ênfase a um contato multidimensional com o aparelho, para que a criança descubra alternativas, de forma contínua, de se favorecer por meio dessa potencial interação.• 2ª observação: modos de contato com o computador implicam resultados distintos e, portanto, melhor se adaptam àqueles que puderem acarretar, reforçando-se o item já exposto acima.
  • 10. Observações sobre as modalidades• Se usado com inteligência/ competência, pode-se tornar não só um recurso de estirpe pedagógica à disposição do professor na sala de aula, mas um instrumento poderoso/ versátil na educação. Cabe ao docente saber o que o aparelho deve ou não realizar em tal campo, e em quê poderá realmente melhor auxiliar ou ser empregado, de maneira a fazê-lo servir aos objetivos escolares traçados. Ampliando as discussões principiadas pelas colocações de Eduardo Chaves nos textos 1.“O computador na educação” e 2.“O uso de computadores em escolas: fundamentos e críticas”, indique-se assistir as produções televisivas abaixo, do programa “Planeta” (Rede Minhas – agosto de 2012 > tema: tecnologia e educação). http://www.youtube.com/watch?v=FvzyjwKqKzQ&list=PLDFD50A9F3ED64240&index=1 http://www.youtube.com/watch?v=QICbdAuscFw&list=PLDFD50A9F3ED64240&index=2 http://www.youtube.com/watch?v=kSdzoxPcf5w&list=PLDFD50A9F3ED64240&index=4 http://www.youtube.com/watch?v=BqDYLNMFoJI&list=PLDFD50A9F3ED64240&index=3

×