• Save
Popper (Introdução)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,396
On Slideshare
2,396
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. UNIDADE IV : O conhecimento e a racionalidade científica e tecnológica 1.2. Estatuto do conhecimento científico A perspectiva de Karl P o pper Introdução Karl Popper (1902-1994) Prof. Joaquim Melro
  • 2. Prólogo… O estatuto do conhecimento científico : A perspectiva de Karl Popper “ Antes do mar e das terras e do céu, que cobre todas as coisas, a natureza tinha no mundo uma única face, a qual chamaram de caos (...) e vivia sobre a terra a grei dos humanos a recato dos males, dos difíceis trabalhos, das terríveis doenças que ao homem põe fim; mas a mulher, a grande tampa do jarro alçando, dispersou-os e para os homens tramou tristes pesares” Hesíodo
  • 3. Prometeu amava os homens e violando a vontade de Zeus, roubou uma centelha do fogo celeste e trouxe-a à Terra, reanimando os mortais assegurando a sua superioridade e a vontade pela busca do conhecimento e de o compartilhar. Para o castigar, Zeus enviou-lhe a bela Pandora, portadora de uma caixa que, ao ser aberta, espalharia todos os males sobre a Terra. Como Prometeu resistiu aos encantos dessa mensageira, Zeus ordenou, então, que Vulcano o acorrentasse a um rochedo no cimo do monte Cáucaso, onde todos os dias uma águia ia comer-lhe o fígado, que, sendo Prometeu imortal, voltava a regenerar-se. O estatuto do conhecimento científico : A perspectiva de Karl Popper
  • 4. TUDO ISSO PORQUE AMEI OS MORTAIS .. “ O projecto não é uma simples representação do futuro, mas um futuro para fazer, um futuro a construir, uma ideia a transformar em acto”. Barbier
  • 5. Perspectivando a ciência .... O estatuto do conhecimento científico: A perspectiva de Karl Popper “ If we should count on scientist's impartiality, science, even naturalistic science, would be at all impossible .” Karl Popper “ A ciência será sempre uma busca e jamais uma descoberta. É uma viagem, nunca uma chegada.” Karl Popper
  • 6. O estatuto do conhecimento científico: A perspectiva de Karl Popper Perspectivando a ciência ... “ A ciência é uma actividade crítica. Nós testamos criticamente as nossas hipóteses. Criticamo-las com o propósito de detectar erros e na esperança de, ao eliminarmos os erros, nos aproximarmos da verdade” (Popper, 1989, pp. 48-49 ).
  • 7. O estatuto do conhecimento científico: A perspectiva de Karl Popper “ O melhor no velho filósofo, que se opôs ao nazismo e dedicou sua vida à defesa de boas causas, é que suas teorias se aplicam a elas próprias. Assim, se amanhã alguém redigir uma melhor definição de teoria científica, as idéias de Popper humildemente sairão de cena para tomar seu lugar na história da ciência”. (Lana, 2002, s/p, grafia no original) Epílogo …