Psicologia do SMS - Acision
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Psicologia do SMS - Acision

on

  • 1,141 views

Estudo da Acision sobre o uso de mensagens e análises feito pelo renomado psicólogo Graham Jones revelam os comportamentos mais comuns de quem escreve mensagens e porque ainda confiamos no texto na ...

Estudo da Acision sobre o uso de mensagens e análises feito pelo renomado psicólogo Graham Jones revelam os comportamentos mais comuns de quem escreve mensagens e porque ainda confiamos no texto na era da banda larga

• 92% dos usuários de smartphones ainda escrevem textos em SMS, apesar do acesso às mensagens instantâneas (IM) e serviços de redes sociais.
• Usuários de 18 a 25 anos enviam mais textos. Em média, 133 mensagens de texto por semana – quase o dobro que qualquer outro grupo etário. Escrever ajuda no desenvolvimento da conversação entre os jovens adultos que há alguns anos costumavam falar mais ao telefone, mas hoje escrevem mais mensagens.
• Homens comunicam via mensagens mais do que as mulheres, porém enviam mensagens curtas, o que indica que veem como uma forma prática e funcional de se comunicar.
• Mulheres são mais propensas a enviar longas mensagens e dizer “eu te amo” pelos textos, mostrando sinais de “querer aprofundar as relações”.
• Mais da metade dos entrevistados afirmou ainda precisar das mensagens de texto, pois, sem elas, estariam perdidos (69%).

Statistics

Views

Total Views
1,141
Views on SlideShare
1,002
Embed Views
139

Actions

Likes
0
Downloads
20
Comments
0

2 Embeds 139

http://www.24x7comunicacao.com.br 93
http://24x7comunicacao.com.br 46

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Psicologia do SMS - Acision Psicologia do SMS - Acision Document Transcript

  • Informação à Imprensa A Psicologia do SMS: Por que amamos escrever mensagens?Estudo da Acision sobre o uso de mensagens e análises feito pelo renomado psicólogo Graham Jonesrevelam os comportamentos mais comuns de quem escreve mensagens e porque ainda confiamos no texto na era da banda larga• 92% dos usuários de smartphones ainda escrevem textos em SMS, apesar do acesso àsmensagens instantâneas (IM) e serviços de redes sociais.• Usuários de 18 a 25 anos enviam mais textos. Em média, 133 mensagens de texto porsemana – quase o dobro que qualquer outro grupo etário. Escrever ajuda nodesenvolvimento da conversação entre os jovens adultos que há alguns anos costumavamfalar mais ao telefone, mas hoje escrevem mais mensagens.• Homens comunicam via mensagens mais do que as mulheres, porém enviam mensagenscurtas, o que indica que veem como uma forma prática e funcional de se comunicar.• Mulheres são mais propensas a enviar longas mensagens e dizer “eu te amo” pelos textos,mostrando sinais de “querer aprofundar as relações”.• Mais da metade dos entrevistados afirmou ainda precisar das mensagens de texto, pois,sem elas, estariam perdidos (69%).Reading, 25 de Julho de 2012: A Acision, líder mundial em mensagens móveis, apresentouos resultados da sua pesquisa “Psicologia do SMS”, que analisa os comportamentos por trásdo uso de mensagens de texto. O estudo, que foi avaliado pelo psicólogo Graham Jones,entrevistou 2.000 pessoas no Reino Unido e nos Estados Unidos neste ano, e proporcionouuma observação detalhada dos hábitos de mensagens de texto em diferentes faixas etáriase sexos, além de mostrar porque ainda gostam de enviar SMS.Em termos de diferenças de gênero, o estudo descobriu que homens enviam mensagens detexto para um número maior de contatos do que as mulheres. Eles enviam SMS para umamédia de 17 pessoas regularmente, enquanto as mulheres enviam habitualmente semprepara as mesmas 13 pessoas. Homens encontram nas mensagens de texto uma maneirafuncional de se comunicar sem precisar entrar em uma conversa, pois vão direto ao ponto eevitam telefonemas demorados. As mulheres, por sua vez, são mais propensas a mandarmensagens de texto mais longas (41%) ou SMS’s que dizem ‘eu te amo’ (54%), paraaprofundar as relações.No local de trabalho, por exemplo, os homens são três vezes mais suscetíveis a enviarmensagens de texto a um colega de trabalho do que as mulheres, no entanto, 15% dosutilizadores de telefones celulares no Reino Unido preferem as mensagens de texto parainformarem estar doente – mais uma vez usando o texto para evitar uma conversa.A pesquisa também revelou diferenças nos hábitos de mensagens em todos os gruposetários. Apenas 19% dos jovens se comunicam usando serviços como o Skype ou Twitter emseus celulares, em comparação com 94% de 18 a 35 anos de idade que enviam SMS.
  • Usuários de 18 a 25 anos de idade enviam uma média de 19 mensagens de texto por dia, ou133 mensagens por semana, mais do que dobro que qualquer outro grupo etário.A maioria dos entrevistados que possuem acima de 55 anos de idade costuma enviar maismensagens de texto para a família (55%), enquanto que somente 19% dos jovens menoresde 25 anos enviam mensagens para a família, e o percentual sobe para 45% entre os quepreferem enviar SMS para os amigos. Uma das principais razões para o envio de um SMS aoinvés de uma mensagem instantânea (IM) é a confiança no SMS, com 46% afirmando que omesmo é mais confiável que outros serviços de mensagens. Além disso, a SMS é preferível aoutros serviços de mensagens por causa do imediatismo – rapidez de entrega (40%) ecalcance (40%).O estudo foi avaliado pelo psicólogo e especialista em internet e comunicação GrahamJones, que comentou: “O fato de que os homens se comunicam com mais pessoas nãosignifica que eles são mais sociáveis – homens tendem a ser mais práticos mandandomensagens mais curtas, comparando com mulheres que escrevem para menos pessoas, masusam mensagens de texto para aprofundar relações. A idade também desempenha umpapel na forma como as pessoas enviam mensagens de texto – pessoas mais velhas quetendem a digitar com os dedos polegares acham pouco natural, o que pode indicar atendência de escrever mensagens de texto menos usual. Como telefone móvel e mensagensde texto são tecnologias que os jovens têm convivido no decorrer de seu crescimento, elesvão naturalmente enviar mais mensagens de texto. Há 30 anos, os adolescentestelefonavam para seus amigos, como parte do crescimento e desenvolvimento social, hojeeles enviam SMS. As razões sociais não mudaram, mas o método de comunicação preferidomudou”.“As pessoas hoje estão também compartimentando suas mensagens como se todastivessem uma finalidade específica. E-mail está sendo muito menos usado para acomunicação pessoal e muito mais para o negócio, enquanto as redes sociais tendem apermanecer um meio de comunicação por mensagens entre amigos e colegas – muitasvezes de forma demasiada. As mensagens de texto continuam a ser uma ferramenta decomunicação funcional, mas ainda com um aspecto pessoal, o que poderia explicar sualongevidade. Você pode dizer coisas em texto que não necessariamente diz em outraferramenta de comunicação. Embora tenha havido um afluxo de novos serviços de bandalarga baseados em mensagens, as pessoas estão diferenciando serviços de acordo com suanecessidade e usam como serviços complementares, ao invés de parar o uso de um ououtro serviço de mensagens”.Jones concluiu: “Os resultados deste estudo mostram que as mensagens de textocontinuam a ser populares e, creio, que isso se resume a confiança e segurança. Se umusuário envia uma mensagem através de uma rede social, ele pode senti-la menos imediatae há mais obstáculos tecnológicos que poderão dificultar a entrega. Escrever SMS, noentanto, muitas vezes provoca uma resposta imediata. Na verdade, mensagens de textopodem se tornar ainda mais populares à medida que evoluem e são utilizadas por maisempresas para atingir os consumidores. Além disso, a introdução de uma infinidade de
  • novos serviços de mensagens pode gerar confusão entre os usuários e fazê-los retornar aoSMS, reconhecidamente confiável. Considerando o perfil da mente humana, que busca fazertudo com o mínimo esforço possível, nós, instintivamente, procuramos a maneira mais fácilde se comunicar. É por isso que ainda confiamos e amamos as mensagens de texto. "Jorgen Nilsson, CEO da Acision, afirma: “92% dos usuários de smartphones ainda dependemdas mensagens de texto, em um mundo repleto de novos serviços de mensagens. Estesdestaques concluem a estabilidade que o SMS traz à vida das pessoas – para dizer “eu teamo” e enviar os nossos pensamentos de forma confiável, imediata e pessoal. Os usospráticos para SMS são ilimitados, por isso que, decorridos 20 anos, seu uso continua tãopopular. Há algo incrivelmente poderoso sobre o SMS, pois 69% dos usuários afirmam queprecisam ou não poderiam viver sem ele. Embora possa evoluir para incorporar novosrecursos e oferecer novos serviços, as pessoas estão claramente associadas às mensagensde texto, devido a sua facilidade de uso e ao fato de que pode chegar a qualquer pessoa, emqualquer telefone. As pessoas tendem a verificar suas mensagens de textoinstantaneamente, o que não acontece necessariamente com outros serviços”.Nilsson concluiu: “A pesquisa vem em um momento em que cada vez mais pessoas estão sevoltando para os serviços em banda larga para a comunicação, mas destaca as razões doporquê das pessoas ainda dependerem e amarem o SMS. Estamos na fase do mercado demensagens onde muitos usuários finais e empresas estão tentando diferentes plataformasde mensagens. Na verdade, mensagens de texto estão agora sendo integradas em muitosaplicativos para ativar a funcionalidade tais como notificações, o que acrescenta uma novadimensão à comunicação para os usuários. No entanto, como as mensagens de textocontinuam a evoluir, ainda não há um candidato único para SMS – estamos firmes na nossacrença de que as mensagens de texto continuarão a ser a plataforma mais confiável epopular ao redor do mundo por um bom tempo”.MetodologiaA pesquisa foi realizada em 2012 pela Vanson Bourne, especialista em consultoria depesquisa, que realiza a pesquisa do usuário dentro de um contexto de tecnologia. Apesquisa foi aplicada com uma amostra de 1.000 adultos no Reino Unido e 1.000 adultosnos Estados Unidos.Graham Jones, psicólogo qualificado e especializado em tecnologia e comunicação, analisouos resultados da pesquisa. Graham Jones é membro da British Psychological Society e daSociety of Authors. -fim-NOTAS AOS EDITORESSobre a Acision
  • Como líder global em mensagens móveis, a Acision conecta o mundo com a oferta de serviços de mensagemrelevantes e integrados que enriquecem a experiência de comunicação móvel e criam novas oportunidadespara operadoras e empresas em todo o mundo. Para mais informações, visite a Acision em www.acision.com.Mais informações para a imprensa:24x7 COMUNICAÇÃOTel.: 11-3787.0944www.24x7comunicacao.com.brFábio CardoCel.: 11-9368.2071fabio@24x7comunicacao.com.brAntônio Costa FilhoTel.: 11-8271.3399costafilho@24x7comunicacao.com.br