Proc%206
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Proc%206

on

  • 1,393 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,393
Views on SlideShare
1,388
Embed Views
5

Actions

Likes
0
Downloads
25
Comments
0

3 Embeds 5

http://www.professorinaciowanderley.blogspot.com 3
http://www.slideshare.net 1
http://carlosbreak.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Apple Keynote

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Proc%206 Proc%206 Document Transcript

  • ARTE DIGITAL LIVRE AO ALCANCE DE TODOS Revi sta WWW.PROCEDURAL.COM.BR 6 M E RC A D O MERCADO 3D E A WEB TU TORI AI S RADIOSIDADE LOW POLY COMPOSIÇÃO COM CINELERRA Por que estudar TEXTURAS: METAL VELHO ESPECIAL E MAIS: GALERIA DOS LEITORES LINKS E DICAS o Blender é tão difícil? ENTREVISTA ALLAN BRITO, AUTOR DO LIVRO "BLENDER 3D GUIA DO USUÁRIO"
  • ed i tori a l Procedural ano 4 #6 ...mais de 2200 usuários... ...mais de 1700 tópicos... ...mais de 11800 mensagens... O fórum de arte digital Open Source mais completo V ocê viu o Panamericano que aconteceu no Rio? Pois então, um fato que sobressaiu para mim foi o de que alguns campeões cubanos terem fugido e nem se preocuparem com do país a suas chances reais de conquista de medalhas, pois são muito bons em suas categorias, mas sabe porque fugiram? Pelo fato de não terem liberdade, eles não podem escolher o que fazer com suas carreiras. É disto que estamos falando sempre aqui na Procedural, liberdade, com o Blender você tem Faça parte da comunidade a liberdade de fazer como quiser e de CG livre que mais cresce no Brasil. ainda de graça e ao contrário do que aconteceu com Cuba, a cada dia mais pessoas estão chegando ao Blender e a qualidade só tem Divulgue o seu produto no Procedural aumentado, tanto no software quanto nos trabalhos realizados e estamos aguardando cada dia mais. Portal/Fórum/Blog/Revista E viva a liberdade! www.procedural.com.br Ademir Lima Diretor Geral 2 | Proced u ral Agosto 2007
  • Su m á ri o Procedural ano 4 #6 5 10 4 5 Notícias Entrevista Allan Brito 10 Tutorial RADIOSIDADE Radiosidade Low poly ENTREVISTA LOW POLY 20 ALLAN BRITO 16 Leitor 17 Plugin 18 Tutorial Composição com Cinelerra 20 Reflexos REFLEXOS Porque estudar o 27 18 Blender é tão difícil? 26 Mercado Mercado 3D e a Web 27 Galeria CINELERRA 29 Tutorial Metal Velho GALERIA Recomendamos o Adobe Reader versão 7.0 ou superior para a visualização deste documento. A Revista Procedural não se responsabi- Direção Geral liza pelos conceitos e opiniões emitidas Ademir Lima adell@procedural.com.br por colaboradores em seus artigos. A fim de proteger todos os interessados e Direção de Redação Alexandre Cruz ganon@procedural.com.br ainda estimular a divulgação do material contido na revista, fica permitida a repro- Participaram nesta edição dução do conteúdo desde que seja Allan Brito www.allanbrito.com citada a fonte, a Revista Procedural. Cicero Moraes cogitas3d.site.vu Emanoel Castro emc300.designersdebolso.com Marcelo Shigueo my.opera.com/shigueo Evangelion revista.proceduralbase.org Ricardo Graça www.ricolandia.com by Alexandre Cruz (Ganon) Proced u ral Agosto 2007 |3
  • N otíci a s Procedural ano 4 #6 Yafray 0.1.0 Open Movie 2 A Conferência Nacional de Blender 3D será realizada no dia 6 de Novembro de 2007, na cidade de São Leopoldo - Rio Grande do Sul.  A Blender Pro'2007 será realizada juntamente com o SBGames, A versão final do YafRay 0.1.0, ainda que é o mais importante evento de pesquisa e não foi lançada, mas os testes desenvolvimento de jogos eletrônicos para continuam a todo vapor nos fóruns computador e aplicações para entretenimento digital. do YafRay e os resultados estão A Blender Foundation está abrindo O SBGames será realizado em 3 dias. Na véspera, bastante satisfatórios. um estudio na Holanda, trata-se do o dia inteiro será dedicado aos eventos das Para quem estiver curioso e quiser recém inaugurado Blender Institute. comunidades (tracks). A Blender Pro, portanto terá a testar as novas funcionalidades do Eles estão inaugurando o espaço e duração de um dia, das 08:00H até às 18:00H. YafRay, basta visitar o fórum do site iniciando um novo Open Movie, que O Blender Pro reunirá pesquisadores, professores, oficial e baixar os arquivos completos recebe o nome de Peach ou pessego. artistas, estudantes e profissionais das áreas de de teste que os usuários estão O projeto já tem datas definidas de animação, jogos, arquitetura, design gráfico, disponibilizando para download. início, os recebimentos de currículos e computação gráfica, e afins. http://yafray.org portfólios se iniciaram no dia 16 de Confira a programação e mantenha-se atualizado Fonte: http://www.allanbrito.com junho e foram até o dia 26 do mesmo com o calendário de evento. mês. Os membros da equipe já foram Para detalhes sobre a programação visite o site. escolhidos entre os vários usuários do http://blender.pro.br LineDstudio Blender ao redor do mundo que http://www.sbgames.org.br submeteram seus portfólios e demo reels. A produção deve se iniciar em breve e dessa vez, diferente do que ocorreu no projeto Orange, poderá haver a participação à distância de artistas Auto Rigging no Blender Essa notícia certamente irá interessar espalhados pelo mundo. àqueles que utilizam o Blender como Fonte: http://www.blender.org Está para ser ferramenta para criar maquetes implantado no Blender eletrônicas e visualização arquitetônica. Siggraph 2007 um revolucionário Um projeto muito interessante está sistema de rigging e sendo hospedado em um site chamado A SIGGRAPH, skinning de LineDstudio, que tem como objetivo conferência personagens, que reunir o máximo em recursos para mundial voltada parece bom demais modelagem arquitetônica com o para o mercado e para ser verdade! Blender. Isso vale para os profissionais tecnologias no Segundo os de design de interiores também, já que ramo da idealizadores, com muitos modelos com mobiliário estão computação essa nova ferramenta, disponíveis lá. gráfica será não haverá mais a necessidade dos processos http://www.linedstudio.com realizada este de weight paint, mesh keys pra corrigir a Fonte: http://www.allanbrito.com ano no mês de deformação, tudo isso faz parte do passado. Se agosto entre os trata de uma nova tecnologia que será dias 5 e 9. apresentada ao mundo na Siggraph de 2007, Mais uma vez a Fundação Blender portanto falta ainda um pouco de tempo pra que estará presente para mostrar as os competidores sequer sonhem em ter essa Provavelmente teremos o lançamento da novidades do Blender e as iniciativas função, e o Blender já a possui. nova versão 2.45 do Blender em alguns da comunidade do software por todo o É possível baixar arquivos de teste e obter mais dias ou semanas. Caso o mesmo mundo. informações sobre essa novidade nos seguintes cronograma da versão 2.44 seja repetido, A SIGGRAPH 2007 reconheceu o endereços: em até uma semana teremos o novo BlenderNation como um dos meios  http://users.pandora.be/blendix/skinning.html Blender. Como a versão 2.45 não oficiais para a cobertura do evento, em  http://www.graphicall.org apresentará novas ferramentas, apenas especial para cobrir as notícias sobre o correção de Bugs, a espera por novas Fonte: http://www.blender.com.br desenvolvimento e novidades a cerca funcionalidades fica mesmo para o Blender do Blender e da Fundação Blender no 2.50 que está previsto para Outubro. evento. http://www.blendernation.com Fonte: http://www.allanbrito.com http://www.siggraph.org Fonte: http://www.blender.com.br 4 | Proced u ral Agosto 2007
  • En trevi sta A l l a n B r i to por Ganon Allan Entrevista com Brito A Procedural entrevistou o autor do livro Blender 3D Guia do usuário, o primeiro livro sobre Blender escrito no Brasil e que já está em sua segunda edição. Confira. Procedural - Fale-nos um pouco de você. Onde uma faculdade de tecnologia. Coordeno um curso nasceu, onde mora e trabalha hoje, quantos anos técnico de informática a distância e sou professor tem e qual a sua formação? de animação, edição de vídeo, modelagem e composição e efeitos em vídeo. Allan Brito - Tenho 28 anos e minha formação é em Arquitetura e Urbanismo, com especialização PR - Quais são seus interesses principais pessoal e em Design de Informação. Hoje estou residindo em profissionalmente? Recife/PE. Trabalho com arquitetura, prestando serviços de consultoria para escritórios e AB - Meu maior interesse profissional é pela profissionais que tenham interesse em utilizar computação gráfica, tanto na aplicação de projetos tecnologia gráfica no desenvolvimento dos seus arquitetônicos como em animação. Acho que os projetos. Seja com a utilização de 3D ou sistemas meus interesses pessoais se misturam um pouco CAD. com os profissionais, já que um dos meus hobbies é Também sou professor e coordenador de curso, em estudar, sejam novos programas, novas técnicas ou Proced u ral Agosto 2007 |5
  • En trevi sta A l l a n B r i to por Ganon ferramentas de computação gráfica. Então sempre que eu tenho oportunidade estou estudando ou praticando. PR – Como a Computação Gráfica surgiu na sua vida? AB - Desde muito cedo eu tenho interesse por desenho no computador, lembro que ainda no antigo primeiro grau, a escola em que estudava fez um curso rápido de informática. Uma das disciplinas era desenho no computador. Claro que naquela época os computadores da escola eram muito antigos. Ainda utilizam monitores de fósforo verde monocromáticos, com uma ferramenta de desenho chamada turtle. Para desenhar qualquer coisa, era necessário inserir coordenadas. Usar o mouse ainda não era possível nessa ferramenta. Isso me chamou muito a atenção, AB - Tudo começou como uma fazendo com que estudasse cada vez mais brincadeira, que acabou ficando séria. Eu esse tipo de desenho. Nessa época a fui convidado a participar de um evento computação gráfica estava se aqui em Recife, chamado de Design desenvolvendo muito, com o surgimento Brasil, em Maio de 2005. O tema da de animações e filmes que faziam uso minha palestra nesse evento era dessa tecnologia. Desse ponto em Computação Gráfica com Software diante eu nunca mais parei, e espero não parar tão cedo de ...apresentei o Livre. Nesse mesmo evento estavam alguns “pesos pesado”, da aprender! Blender na minha computação gráfica brasileira como Luciano Neves e até PR – Como surgiu o seu interesse por softwares livres e a tecnologia palestra e a internacionais como o Mark Snoswell que é presidente da Open Source? reação do CGSociety. Bem, eu apresentei o Blender na AB - As minhas primeiras experiências com software livre público foi muito minha palestra e a reação do público, composto na sua maioria foram na faculdade, em meados de 98. Nessa época utilizei por positiva. por estudantes foi muito positiva. Depois da palestra, várias pessoas alguns meses o Conectiva, para me perguntaram como poderiam fins de experiência. Depois tive fazer para aprender mais sobre o uma pequena experiência com o Blender? Se existia algum livro? Open Office, ainda em 2001. Naquela época só existia o guia Mas o meu contato com ferramentas oficial da fundação Blender. Foi ai que os livres só apareceu mesmo em 2003, meus colegas começaram a me incentivar quando comecei a utilizar o Blender e o a escrever um livro em português. No Gimp. Nesse ano precisei formalizar uma início eu também levei na brincadeira, empresa para prestação de serviços mas depois comecei a avaliar melhor o gráficos, com um orçamento muito baixo. projeto e tomei coragem para escrever. Foi ai que optamos por fazer uma Então no final de 2005, a primeira versão experiência com a dupla Blender e Gimp, do livro estava pronta. Depois tive que desde então nunca mais parei. atualizar o conteúdo para a versão 2.41, o que atrasou o lançamento até Maio de PR – Porque escrever um livro sobre 2006. Acho que o livro tem uma Blender 3D no Brasil? importância muito grande para a 6 | Proced u ral Agosto 2007
  • En trevi sta A l l a n B r i to por Ganon comunidade Brasileira de software livre. que é a melhor fonte de notícias sobre Como o nosso país tem uma vocação Blender em língua inglesa. natural para as plataformas abertas, Escrever artigos e tutoriais, ajuda a todos estava faltando um livro para as pessoas que estão iniciando na área, além de ser que querem aprender o Blender. O uma ótima desculpa para estar sempre problema dos tutoriais na internet, é que atualizado e procurando as novidades da não existe continuidade. área. Então muitos usuários iniciantes ficam sem saber PR – Qual é a importância como iniciar. Com um livro da tecnologia e da é diferente, os capítulos ideologia do Open Source podem se relacionar e num país como o nosso? trabalhar o conhecimento do leitor de maneira AB - O nosso país tem uma progressiva. vocação natural para a utilização de ferramentas PR – Qual é a sua fonte de Open Source, no que diz inspiração e motivação respeito a custos e para escrever artigos? ideologia. A possibilidade de começar um negócio ou AB - Um dos motivos que empreendimento, sem a me inspiraram a escrever necessidade de investir em artigos sobre computação software é muito atrativa. gráfica e Blender, foi Fora os incentivos que o exatamente a falta desse nosso governo está tipo de material em nossa língua, na promovendo para a inclusão digital, com época em que estava aprendendo. ferramentas Open Source. Isso vai gerar Lembro que passava horas na internet, um enorme campo de trabalho, para navegando em busca de algum site ou todos que utilizam essas ferramentas. portal sobre o assunto. Tudo que Outro ponto importante está na encontrava eram fóruns ou portais que independência tecnológica que as não eram atualizados com freqüência. Os ferramentas Open Source proporcionam. fóruns são ótimas fontes de informação Qualquer pessoa com conhecimento também, mas não há garantias de suficiente pode alterar o código fonte das atualização constantes e nem que o ferramentas, para criar novas conteúdo será interessante. Depois que eu escrevi o livro Blender 3D – Guia do Usuário, também comecei a escrever alguns tutoriais e textos para utilizar nas minhas aulas. Para facilitar o acesso dos meus alunos, achei melhor criar um blog, para facilitar às atualizações e o acesso aos artigos. Nesse ponto, comecei o meu Blog (allanbrito.com), para escrever artigos só sobre computação gráfica e Blender em língua portuguesa. Hoje atualizo o conteúdo todos os dias, menos aos domingos, sempre focando a computação gráfica e Blender. Depois fui convidado a escrever também para o Blendernation, Sistema de ensino à distância on line. http://ead.allanbrito.com/ Proced u ral Agosto 2007 |7
  • En trevi sta A l l a n B r i to por Ganon professor e profissional. PR – Qual é o seu ramo predileto na Computação Gráfica, animação, games, desenvolvimento, etc? AB - Posso dizer que as duas áreas que mais me interessam na Computação Gráfica são Animações e Visualização Arquitetônica. Mas não deixo de trabalhar com games, desenvolvimento, vídeo digital e outras áreas. Imagem extraida de um tutorial. funcionalidades ou melhorar o código em www.allanbrito.com PR – Quais os requisitos imprescindíveis si. Isso acaba com a dependência em para alguém que queira ingressar no relação às empresas desenvolvedoras, mercado de CG hoje em dia. que estão em sua maioria nos EUA. AB - Acho que o maior requisito é PR - Está trabalhando em algum paciência, posso dizer isso com base projeto atualmente? Tem algum na minha experiência como projeto para o futuro dentro da Os artistas que estão professor. Nada acontece do dia Computação Gráfica? para a noite nessa área. Um modelo trabalhando com 3D ou animação não aparecem do AB - Hoje estou trabalhando em um projeto para criar um departamento ferramentas livres, nada, para criar esse tipo de matéria é necessária uma dedicação e de design instrucional, utilizando o podem esperar por atenção constantes para detalhes e Blender, para criar material aspectos técnicos. audiovisual para as aulas do curso um aumento no técnico a distância que coordeno. As aulas são transmitidas pela TV mercado e melhores PR – Pretende escrever mais livros? Sobre quais assuntos gostaria de pública de Pernambuco. Por oportunidades de escrever? enquanto o projeto ainda está em desenvolvimento, mas assim que trabalho. AB - Sim, gostei muito da tiver novidades eu divulgo os experiência e pretendo escrever resultados. PR – Fale-nos um pouco sobre os cursos que você ministra. Qual é a sua meta como professor e o que o motivou a seguir por esse caminho? AB - Para falar a verdade eu nunca me imaginei como professor, até porque não me sinto confortável falando em público. Mas depois que ministrei as primeiras aulas, as coisas foram mudando. Hoje já fico mais tranqüilo falando em público, tanto que dedico parte do meu tempo a essa atividade. A área em que atuo é a educação profissional, com cursos específicos para formação profissionalizante. Ajudar os meus alunos a se profissionalizar, conseguir quem sabe o primeiro emprego na área de computação gráfica, sempre foi o meu maior incentivo e principal meta como professor. Quando fico sabendo que um dos meus alunos está trabalhando na área, fico realizado como 8 | Proced u ral Agosto 2007
  • En trevi sta A l l a n B r i to por Ganon necessário utilizar um carro preparado para a F1. Caso contrário, um carro de Fórmula 1 não será necessário. Será Teste de render perda de tempo e dinheiro, já que o com carro e a manutenção são dispendiosos. Indigo. PR – O que os artistas que trabalham com softwares livres podem esperar do mercado, em especial no Brasil? Ou os softwares livres devem servir apenas de trampolim para iniciantes? AB - Os artistas que estão trabalhando com ferramentas livres, podem esperar por um aumento no mercado e melhores oportunidades de trabalho. Com o crescimento econômico, o mercado publicitário tente a crescer. Como um dos maiores consumidores do nosso trabalho, são as agências de publicidade e comunicação, a demanda por esse tipo de serviço vai aumentar. Como todo o mercado será beneficiado com isso, os artistas que trabalham com mais livros. Já tenho alguns projetos em ferramentas Open Source têm a andamento. Um deles é sobre Blender, oportunidade de divulgar mais o seu sendo focado em uma área específica. trabalho. Ainda é cedo para falar sobre o projeto, Ajudar os meus O Brasil ainda tem a vantagem de contar mas até meados de setembro, quando o projeto estiver quase pronto eu divulgo. alunos a se com o apoio dos Governos Federal, Estadual e Municipal, que incentivam o Gostaria de escrever material para as áreas de Jogos, Animação e Visualização profissionalizar, uso dessas tecnologias. Arquitetônica. conseguir quem PR – Que mensagem você gostaria de PR – Como você imagina que será o sabe o primeiro deixar para os aspirantes a profissional de CG e para os membros da nossa futuro para os softwares livres? Eles conseguirão vencer as barreiras do emprego na comunidade? mercado de software proprietário? Ou área de AB - Nunca deixem de estudar e praticar, surgirá um mercado específico para as tecnologias abertas? computação qualquer que seja a área em que você atua. Só com a prática constante e um AB - A tendência é que o software livre gráfica, sempre planejamento bem feito, é que conseguimos atingir os resultados que fique cada vez melhor, mas a competição foi o meu almejamos. Não importa a ferramenta que com o mercado proprietário é muito difícil. Por mais recursos que uma maior incentivo você utiliza para desenvolver os seus trabalhos, o seu cliente ou espectador só comunidade disponha, os desenvolvedores de ferramentas e principal está interessado no resultado final! proprietárias podem investir milhões em meta como equipes com desenvolvedores, professor. Allan Brito matemáticos e outros profissionais para desenvolver novos algoritmos e http: //www. allanbrito. com ferramentas. http: //ead. allanbrito. com/ Mas existe mercado para ferramentas Open Source, tudo vai depender do escopo e objetivos do projeto/trabalho. Eu costumo exemplificar isso para os meus alunos com a seguinte analogia: “Se você for competir na Fórmula 1, será Proced u ral Agosto 2007 |9
  • Tu tori a l G a m e E n g i n e Por Marcelo Shigueo Radiosidade Low Poly A radiosidade do Blender é muito interessante para ser usada na Game Engine, principalmente pelas belas imagens que ela gera, e que podem ser vistas em real-time. Mas há um problema, é que pra isso ser possível, ela tem que subdividir a malha, chegando a ficar com umas 1000 Começamos com a malha da sua cena, o mais limpo possível, não use de modo algum triângulos na malha, dê preferência às arestas na vertical ou horizontal, evitando arestas na diagonal, isso tudo para radiosidade sair mais bonita. As paredes não precisam ficar totalmente unidas, desde que as junções estejam nas quinas das paredes, não se deve deixar malhas separadas alinhadas num plano, isso causa um cálculo ruim da radiosidade. vezes mais vértices que antes, e isso é muito ruim pro seu game pois acaba pesando muito na visualização. Mas isso tem solução, é possível com um pouco de tempo transformar esses milhares de vértices pintados com Vertex Paint, em textura UV pra ser usada na malha anterior ao cálculo da radiosidade, isso de um jeito bem prático. Nesse artigo não explicarei como fazer o uso da radiosidade, procure aprender em outro tutorial, para poder acompanhar esse. 10 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l G a m e E n g i n e Por Marcelo Shigueo Evite loops desnecessários na malha, que costumam deixa-la assimétrica, as faces da malha, de preferência, Sofá devem estar do mesmo tamanho, faces - Modele seu sofá com o menor número de vértices desproporcionais deixarão sua parede com iluminação possível, mas que aceite um subsurface sem se desproporcional. deformar muito; Primeiro nós temos que texturizar com UV toda a -abra a malha low poly com Unwrap, com seus cortes nossa malha como se fosse para ser renderizado muito bem posicionado; normalmente. Para isso é preciso abrir a malha da nossa cena, no caso, uma casa, parece complicado, mas com ajuda do cálculo de UV ->[Unwrap (smart projections)], encontrado em modo Uv Face Select, botão "U", sua vida fica mais fácil. A vantagem dele é que ele abre a malha das paredes deixando as faces que pertencem a mesma parede uma ao lado da outra, evitando problemas de divisas na imagem da parede. O processo de passar a radiosidade para a textura UV é feito com o Texture Baker, que renderiza sua malha aberta, assim como está no UV/Image Editor. Um dos problemas em usar Render Baker é que além da radiosidade, ele tbm leva em consideração a iluminação da cena onde vai ser "bakeada" a face, por isso,retire todas as luzes que estiverem na cena. Cuidado com muitos materiais! Cuidado se sua cena contém muitos objetos de -Salve uma cópia dessa malha low poly (já com a materiais diferentes, pois não pode passar de 16 malha aberta no UV/Image Editor); materiais. Isso acontece devido ao fato de que a -Adicione o modifier Subsurface 3, e aplique na malha radiosidade funciona subdividindo a malha e [Apply], ou pode usar outra técnica que suavize e dê aplicando Vertex Paint para dar o efeito da iluminação, detalhes a malha, como o Sculpt; mas para isso tem que fundir todas os objetos -Calcule a radiosidade, lembrando que vc poderá envolvidos, formando um grande objeto com todos os caprichar nas configurações da radiosidade, pois a materiais, e como o Blender só suporta 16 materiais subdivisão da malha não vai ser problema agora; por objeto, então algum material pode sumir e vai ser -Depois de aplicado a radiosidade, no modo de edição, complicado colocá-lo de volta. com o "L" ou a caixa de seleção, selecione a malha do O cálculo da radiosidade deve ser feito com todos os sofá e com o "P", separe a malha do resto; móveis e objetos em cena, para dar a iluminação e sombras para o conjunto todo. Cuidado com as normais das faces, sempre confira pra ver se estão viradas para o lado certo. Apesar de calcular a radiosidade de uma vez só, o processo de aplicar a textura em uma malha Low Poly, é feito individualmente nos objetos em cena, por isso explicarei os vários tipos separadamente, mas seguindo todos os passos coletivos. -Entre em modo Uv Face Select e crie uma nova imagem em Uv/Image Editor/ Image/ New, preferivelmente uma imagem grande; Proced u ral Agosto 2007| 11
  • Tu tori a l G a m e E n g i n e Por Marcelo Shigueo -Em Scene (F10), vá na aba Bake/ [Full Render] / [Bake]; -Repare que mesmo com subsurface que foi aplicada na malha antes do cálculo da radiosidade, o posicionamento da malha aberta não mudou, permaneceu no mesmo lugar, mas apenas subdividida; -A sua textura lisinha, devidamente iluminada e sombreada, vai estar aplicada a sua malha low poly. -Ele vai renderizar a imagem no Uv/Image Editor, substituindo a imagem criada; -Agora salve a imagem em algum lugar, em Dica: depois que vc abre a malha no UV/ IMage Editor, Image/Save As; vc pode fazer mudanças na malha, que a posição da malha aberta no UV permanece, mesmo se subdividido e mudado de posição dos vértices, podendo usar o Sculp pra detalhar seu objeto, e depois até extrair o NormalMap da malha pra ser usado no game, posteriormente. Mas sempre Deixando a malha no mesmo formato que a malha low poly. Piso (ou azulejo e qualquer outra malha que tenha textura UV) -Deixe a malha do piso separada da malha das paredes, como outro objeto; -Entre em modo Uv Face Select, "7" para ficar com a visão de cima e com "U"->[Project From View], para abrir a malha no UV/ Image Editor, redimensionando para ocupar toda a área; -Abra a malha low poly do sofá, anteriormente guardada, entre no modo Uv Face Select e abra a imagem a pouco renderizada, no Uv/Image Editor; 12 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l G a m e E n g i n e Por Marcelo Shigueo -No Uv Face Select crie uma nova imagem em Uv/Image Editor/ Image/ New, preferivelmente uma imagem grande; -Salve uma cópia dessa malha low poly, já com a malha aberta; -Calcule a radiosidade, lembrando que vc poderá -Em Scene (F10), vá na aba Bake/ [Full Render] / caprichar nas configurações da radiosidade, pois a [Bake]; subdivisão da malha não vai ser problema agora; -Depois de aplicado a radiosidade, com o "L", selecione a malha do piso e com o "P", separe a malha do resto; -Ele vai renderizar a imagem no Uv/Image Editor, substituindo a imagem criada, repare que sua textura UV anterior vai aparecer fundida com a radiosidade; -Agora salve a imagem em algum lugar, em -Aplique a textura do piso por UV você usa o Xrepeat e , Image/Save As; Yrepeat para multiplicar o piso pelo chão, e aplique a textura na malha do piso, nunca ultrapassando o limite do quadrado interno do UV/Image Editor; Proced u ral Agosto 2007| 13
  • Tu tori a l G a m e E n g i n e Por Marcelo Shigueo -Abra a malha low poly do piso, anteriormente -Depois de aberta a malha, salve uma cópia da sua guardada, entre no modo Uv Face Select e abra a malha low poly em algum lugar; imagem a pouco renderizada, no Uv/Image Editor; -Calcule a radiosidade; -A textura do piso agora vai aparecer com as manchas -Depois de aplicado a radiosidade, com o "L", selecione da iluminação e sombras, exatamente sobre a malha a(s) malha(s) da(s) parede(s) e com o "P", separe a aberta no UV . malha do resto; Paredes: -Entre em modo Uv Face Select e crie uma nova -Essa técnica é usada para as paredes com cores imagem em Uv/Image Editor/ Image/ New, sólidas, sem imagem como textura, crie um material e preferivelmente uma imagem grande; escolha a cor da parede; -A malha das faces internas e externas, de preferência não devem ser unidas, não deixe faces entre as paredes, ou em qualquer outro lugar onde você não vai ver; -Você pode separar as malhas por cômodos, parte interna e externa, etc. Se vc deixar todas as paredes, ou muitas paredes em uma malha só, corre o risco de ter que usar uma imagem bem grande para aplicar a textura UV em tudo; -Se você preferir usar só uma textura UV para todas as paredes, você abre a malha com todas as paredes. Mas se preferir separar as parede com imagens diferentes, cada uma com sua textura UV então cada parede, tem , que ser separada do resto da malha e aberta separadamente; -Para abrir a malha, entre em modo Uv Face Select e -Em Scene (F10), vá na aba Bake/ [Full Render] / com "U"->[Unwrap (smart projections)], abra a [Bake]; malha no UV/ Image Editor; 14 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l G a m e E n g i n e Por Marcelo Shigueo -Ele vai renderizar a imagem no Uv/Image Editor, substituindo a imagem criada; -Agora salve a imagem em algum lugar, em Faça os mesmos procedimentos para todos os outros Image/Save As; objetos da cenas. Recomendo que você modele toda a sua cena low poly, abrir todas as malhas no UV/Image Editor, depois salvá-la. No mesmo arquivo, mas como uma cópia, você aplicaria todo o mateial e faria o cálculo da radiosidade, para gerar os mapas UV depois abriria , novamente o arquivo com a cena low poly e criaria os materiais para aplicar as texturas UV criadas anteriormente. Quanto maior a imagem que vc escolhe para aplicar o Render Baker, melhor vai ficar a qualidade da sua imagem, mas em compensação seu game vai ficar mais pesado. As imagens criadas, para "bakear", preferivelmente devem ser quadradas. Cena final -Abra a malha low poly da parede, anteriormente guardada, entre no modo Uv Face Select e abra a imagem a pouco renderizada, no Uv/Image Editor; -A imagem tem que encaixar exatamente sobre a malha aberta no UV . Espero que esse artigo seja de grande proveito para vocês..., e futuramente quero ver muitos games e até animações usando essa técnica. Até+ Marcelo Shigueo shigueo_ms2@hotmail. com http: //my. opera. com/shigueo Proced u ral Agosto 2007| 15
  • Lei tor Procedural ano 4 #6 para a criação da nova marca, que a nossa comunidade possa diversos membros participaram crescer ainda mais, e para que o E stamos inaugurando a seção Leitor, um espaço que será dedicado à exposição das opiniões dos leitores da nossa revista. Se você tem alguma questão, crítica, sugestão ou elogio para fazer sobre a Revista Procedural, envie- com suas idéias e talento. Muitas propostas foram apresentadas e a própria comunidade escolheu a nova logomarca do Procedural. O artista vencedor do contest, criador da nova marca Procedural foi Diego Rangel Trindade (OmegaX), a quem nós do ideal do Open Sorce possa realmente atingir o seu objetivo, que é popularizar e dar acesso irrestrito à tecnologia da informação em todos os seus seguimentos. Procedural gostariamos de nos através do blog da revista ou agradecer publicamente, bem ainda pelo e-mail dos nossos como agradecemos também a editores: todos que contribuiram com esse http://revista.proceduralbase.org Convocação contest e o desenvolvimento da O Procedural, Revista, Portal, adell@procedural.com.br nossa nova marca. Forum e Blog da Revista ganon@procedural.com.br Atualmente a administração está Procedural, estão precisando de Estaremos divulgando e trabalhando no novo layout do pessoas para ajudar na nossa respondendo as suas questões portal, novamente com a ajuda de missão de levar conteúdo aqui nesta seção em nossas membros da comunidade e a interessante, didático e sempre próximas edições. revista Procedural está de volta, já atualizado até nossos usuários. é uma realidade. Quem quiser contribuir com a Nesta edição vamos aproveitar nossa comunidade, por favor entre esta seção para falar com a nossa Logo antiga em contato conosco. comunidade, um pouco sobre a reformulação que a instituição Procedural vem passando. Precisamos de colaboradores Podemos chamar o Procedural de para as seguintes atribuições: instituição, porque trata-se de um Nova logomarca conjunto de recursos baseados na * Editor de notícias do Portal ideologia Open Source, que são * Editor de notícias do Blog da disponibilizados gratuitamente e Revista Procedural dão origem a uma comunidade * Editor de notícias para a sólida e reconhecida dentro do Revista Procedural universo da Computação Gráfica * Diagramadores para a revista no Brasil. São eles, a Revista Além, é claro, do envio de artigos Procedural, o Portal, o Fórum e o para a revista que esperamos Blog da revista Procedural. Construindo uma comunidade livre continuar recebendo de toda a Nós do Procedural estamos comunidade. trabalhando incansávelmente para Porque mudar? Após a reestruturação do Portal e manter essa comunidade, porque principalmente do Fórum acreditamos no potencial das Alexandre Cruz Procedural, identificou-se uma ferramentas Open Source e ganon@procedural.com.br necessidade de reformular toda a principalmente porque acreditamos identidade visual do portal/fórum e no talento e na capacidade dos também da revista que já estava membros da nossa comunidade. O há algum tempo esquecida. nosso País precisa de softwares Foi feito um layout provisório para livres, a maioria esmagadora dos o portal/fórum e foi retomada a nossos artistas precisam de produção da Revista Procedural. softwares livres como o Blender O passo seguinte foi o para expressar seu talento e desenvolvimento da nova marca capacidade. E a nossa Procedural, e isso foi feito de modo comunidade é um canal de bastante especial, pois foi expressão desse potencial. realizado graças a ajuda dos A cada dia, procuramos melhorar a membros da nossa comunidade. nossa estrutura e inovar, afim de Foi realizado um contest no fórum criar as melhores condições para 16 | Proced u ral Agosto 2007
  • Pl u g i n Procedural ano 4 #6 Dica - Essential Blender OLGA – Gamers Quase-Cinema Anônimos Online http://www.quasecinema.org http://www.olganonboard.org Blog do programa criado por Gamers Online Anonymous é uma Alexandre Rangel (VJ Xorume) organização de ajuda e um Web site como projeto de diplomação no dedicados a auxiliar àqueles que se Bacharelado em Artes Plásticas na O Essential Blender é o livro mais recente consideram viciados em jogos de Universidade de Brasília. da fundação Blender, é o guia oficial para se computador, video games de O Quase-Cinema é um software aprender os fundamentos desta suite aberta e console e jogos on-line. com ferramentas e recursos livre de software 3D. A iniciativa de criar esta voltados para a produção de O livro pode ser usado como um guia passo comunidade online de ajuda a performances de VJ's. a passo para os novos usuários do Blender e pessoas com perfil obcessivo em Conheça o software, registre-se e também como introdução às mudanças mais relação aos jogos e mídias faça o download gratuito. recentes ocorridas no software. eletrônicas, partiu de uma mãe Este livro é o companheiro ideal para o guia americana que julga ser os jogos antecessor, o manual 2.3. eletrônicos a causa da morte do seu O Essential Blender aborda todos os filho. aspéctos da produção 3D, modelagem, O site oferece um fórum para materiais e texturização, iluminação, sistema discussões, notícias e artigos sobre da partículas, diversas técnicas de animação, o tema. e render. Além disso, há também capítulos especiais sobre as novas ferramentas Sculpting e o poderoso Node Compositor. Get body smart The Cog project Fonte: http://www.blender.org http://www.getbodysmart.com http://www.cogfilms.com - Modelagem - Materiais - Texturas - Animação - Sistema de partículas - NPR Render - Fluidos - Editor de sequencias - Game Engine - Sculpt e Multires - Render Pipeline - Ambient Occlusion Ótimo site com referencia de Site do artista Colin Litster com - Subsurface Scattering anatomia humana. notícias, animações e ótimos - Composite Nodes Desenhar a figura humana com tutoriais sobre Blender. - Stride Bones perfeição sempre foi uma das coisas - Shape keys mais difíceis. Modelar em 3D então - Hair nem se fala! Porém, tudo fica mais - Softbody fácil com uma boa referência. Tudo isso e muito mais por - Modificadores apenas $ 1,00 clique www.blender.org Proced u ral Agosto 2007| 17
  • Tu tori a l L i n u x R i card o G raça Composição Cinelerra com Baseado no curta de animação "Nós somos assim" Para isso, vamos em “settings” > “preferences” e U entramos na guia “playback”; nessa guia, temos, nas tilizei o cinelerra para opções de “Video Out”, a escolha de “video driver” , composições mais complexas onde optamos por “DV 1394 e entramos com o valor: na produção do meu curta, “/dev/dv1394/0” onde precisava mover ou dar zoom em imagens; e para a OBS.: essa configuração funcionou para o linux suse edição da animação, com a 10.0 e suse 10.2 x86 64 bits. Não testei em outras trilha e efeitos sonoros. distros. Hoje eu poderia ter utilizado o Jahshaka para as composições, mas 2 ) Outra opção muito interessante do cinelerra, é a quando comecei o trabalho, o Jahshaka renderização em background; ou seja, voce continua ainda estava muito instável. 1 ) A primeira coisa que fiz, para ter um preview na editando e ele vai renderizando a sua timeline sem te TV do que estava sendo editado, foi configurar o atrapalhar. cinelerra para dar saída para uma câmera por interface ieee1394 ( firewire ); e da camera, via S- video, jogar para a tv. 18 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l L i n u x R i card o G raça Para isso, vamos em “settings” > “preferences” e 3 ) Como eu renderizava o personagem do blender entramos na guia “performance”; nessa guia, em sequencias png; no cinelerra, eu tinha que habilitamos “use bakground rendering”, escolhi em importar toda as imagens de uma mesma sequencia “file format = png sequence. para montar uma cena com o fundo. [cinelerra.png] Vejam na trilha “video 2”, todos os frames png, lado a lado; e abaixo, na trilha “video 1” a imagem png que é o background da cena. Na janela “compositor” podemos ver a imagem final. Vale lembrar, que o blender faz isso tudo, na “sequence editor”, mas não podemos manipular as trilhas ( mover, zoom, tamanho, rotacionar ). Depois foi só escolher o formato para render ( no meu caso foi quicktime for linux > compressão DV ). O Cinelerra é um software livre e gratuito para sistemas GNU/Linux. No Blog da Revista Procedural você poderá baixar os arquivos de Ricardo Alexandre Batista Graça instalação do Cinelerra, e ainda Estudante de Letras – UCB I lustrador e Editor conferir o tutorial de instalação do programa. www. ricolandia. com http://revista.proceduralbase.org/ Proced u ral Agosto 2007| 19
  • Refl exos s o x e lf eR Por Cicero Moraes Por que estudar Blender o é tão difícil? O relato mais comum que eu ouço dos conhecidos que se aventuram na tarefa de aprender o Blender é o de quem tentou, tentou e sequer conseguiu fazer uma esfera ser animada. Realmente, é algo que acontece com uma frequência enorme. Mas, ao mesmo tempo que muita gente mal consegue inserir sua esferinha, outros tantos se enveredam pelos caminhos blenderianos sem voltar, é pura paixão. O que explica essas realidades tão distintas, a do insucesso inicial e a do apetecimento a médio prazo? Depois de muito pensar, de muito refletir cheguei a algumas conclusões. 20 | Proced u ral Agosto 2007
  • Refl exos s o x e lf eR Por Cicero Moraes A pouco tempo ministrei um workshop sobre Blender na cidade de Maringá-PR. Na verdade era para eu ajudar um amigo num projeto, mas acabei sabendo que teria de ministrar um curso durante um dia inteiro. Por sorte 3DS Max Blender Intuitivo e colorido Pouco intuitivo e espartano esse era no Sábado e eu havia chegado lá na Segunda. Ministrar conhecimento     Até hoje não sei por que não desisti para minha pessoa não era problema, do Blender, afinal eu quebrava tanto a pois já tivera uma experiência como cara nos contatos iniciais, frustrava- instrutor em uma escola de nível me tanto que até ganhei uns cabelos nacional, mas fazê-lo com o Blender Elephants Dream Fundação Blender brancos, mas não abria mão dele, pois era algo realmente novo e desafiador. Naquela semana, durante alguns minutos por dia pus-me a refletir sobre esse programa e a forma que ele funcionava; o que dizer para uma pessoa que nunca o viu? Como regalar a um leigo a possibilidade deste trabalhar no Blender? Por onde começar? Estava difícil, até por que naquela altura do campeonato eu havia perdido a sensibilidade de quem está aprendendo os conceitos básicos. A maioria dos comandos já me eram familiar, exceto claro, os mais avançados, como as técnicas de animação de personagens e composição de cenas pelo Nodes. Foi então que atentei-me para alguns fatos.     O primeiro programa 3D que trabalhei no fundo sabia que todo o sacrifício fora o Dream 3D da Corel, depois dele valeria a pena. E demorou, nossa, como cheguei ao popularíssimo 3D Studio demorou para eu compreender a Max. Algo que me chamou a atenção filosofia desse programa. nesse foi a sua interface bonitinha e intuitiva. Quando ministrei cursos     A grande diferença do Blender em sobre ele nos idos de 2001, percebi que relação a um 3D Studio Max da vida é a além de ser um programa poderoso ele seguinte: Ele não está sendo também era intuitivo, pois estava desenvolvido para agradar o usuário, pontuado de ícones autoexplicativos e ele não é desenvolvido para ser aos poucos a industria se postrou ao intuitivo ao extremo. Na verdade ele foi seu padrão tornando-o oficial. Já no feito para funcionar, e possibilitar ao Blender as coisas eram um pouco usuário o contato com as tecnologias diferentes, tomemos como exemplo a de ponta sem deixar de lado a interface. Nela quase não vemos essência da informática 3d. ícones, e os que tem são tão pequenos que passam despercebidos. A primeira     Como diria Jack o Estripador... vamos impressão que tive do Blender era de por partes (não, eu não tinha uma um programa "cinza e chato", sem piadinha melhor). nenhum recurso simpático como o help do Max ou mesmo aquele batalhão de plugins que tornam a nossa vida Andy e Toni - Projeto Orange mais fácil e divertida. Fundação Blender Proced u ral Agosto 2007| 21
  • Refl exos s o x e lf eR Por Cicero Moraes     Quando escrevo     Isso vem com o tempo... talvez seja que o Blender não foi essa a frase mais importante no feito para agradar e quesito compreensão blenderiana. sim funcionar, não Normalmente somos impacientes ao quero dizer que ele lidarmos com novidades, e o Blender é não seja simpático, um caso clássico de  software "fora da mas sim, que em casinha", pois a sua estrutura visual, razão de um código apesar de genial não é convidativa, de limpo e uma forma modo que o usuário terá de ater-se a de uso padrão os novos conceitos e não esperar que as desenvolvedores coisas simplesmente aconteçam ou acabaram optando funcionem como no mundo real. por uma interface compacta, pouco     Por essas e outras que costumo intuitiva mas cheia aconselhar os novos educandos desse de recursos. Ele programa que, antes de tudo, Basse - Projeto Orange consegue oferecer procurem pulgar a mente de tudo o Fundação Blender ao usuário tecnologias relativamente que já aprenderam sobre informática e novas como sculpting sem abrir mão especialmente informática 3D e da "forma correta" de se trabalhar embrenhem-se virgens na apreciação com o 3D. Mas o que é essa tal "forma a esse novo mundo. Hein? Simples, que correta"? Simples, por exemplo, só esqueçam tudo, abaixem o cabeção e podemos criar faces com 3 ou 4 lados. aceitem que nada sabem sobre o Parece algo tolo numa primeira vista, Blender. mas é assim que o computador trabalha. Atravéz do Python script Para auxiliar na busca dos desejosos qualquer um pode quase que de compreenção, formulei algumas conversar com o computador em dicas: relação ao 3D mais essencial. O que significa isso? Simples, mais rapidez na 1. Seja humilde e aceites que não geração do objeto e na visualização sabes nada dele e mais coerência com a forma que o computador trabalha essa     Dessa forma, ao lidar com  o Blender realidade. Em tempos de Skecthup, a sensação de frustração será estamos cada vez mais amenizada, afinal, o que esperar de sedentarizados por programas que uma pessoa desinformada? Nadinha. Representação arquitetônica oferecem uma forma de trabalhar Cicero Moraes mais compatível com a realidade, mas 2. Leia materiais introdutórios isso implica em um código maior, mais constantemente processamento e sérias dificuldades de gerenciamento de projetos.     Apesar dessa frase ter uma entonação lascíva ela é muito séria.     Quanto a iterface espartana, não se Procure ler materiais que contam por engane! Configurar um softbody alto sobre o conteúdo que desejas (tecido) ou pêlos é uma tarefa estudar, assim tu irás aos poucos relativamente simples, e essa é outra atendo-se ao conceito e não te qualidade louvável do Blender: objetos perderás tanto nas dúvidas, pois essas complexos configurados de forma serão amenizadas no decorrer das prática. Praticamente qualquer pessoa leituras... nada de pressa, afinal tu não que entenda um pouco de informática sabes nada. pode ler um tutorial sobre pêlos, fluídos e physics e de pronto seguir seus passos e atingir os objetivos propostos. Compreender é outra história, mas isso vem com o tempo. 22 | Proced u ral Agosto 2007
  • Refl exos s o x e lf eR Por Cicero Moraes Game Engine na tua mente e convertendo-se em Fundação Blender objetos inteligíveis. Como o teu domínio em relação a eles crescem e firmam- se, tu aos poucos vai convertendo a dúvida em compreensão. Essa compreensão te dará a paz suficiente para fazeres daquele ato algo prazeroso. Perceberás que, durante o dia tu só vais pensar naquilo... Bleeeeeender. O lado positivo de tudo isso, é que acabarás aprendendo coisas que nem estavam no roteiro e como diz o sábio: 3. Brinque de leve com os comandos Aprender nunca é demais. Features Fundação Blender até familiarizar-te com eles     Aqui chegamos numa parte importante. Costumo dizer o seguinte:     No Blender não basta entender os comandos, deve-se conviver com eles.     O que significa isso? Ao utilizares o programa, na maioria das vezes o que manda na boa confecção do projeto é a familiaridade que tens com os comandos a ponto de nem pensares neles. No início dos estudos, algo simples como rotacionar a área de trabalho ou mesmo copiar objetos são tarefas demasiadamente penosas, pois é comum que o educando se perca no meio do caminho. E se perde por que confunde e confunde por que não está familiarizado e não se familiariza por que não convive!  4. Faça do ato de aprender um momento de prazer     Parece estranho falar em prazer quando se refere a uma pessoa passando raiva na frente do computador, não é? Mas a coisa pode evoluir gradativamente para uma sequência de experiências gratificantes.     Como? Bem, antes de sentar na Lembre-te: Não te procupes     frente do micro e ler o material com o tempo nem com o introdutório ou testar comandinhos dinheiro. A maioria dos novos, faça um cafezinho ou um chá... insucessos que tenho coloque uma musiquinha, ou deixe o acompanhado são motivados silêncio no ar. Leias o conteúdo com por essas inquietações. atenção e tranquilidade, esqueças do mundo a tua volta, penses apenas no que está lendo. Conforme o tempo vai passando os padrões do conhecimento Scyrus 3 que estás buscando vão firmando-se Eduardo Henrique Galeria - Fundação Blender Proced u ral Agosto 2007| 23
  • Refl exos s o x e lf eR Por Cicero Moraes resultado sair bem acima do esperado. Me foi assim com o Blender, lembro-me como se fosse hoje o hotel fazenda que modelei para uns amigos que faziam adnimistração.     Para aqueles que desejam de pronto envolverem-se em grandes projetos como um curta... lamento informar mas não é uma escolha muito sábia. Projetos como esse não dão muito mas móóóóóóóóito trabalho. Na história da humanidade creio que dá para contar nos dedos os casos de sucesso nessas tentativas. 7. Cuidado com o prazer excessivo, ele pode acabar com a tua vida social e o teu namoro     Pode rir, mas isso é bem real. É Material Nodes comum que o grau de prazer em Fundação Blender 5. Comece a ousar nas construções relação ao estudo extrapole a esfera da sobriedade tornando-se uma     Depois de familiarizar-te com os fixação. Nessa fase o educando tende comandos, vá aos poucos ousando na a embrenhar-se num caminho que construção dos objetos e buscando exclui a vida em sociedade e outras novas aplicações para eles. Essa responsabilidade que não incluem as do composição de coisas simples irá cotidiano de qualquer vivente tido criando um ambiente mais complexo, e como normal. como toda grande jornada principia no     Um dos fatores chaves para o primeiro passo, como toda a grande sucesso no mercado e até para a tua árvore veio de uma pequena planta... os autoapreciação é o networking. Que teus projetos mais ambiosos poderão diabos é isso, networking? Simples, é a nascer daí. rede de amigos, de relações que tu formas em razão de algum fim. Nesse 6. Te envolva num projeto modesto caso, de trabalhos com 3D. Portanto, Representação arquitetônica mas objetivo dedique parte do tempo de estudo Cicero Moraes para a ampliação e solidificação     Para atestares o teu conhecimento, desses laços, não te arrependerás! ao passo que adquires mais dele, te envolvas num projeto que sejas 8. Cuidado com o perfeccionismo ele coerente com o que pretendes pode te esterilizar desempenhar. Se por exemplo, tu desejas confeccionar maquetes     Alguns vêm essa qualidade como eletrônicas, te prestes a modelar uma algo louvável, pode até ser, mas para um amigo que pretende construir geralmente o senso de perfeccionismo uma casa, ou desenhes uma e acaba anulando as pessoas, que optam procures modelá-la. Quando estou por não publicar suas obras aprendendo alguma ferramenta nova, imaginando que não estão "boas o geralmente faço projetos de graça suficiente". Enquando tu fazes isso para amigos que precisam deles para outras obras que não estão boas o seus trabalhos universitários, como suficiente caem nos olhos do público, cavalo dado não se olha os dentes, ajudam pessoas e até geram lucros tenho a tranquilidade necessária para para seu criador. Lembre-te da dica 1, brincar e me deliciar com as novidades sejas humilde. a ponto de na maioria das vezes o 24 | Proced u ral Agosto 2007
  • Refl exos s o x e lf eR Por Cicero Moraes Splash despontar no teu coração, procures Blender 2.44 aproximar-te de outros membros da comunidade blenderiana, mas maneres nas solicitações de ajuda, pois com certeza, quase 100% das tuas dúvidas já foram respondidas e estão disponíveis na internet. Aproveite esse fogo inicial e essa sensibilidade em relação as dúvidas essenciais e desenvolvas materiais explicando Outras dicas como resolvê-las. Quem desenvolve tutoriais ou procura ajudar os outros é     É comum que teus amigos e bem visto pela comunidade, a ponto familiares não nutram interesse pelos dessa ajudá-lo sem titubear. Já quem teus trabalhos ou avanços, de modo vive perguntando inspira de forma que outra dica que dou é a seguinte: negativa aos outros que detém mais Elephants Dream Fundação Blender conhecimento, pois eles correram     Quando principiares o estudo de qualquer coisa não contes a ninguém. Mantenhas a tua privacidade pois nessa fase somos vulneráveis a críticas negativas e nada mais eficiente para destruir os nossos sonhos do que isso. Assim que tiveres avanços significativos vás mostrando aos outros os teus trabalhos. Parece algo pouco animador ou ético o que exponho aqui, mas é uma medida de proteção inicial, eu sempre faço isso. As pessoas criticam por que falar é mais fácil que fazer, e nós aceitamos por que desistir é mais fácil do que lutar. Que mistura explosiva, não?     Outra dica que costumo proferir é a atrás das respostas e não tem tanto de fechar o Msn Messenger e passar tempo para ficar explanando acerca longe do Orkut quando estiveres de iquietações iniciais. Portanto antes estudando, esses são grandes inimigos de perguntar qualquer coisa use o bom para a mente em estudo, pois tranfere senso e procures a resposta na a atenção de forma eficientíssima a documentação oficial bem como nos algo que fica longe dos objetivos fóruns e sites especializados. Isso não didáticos. Nada mais evidente do que significa que os usuários avançados isso, afinal é delicioso compartilhar não gostem de conversar ou informação com as outras pessoas e compartilhar informação, de vez em dar uma fofocadinha básica "de vez em quando batas um papo  com seus sempre". colegas blenderianos, mostres teus trabalhos, peças umas dicas e aprecies Palavras finais também a obra deles. Assim o egoísmo é equilibrado e a amizade depontará de     Durante o processo de forma expontânea e produtiva. aprendizagem surgirá uma grande necessidade de compartilhar Grande abraço! informação sobre o objeto de estudo , Cícero Moraes bem como um desejo incontrolável de Cogitas3d enaltecimento dos mesmos. Quando http: //cogitas3d. site. vu isso acontecer, quando esse anseio Proced u ral Agosto 2007| 25
  • M erca d o Mercado3D Emanoel Castro e a Web Webdesign tem uma grande importância H ouve um tempo em que a Web era dividida em na área, ainda mais agora que já gerações. Um grande encontramos sites com poderosas, as profissional do meio disse vezes exageradas, animações também uma vez que "a geração em 3D (Cenas para um próximo capítulo), na Web estava co- ou artigo, falando sobre Animações para relacionada ao Design e a Web). não à tecnologia usada.". Hoje podemos apoiar este pensamento, A tendência é passarmos do mas em partes. desenvolvimento local para o desenvolvimento global. Mas como Mas o objetivo deste artigo não é falar da assim? Podemos observar em empresas Geração que estamos e sim do mercado que o mercado está pedindo sistemas que o 3D está propiciando para a mais inteligentes e complexos. O cliente geração web que nos encontramos. não quer mais uma solução que fique Falarei do assunto citado em outro artigo. somente dentro de sua empresa ou mesmo em uma pequena rede interna. Vocês se lembram de filmes futuristas Ele deseja funcionalidade para que possa estilo "De Volta para o Futuro", em que os acessar seus dados e dados de sua atores principais literalmete viajavam em empresa a qualquer lugar do mundo! Um um mundo totalmente virtual ou ainda um bom exemplo são os grandes bancos grande filme em que vemos Silverster online. Stalone e Sandra Bullock contracenando em uma cena amorosa em que o Imagine agora um shopping center o principal não é o contato físico e sim convidando a um "passeio" em seu site, óculos 3D que expressam uma ligação em que você pode entrar literalmente em amorosa? Um elo entre os dois atores, ou lojas e até falar com atendentes das seja, um sistema que para nós parecia mesmas!! Entrar em um site de Turismo e impossível de se enchergar, mas que navegar online em sua cidade de agora podemos sentir destino!! E o melhor, tudo isso em 3D!! subconcientemente! Tudo bem Emanoel, Isso parece impossível!?É, também mas o que isso tem a ver com nosso achava impossível existir um simulador mercado 3D e a Web em sí! Pare para de carros ou de avião tão real hoje em pensar... dia. Com o crescimento do Flash na Web podemos fazer coisas que somente a Hoje nós temos a Web funcionando em nossa imaginação irá nos limitar! Por uma harmonia direta, com "Peopleware" isso, senhores Cyber3D, estejam respectivos em cada área. Não se tinha preparados pois o 3D estará saindo cada uma preocupação em dividir estas tarefas vez mais a nível do seu umbigo, para o ou estes trabalhos. Tudo era entregue umbigo de muitos outros!! para o garoto(a) faz tudo, chamado de Webmaster. Temos hoje o Webdesigner, Webdeveloper (Webprogramer), o Emanoel Castro Webwriter (Jornalista responsável pelo Designer 3D e Consultor conteúdo) e outros nomes que começam EMC300 com Web. Tudo está bem dividido e o emc300@designersdebolso. com http: //emc300. designersdebolso. com/ 26 | Proced u ral Agosto 2007
  • G a l eri a Procedural ano 4 #6 Piratas Anderson Padilha Blender 2.43 andersonpadilha@hotmail.com Asuka Guilherme Oliveira Blender 2.44 mako.san@gmail.com Proced u ral Agosto 2007 | 27
  • G a l eri a Procedural ano 4 #6 Sun risind over the dead trees Elias F. Berbert Blender 2.44 ferrazberbert@hotmail.com LCD Alexandre Cruz Ganon Blender 2.44 ganon@procedural.com 28 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon Texturas Metal Velho O objetivo deste tutorial é mostrar aos usuários Vamos ao tutorial. iniciantes em Blender e também em CG, como 1- Abra o arquivo registro.blend e exporte o mapa UV usar mapas de textura do objeto registro com um tamanho de pelo menos com funções diferentes, 1500 píxels. Após exportar o mapa uv do objeto, abra- para conseguir materiais complexos o no Gimp. Duplique a camada Fundo, nomeie a nova usados em modelos realísticos. camada de UV e mude o seu Modo de visualização Este tutorial foi feito no Gimp 2.2 para Somente Escurecer. Selecione a camada Fundo e Blender 2.44, mas as técnicas novamente, vá no menu Editar e selecione Preencher descritas aqui podem e são usadas com cor de fundo, no caso a cor de fundo tem de ser em todos os softwares 3D e de branco. Salve o seu arquivo. manipulação de imagens. Recomendo que o leitor tenha um mínimo de conhecimento da interface e das funções desses dois softwares, para poder seguir esse tutorial satisfatóriamente. O modelo usado neste tutorial está disponível para download no Blog da Revista Procedural no seguinte endereço: http://revista.proceduralbase.org 29 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon 4- Em minhas texturas eu costumo sempre usar uma 2- Com a camada fundo ainda selecionada, adicione camada de sombreamento externo para esconder as uma nova camada chamada Manchas. Aplique a esta costuras do mapa UV no objeto, vamos à ela. camada o efeito Plasma, vá em Selecione a camada UV. Com a ferramenta varinha Filtros/Renderizar/Nuvens/Plasma. Ainda com a mágica "Z", selecione a área externa do mapa UV camada Manchas selecionada, vá no menu Camadas como mostra a imagem abaixo. e em Cores aplique o efeito Dessaturar, para tirar as cores do Plasma. 3- Crie uma nova camada com o nome Cores. Defina no mapa UV as partes coloridas do objeto e aplique Vá no menu Seleções e aplique o comando as cores nesta camada. No meu caso usei as cores Aumentar Seleção, no meu caso 10 pixels foram verde para as áreas onde estão os tubos e vermelho suficientes. Aumentar a seleção fará com que ela para o volante do registro. avance um pouco para dentro do mapa UV. Após aplicar as cores, mude o Modo de Crie uma nova camada chamada Externo acima da visualização da camada para Sobrepor ou Mesclar camada Cores, e pinte a área selecionada de preto. Grãos, isso fará com que as manchas da camada Exclua a seleção "Shift+Ctrl+A" e aplique a inferior apareçam sob as cores. Desfocagem Gaussiana na camada. Como a minha imagem vai ficar um pouco escura, eu inverti as cores da camada UV e mudei o Modo para Somente Clarear, assim o mapa UV ficou branco, melhor para visualizar. 5- Agora vamos fazer as áreas transparentes da imagem. Essas áreas da imagem devem ser transparentes para deixar aparecer a cor do material que será configurado mais tarde no Blender. No caso do meu objeto, essas áreas serão cromadas. Proced u ral Agosto 2007| 30
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon Para tornar essas áreas transparentes, basta 7- Faremos agora o efeito de ferrugem. Crie uma selecionar a camada Manchas, selecione as áreas nova camada chamada Ferrugem abaixo da camada onde haverá transparência e tecle "Ctrl+X" para Raspado. Selecione a camada Raspado, vá no menu excluí-las. Camadas/Transparência/Alfa para Seleção. Este comando irá selecionar as partes pintadas da camada. Vá ao menu Seleção e aplique o comando Aumentar seleção, no meu caso 5 pixels foram suficientes. Com a seleção aumentada, retorne à camada Ferrugem e pinte a seleção "Shift+B" com uma cor marrom escuro. Depois vá ao menu Filtros/Ruídos/Espalhar RGB e aplique o efeito com a opção RGB Independente desabilitada. Se achar necessário escureça um pouco as cores da camada Ferrugem em Camadas/Cores/Níveis. 6- Selecione a camada Fundo e duplique novamente. Renomeie a nova camada para Fundo Cinza, com essa camada ativa será possível visualizar o mapa UV nas áreas transparentes e mais para frente nós a usaremos para outras funçoes. Vamos acrescentar agora os detalhes que darão à textura o aspecto de metal velho e desgastado. Crie uma camada acima da camada Cores chamada Raspado e escolha um cinza escuro para a Cor de Frente. Pegue a ferramenta Pincel "P" e escolha um pincel do tipo Circle com um tamanho razuável. Seguindo o mapa UV como referência, pinte pequenas áreas onde você acha que o objeto poderia estar descascado, desgastado ou arranhado. Essas áreas são geralmente em quinas e bordas do objeto. Selecione novamente a camada Raspado e usando Depois, com a ferramenta Borracha "Shift+E", e um a borracha com um pincel do tipo grunge, apague pincel do tipo Grunge ou algum outro pincel com aleatóriamente as áreas cinzas, porém com cuidado, efeito falhado, vá apagando com cuidado as bordas somente para deixar aparecer um pouco a ferrugem das áreas que você acabou de pintar, faça isso de por baixo. Faça o mesmo depois com a camada modo aleatório para dar uma aparência natural ao Ferrugem, apagando certas áreas para quebrar um efeito. pouco os contornos e deixar mais natural. 31 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon 10- Agora vamos trabalhar os outros mapas que irão 8- Crie uma camada chamada Riscado acima da compor o material do registro. camada Raspado. Vamos acrescentar mais um Vamos começar pelo mapa de especularidade. No detalhe à pintura, um efeito de riscado. Com um mapa especular iremos trabalhar somente tons de pincel fino e uma cor cinza bem claro, faça um efeito cinza, preto e branco. Quanto mais claro for o ton de de riscos na pintura em pontos que você achar cinza em determinada parte do mapa ou quanto mais interessante do mapa UV. próximo do branco, maior a especularidade naquela Eu criei também uma camada chamada Cores área do material no modelo. Quanto mais escuro Internas, acima da camada Cores, para pintar as menor a especularidade. áreas correspondentes ao interior dos tubos do No caso do registro, a parte com maior especular é registro. São as áreas pintadas de ocre. a cromada, onde estão as partes transparentes do mapa de cor. Ela deverá expor todo o potencial de especularidade que eu determinar nas configurações de shader do material, então a cor dela no mapa de especular será branca. As áreas pintadas, que são os tubos laterais e o volante, terão um especular médio, portanto terão um ton de cinza médio. As áreas internas dos tubos terão um especular menor ainda, usaremos um cinza mais escuro. E finalmente as áreas que correspondem ao raspado, riscos e ferrugem devem ter especular zero. Portanto sua cor no mapa será preta. Para fazer o mapa especular é muito simples, desative a visualização de todas as camadas com excessão das camadas Externo e Fundo. 9- O mapa de cor está pronto, vamos salvá-lo no formato PNG para usarmos como textura no registro. Vá em Arquivo/Salvar uma Cópia, e salve no formato .png. Na janela de diálogo do formato PNG que se abre desative a opção Salvar cor de fundo e ative a opção Entrelaçar para preservar as áreas transparentes da imagem. Selecione a camada Cores, vá em Camadas/Tranparência/Alfa Para Seleção, para selecionar as áreas pintadas. Crie uma nova camada chamada Especular abaixo da camada Externo e pinte as áreas selecionadas com um cinza médio. Deselecione tudo com "Shift+Ctrl+A", selecione a camada Cores internas e use o comando Alfa para seleção novamente, crie uma nova camada acima da camada especular, e pinte com um cinza mais escuro que o anterior. Proced u ral Agosto 2007| 32
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon Selcione agora a camada Ferrugem, aplique o 12- Para fazer o mapa de bump ou normal, desative comando Alfa Para Seleção, crie uma nova camada e as camadas Mirror e Especular. Crie uma nova pinte a seleção de preto. Repita estes passos para a camada chamada Bump acima da camada Mirror. camada riscado tbm. Usaremos esta camada só para sujar um pouco as Não salve o seu mapa especular agora, temos que áreas que estão em branco na imagem, para isso use fazer o mapa de bump antes para completar o mapar um pincel com efeito grunge ou outro de sua de especular, salvaremos ele mais tarde. preferência. Veja como ficou o mapa de bump na Veja na imagem abaixo como está o mapa imagem abaixo. especular por enquanto. Salve o mapa de bump no formato PNG ou JPG. Agora vamos salvar o mapa de especular que 11- Para fazermos o mapa de mirror ou reflexão, trabalhamos anteriormente. Basta tornar a camada usamos o mesmo princípio do mapa de especular. Especular visível novamente e salvar uma cópia no Quanto mais clara ou branca a área do mapa, mais formato PNG ou JPG. reflexão ela terá no material. No caso da textura do Pode ser uma boa idéia também adicionar a registro, as áreas que terão reflexão serão as áreas camada Bump ao mapa de cor que foi feito cromadas. anteriormente, para que a camada Bump funcione Para fazer o mapa de mirror para o registro basta como manchas de sujeira no metal. Para isso, ative selecionar a camada Cores e aplicar o Alfa Para novamente a visibilidade das camadas que compõe o Seleção. Crie uma nova camada chamada Mirror mapa de cor (Manchas, Cores, Cores Internas, Ferrugem, abaixo da camada Externo e pinte as áreas Raspado e Riscado) e adicione desta vez a camada selecionadas de preto. Use o Alfa Para Seleção Bump, porém tome cuidado para deixar a camada também na camada Cores Internas, volte para a Bump abaixo das camadas Riscado, Raspado e camada Mirror e pinte de preto novamente. O mapa Ferrugem. E salve o mapa de cor novamente. de mirror deverá ficar como na imagem abaixo. Salve o seu mapa de mirror no formato PNG ou JPG. 33 | Proced u ral Agosto 2007
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon 13- O último mapa que iremos trabalhar para o registro é o mapa de riscos, que também é um mapa de bump. Ele dará a impressão de que o modelo tem aqueles pequenos riscos muito comuns em metais. Para fazê-lo, deixe somente as camadas UV e Fundo Cinza visíveis e crie uma nova camada chamada Riscos. Pegue a ferramenta Desenhar com Tinta, ajuste o tamanho para conseguir um traço bem fino, no meu caso 0,3 foram suficientes. Desenhe riscos de todas as formas e tamanhos nos locais do mapa UV que vc achar interessante. Desative a visibilidade das camadas UV e Fundo Cinza, e torne visível a camada Fundo. Salve o mapa de riscos nos formatos PNG ou JPG. 15 - Agora vamos começar a configurar os mapas de textura. Na janela de texturas F6, adicione o mapa de cor no primeiro canal. Até onde eu sei, a ordem dos mapas nos canais não altera o efeito dos mesmos, mas costumo começar com o mapa de cores. Na aba Map Image ative o botão UseAlpha, porque usaremos partes transparentes nessa imagem. Mapa de riscos Está terminada a parte de pintura dos mapas, agora passaremos para a configuração dos mapas no material do registro no Blender. 14- Com o arquivo aberto no Blender e o objeto registro selecionado, adicionamos um material a ele. Vou trabalhar com um valor de especular alto que será usado na parte cromada do registro, para as Com o mapa de cores adicionado na janela de outras partes a especularidade será controlada pelo texturas, volte para a janela de materiais F5, na aba mapa de especular. Também ativei o Raymirror com Map Imput selecione a opção UV de mapeamento e valor 0.80 e Fresnel 2.0. na aba Map To deixe como está, com o canal Color ativado. Para os outros mapas você fará praticamente o mesmo procedimento, só que não haverá necessidade de habilitar o botão UseAlpha e para cada mapa você irá ativar o canal correspondente na aba Map To. Todos eles deverão ter o mapeamento UV ativado. Proced u ral Agosto 2007| 34
  • Tu tori a l Tex t u ra s Por Ganon Adicionei também uma textura procedural do tipo Stucci para dar um efeito de relevo ao modelo, como se fossem imperfeições na pintura. Veja na tabela abaixo a configuração de cada um dos mapa no material do registro. Repare que para funcionar corretamente o mapa de mirror está no modo Multiply. Este tutorial mostra apenas uma das maneiras de se COR utilizar esta técnica de composição de mapas de textura. É possível fazer texturas ainda mais realistas utilizando-se, por exemplo, fotos reais como textura. É isso. Monte uma cena com seu registro e renderize. Até a próxima! BUMP ESPECULAR MIRROR STUCCI RISCOS Alexandre Cruz Ganon ganon@procedural. com. br http: //ganon. proceduralbase. org/ 35 | Proced u ral Agosto 2007
  • N a próxi m a ed i çã o Procedural ano 4 #6 A Revista Procedural está renovada, com muitas novidades, mas não pretendemos para por aqui. Queremos trazer cada vez mais coisas novas e interessantes para Confira em Outubro na os leitores da nossa comunidade. Procedural Para que isso ocorra, é importantíssima a sua participação, mande seus trabalhos, Novos tutoriais artigos e tutoriais. Todos nós Artigos sobre o mundo open temos algo a ensinar. source Compartilhar é a melhor Mercado de trabalho forma de aprender. Participe! Notícias Galeria dos leitores revista.proceduralbase.org Novidades da comunidade Blender no Brasil e no mundo E mais... MakingOf Nós somos assim Um curta de animação feito no Blender Um curta de animação feito no Blender Um projeto de Ricardo Graça Proced u ral Agosto 2007| 36