POEMA AFRICANO
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

POEMA AFRICANO

on

  • 39,998 views

POEMA AFRICANO

POEMA AFRICANO

Statistics

Views

Total Views
39,998
Views on SlideShare
39,912
Embed Views
86

Actions

Likes
1
Downloads
162
Comments
2

3 Embeds 86

http://www.slideshare.net 74
http://cerrodocao.blogspot.com 10
http://cerrodocao.blogspot.pt 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

POEMA AFRICANO POEMA AFRICANO Presentation Transcript

  • Ligue o sOm
  • Paiva Slides
  • O dia 20 de novembro é o dia da Consciência Negra. A data foi escolhida pelo Movimento Negro em contraposição ao 13 de maio (dia da suposta abolição da escravatura) e é uma homenagem a Zumbi dos Palmares, que faleceu neste dia há 308 anos. Zumbi foi o líder do Quilombo dos Palmares - que é considerado o maior foco de resistência negra à escravidão no Brasil. Mais de três séculos após a sua morte, constata-se que o racismo não deixou de existir, ou de se manifestar cruelmente. Na verdade, a opressão de cor somente modernizou-se, assim como a sociedade da opressão modernizou suas formas de dominação durante os anos. Dia da Consciência Negra
  • "Meu irmão branco... Quando eu nasci, eu era negro. Quando eu cresci eu era negro. Poema Africano
  • Quando eu estou com medo, eu sou negro. Quando eu morrer, eu serei negro. Quando eu vou ao sol, eu sou negro.
  • E você Homem Branco... Quando você nasceu, era rosa. Quando Você cresceu, era branco.
  • Quando você vai ao sol, fica vermelho. Quando você fica com frio, fica roxo. Quando você fica com medo, fica amarelo.
  • Quando fica doente, fica verde. Quando você morrer, ficará cinza.
  • Você ainda tem o topete de me chamar de Homem de Cor?" Depois de tudo isso Homem Branco.
  • Texto: Desconheço Autoria Música: Don McClean - Vincent Imagem: Recebida via e-mail de Marcos Sergio T. Lopes Música : Dorival Caymmi - Retirantes Yahoo! Grupos Coleciono Slide PPS Formatação: Paiva [email_address]