Your SlideShare is downloading. ×
EVITA PERON
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

EVITA PERON

3,965
views

Published on

EVITA PERON

EVITA PERON

Published in: Travel, Business

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,965
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Eva, Evita como era chamada, teve uma origem humilde e saiu do interior da Argentina para a capital em busca do seu sonho de ser atriz. EVA PERÓN
  • 2. Conseguiu, foi atriz de cinema e teatro. Deixou a vida artística depois que casou com Perón. Ganhou projeção numa manobra populista, onde falava diretamente com o povo mais humilde, a classe obreira, crianças e idosos. Não pôde ter filhos e decidiu ser  “mãe” da Nação. Perón era infértil, dizem alguns autores.
  • 3. Evita conquistou o povo e arrastava multidões de adoradores. Era vista, inclusive, como uma pessoa santificada, pura, um nível acima dos simples mortais. Instituiu o voto feminino na Argentina e trabalhou pelos pobres, fundou muitas instituições e escolas. Ela podia não ter feito nada disso, podia te ficado em sua casa , acomodada e tranqüila, mas ela decidiu fazer algo pelo povo, deixar sua marca. Conquistou a população humilde.
  • 4. Ela morreu de câncer de útero aos 33 anos, muito jovem. Detectaram a doença um ano antes, não omitiram que estava doente, mas omitiram que tipo de doença era. Não quiseram assustar o povo. Mas ela morreu e foi uma comoção nacional.
  • 5. Até o final, sustentada pelas costas, muito magra, com menos de 40 quilos, ela saiu no balcão da Casa Rosada e saudou o povo, a multidão que festejava a reeleição de Perón. O velório foi gigantesco e o corpo de Eva foi embalsamado para dar a impressão de que estivesse dormindo. Quiseram apagar as marcas do desgaste que a doença ; queriam a imortalidade de Eva de certa forma.
  • 6. Evita transformou- se num mito, odiada e amada, mas nunca indiferente. Eva virou filme, musical e existe uma vasta bibliografia sobre ela. Ela ganhou sim a imortalidade que só a fama pode proporcionar. É a única coisa que consegue vencer a morte.
  • 7. Nem precisavam ter mumificado o corpo. A alma de Eva Perón ficou marcada na história. Pra sempre. http://acomentarista.wordpress.com/ Música : Don't Cry For Me Argentina Montagem : [email_address] www.pranos.com.br