BRASILIA - CAPITAL DO BRASIL

77,467 views
77,037 views

Published on

BRASILIA - CAPITAL DO BRASIL

4 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • amei
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • este é meu Brazil que tanto amo!!!!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • <br /><object type="application/x-shockwave-flash" data="http://www.youtube.com/v/zPqAlJyGJ-Y&hl=nl&fs=1" width="350" height="288"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/zPqAlJyGJ-Y&hl=nl&fs=1"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/zPqAlJyGJ-Y&hl=nl&fs=1" width="350" height="288" type="application/x-shockwave-flash"></embed></object>
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Maravilhos já esta no grupo Brazil , Gracias amiga
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
77,467
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,498
Actions
Shares
0
Downloads
354
Comments
4
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

BRASILIA - CAPITAL DO BRASIL

  1. 1. Brasília – Capital do Brasil Brasilia foi inaugurada oficialmente em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek. A partir desta data iniciou-se a transferência dos três poderes da República: Executivo, Legislativo e Judiciário. Brasília foi registrada, no ano de 1987, como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela Unesco. Porém, a cidade é muito mais que um patrimônio histórico ou um marco arquitetônico. É uma cidade única, cheia de energia, de intensa vida artística, cultural e econômica. Situada na região Centro-Oeste, Brasília foi projetada para acolher 500 mil habitantes, porém no censo realizado pelo IBGE (2004) foi indicada uma população de 2,36 milhões de habitantes, incluindo sua região metropolitana (as cidades satélites). O plano urbanístico da capital, conhecido como “Plano Piloto&quot;, foi feito pelo urbanista Lúcio Costa e muitas de suas construções foram projetadas pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer. Os “slides” que aqui selecionei mostram porque a Capital Federal brasileira é conhecida como ícone mundial da arquitetura moderna.
  2. 2. Brasília completa 47 anos em 21 de abril de 2007
  3. 3. Congresso Nacional <ul><li>Maior cartão-postal da capital. Sede do poder Legislativo, a obra é conhecida por seus dois prédios, com 28 andares cada, ligados em forma de “H”, e suas duas cúpulas representando os plenários: a maior (convexa), que abriga o plenário da Câmara dos Deputados e a pequena (côncava), que abriga o plenário do Senado Federal. O Congresso possui um acervo artístico expressivo, com obras de Di Cavalcante, Alfredo Ceschiatti, Marianne Peretti, Faya Ostrower, Carybé e Maria Bonomi. </li></ul>
  4. 4. Catedral Metropolitana <ul><li>A estrutura, 16 pilares em formato parabólico, ficou pronta em 1960, mas só em 31 de maio de 1970 seria inaugurada. Logo na entrada estão as estátuas de 3m de altura dos quatro evangelistas, Mateus, Marcos, Lucas e João, realizadas com ajuda do escultor Dante Croce, em 1968. </li></ul>
  5. 5. Interior da Catedral <ul><li>No interior da nave estão as esculturas de 3 anjos, de Alfredo Ceschiatti. O Altar foi doado pelo Papa Paulo VI. A cobertura da nave central tem os vitrais de Marianne Peretti. São 16 peças em tons de azul, verde, branco e marrom inseridas entre os pilares de concreto. </li></ul>
  6. 6. Palácio do Itamaraty <ul><li>O Palácio do Itamaraty é a sede do Ministério das Relações Exteriores. Em seu espelho d’água encontra-se a escultura “Meteoro”, de Bruno Giorgi. </li></ul>
  7. 7. Memorial JK <ul><li>Monumento construido em homenagem ao presidente que fundou a nova capital. O Memorial JK localiza-se na Praça do Cruzeiro, onde, em 3 de maio de 1957, foi celebrada a primeira missa de Brasília. Lá estão os restos mortais de Juscelino Kubitschek e um museu com objetos pessoais do ex-presidente. </li></ul>
  8. 8. Centro de Convenções <ul><li>Situado na região central do Eixo Monumental, passou por uma ampliação. Originalmente com capacidade para 1.710 pessoas, passou a ter 7.100 lugares, oferecendo aos usuários salas de reuniões e auditórios modernos e confortáveis. </li></ul>
  9. 9. Supremo Tribunal Federal <ul><li>A sede do Supremo completa, ao lado do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto, a Praça dos Três Poderes. Diante do edifício-sede, fica a estátua que personifica a Justiça, obra do escultor Alfredo Ceschiatti, em granito de Petrópolis e pedra monolítica. </li></ul>
  10. 10. Palácio do Planalto <ul><li>Sede do Poder Executivo, o Palácio do Planalto foi uma das primeiras construções a ser concluída no centro de Brasília, ficando pronto em 1958. O projeto de Oscar Niemeyer utilizou linhas curvas e retas para obter um efeito plástico requintado, com acabamento em mármore. </li></ul>
  11. 11. Palácio da Justiça <ul><li>Também de autoria de Niemeyer, o palácio assemelha-se ao do Ministério das Relações Exteriores, por causa dos seus arcos. Além do espelho d’água, cascatas artificiais correm por calhas de concreto e são a atração da fachada principal. </li></ul>
  12. 12. Palácio da Alvorada <ul><li>Palácio da Alvorada é a residência oficial do presidente da República. Inaugurado em 30 de junho de 1958, foi a primeira construção em alvenaria a ficar pronta em Brasília e, em pouco tempo, se tornou símbolo do movimento moderno da arquitetura. </li></ul><ul><li>A construção de Niemeyer foi batizada por Juscelino Kubitschek e quando questionado sobre o porquê do nome &quot;alvorada&quot;, o então presidente da República respondeu com outra questão: &quot;Que é Brasília, senão a alvorada de um novo dia para o Brasil?&quot;. </li></ul>
  13. 13. Panteão da Pátria <ul><li>O Monumento é uma homenagem à memória do ex-presidente Tancredo Neves e outros heróis da Pátria, como Tiradentes. Projeto também de Oscar Niemeyer, remete à forma de uma pomba. Em seu interior, um Salão Vermelho com um painel de Athos Bulcão, um salão principal que contém um painel de João Câmara sobre a Inconfidência Mineira e um vitral de Marianne Peretti. No Salão Negro está o Livro de Aço dos heróis nacionais. </li></ul>
  14. 14. Teatro Nacional <ul><li>O que chama a atenção do Teatro Nacional é sua forma de pirâmide irregular, com fachada em cubos e retângulos. Possui três salas de espetáculos: Villa Lobos, Martins Pena e Alberto Nepomuceno. </li></ul>
  15. 15. O mastro da Bandeira Nacional <ul><li>É um exemplar especial da bandeira, com 280 metros quadrados de área, está permanentemente a cem metros de altura, no alto do mastro plantado na Praça dos Três Poderes. A construção em aço é considerada a maior do gênero no mundo, para bandeiras nacionais. </li></ul><ul><li>A substituição desta bandeira, que frequentemente fica rasgada pela ação do vento, é feita em solenidades especiais no primeiro domingo de cada mês. O novo exemplar deve atingir o topo do mastro antes que o exemplar substituído comece a ser arriado. A cada hasteamento revezam-se na guarda de honra soldados de uma das três armas militares (Marinha, Exército e Aeronáutica). As mais diversas entidades costumam doar bandeiras para a ocasião. </li></ul>
  16. 16. Ponte JK <ul><li>Inaugurada em 2002, a Ponte JK é um marco de ousadia arquitetônica. A forma estrutural adotada conta com três arcos que sustentam, por meio de estais de aço, três tabuleiros com vão de 240 metros cada um. </li></ul><ul><li>Os três arcos são inspirados pelo movimento de uma pedra quicando sobre o espelho d'água, a obra se integra ao conceito de Brasília, aliando beleza e inovação. </li></ul>
  17. 17. Torre de TV <ul><li>A Torre de TV começou a ser construída em 1965 e foi inaugurada em 9 de março de 1967. Feita de aço e concreto, a torre tem 128m de altura e seu mirante, localizado a 75m, proporciona uma ampla vista da cidade, o que a torna uma das principais atrações turísticas de Brasília. Ao seu lado funciona a feira do artesanato, que costuma ficar lotada nos domingos, e o seu terceiro andar está localizado o Museu das Gemas. No final do ano, a iluminação que recebe a transforma na principal árvore de Natal da capital. </li></ul>
  18. 18. Escultura “Guerreiros” <ul><li>A escultura “Guerreiros”, de Bruno Giorgi, mais conhecida como “Dois Candangos”, numa homenagem aos que chegaram ao Planalto Central vindos de todas as partes do país, principalmente do Nordeste, e que ajudaram a construir Brasília. </li></ul><ul><li>Está localizada na Praça dos Três Poderes. </li></ul>
  19. 19. Flores típicas <ul><li>A aridez da seca do Cerrado é quebrada pela florada das plantas. </li></ul><ul><li>De cores fortes como o vermelho e o amarelo, as flores típicas se destacam pelo contraste com a vegetação ao redor, que fica seca na época que elas florescem. Quanto mais seco, mais flores no Cerrado. Uma lembrança de que a vida continua mesmo quando tudo mais parece morto. </li></ul>Por Adriana Carvalho

×