Romeu e Julieta de William Shakespeare realizado por Ana Margarida Cardoso

  • 1,520 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,520
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Romeu e Julieta De William Shakespeare<br />Editora:Ediclube<br />Ano de Edição:???<br />Período de leitura:11/Fev– 2/Fev<br />Ano de Publicação:???<br />Local de Edição:Amadora<br />William Shakespeare:Nasceu a 23 de Abril de 1564, em Stratford-upon-Avon, tendo-se tornado um poeta e dramaturgo, considerado o mais influente do mundo. Segundo alguns estudiosos, casou com Anne Hathaway, aos 18 anos e teve três filhos. Entre 1585 e 1592 começou uma carreira em Londres como actor. Devido aos poucos registos existentes da vida de Shakespeare, há muita especulação sobre o poeta. Morreu a 23 de Abril de 1616, no seu dia de aniversário. <br />Duas famílias rivais, Montéquio e Capuleto , lutam nas ruas de Verona. O Príncipe intervém e declara que punirá com morte as pessoas que colaborarem nas guerras entre as duas famílias rivais. É depois deste desentendimento que Páris, um jovem parente do príncipe, pede a Capuleto que o deixe cortejar a filha, Julieta, de apenas treze anos. Confuso com o pedido, a pai de Julieta pede a Páris que espera mais dois anos, mas convida-o para a festa que se realizará nessa noite.Por seu lado, Benvolio, encontra-se com o primo, Romeu Montéquio e, enquanto tenta descobrir quem é a rapariga que deixara o primo deprimido devido a uma paixão não correspondida, o criado dos Capuleto pede-lhe que leia os nomes e, em forma de agradecimento, convida-o a aparecer na festa. É neste baile que Romeu e Julieta se conhecem e apaixonam perdidamente.Dá-se assim o início da história de amor entre Romeu e Julieta.Após a festa, Romeu salta o muro da casa dos Capuleto e ouve as declarações de amor de Julieta e, apesar do ódio que as duas famílias sentem, decidem casar.É no dia seguinte, e com a ajuda de Frei Lourenço que o casal casa, em segredo.Mais tarde, Tebaldo, o primo de Julieta, ofendido por Romeu ter ousado aparecer na festa , desafia-o para um duelo, mas este recusa, sentindo que Tebaldo faz agora parte da sua família. Sendo assim, é Mercúcio que aceita lutar em nome do amigo. É durante o duelo que Mercúcio é ferido mortalmente e Romeu, sentindo-se na obrigação de vingar a morte do primo do rei uma vez que este tinha morrido para defender a sua honro, luta com o primo de Julieta, matando-o. O Príncipe decide então exilar Romeu e, se ele voltar a Verona, será executado.Capuleto, interpretando erradamente a dor da filha como sendo devido à perda do primo, decide casá-la imediatamente com Páris, ameaçando deserdá-la quando esta se recusa a fazê-lo.No dia seguinte, Julieta visita Frei Lourenço pedindo-lhe ajuda para escapar ao casamento e este dá-lhe um frasco que contém um líquido que, depois de ingerido, a fará ficar num estado de inconsciência semelhante à morte, prometendo também que enviará um mensageiro para informar Romeu que a sua morte é fingida. <br />Conforme o plano, Julieta toma o remédio na noite antes do casamento, esperando que, quando acordar, Romeu se encontre ao seu lado, tal como previamente tinha sido planeado.Contudo, a mensagem que devia chegar a Romeu não fora entregue e este não sabe de todo o plano e pensa que a sua amada está, realmente, morta. Compra então um veneno e dirige-se à cripta dos Capuleto, pronto a ir ter com Julieta.Páris, que se encontra na cripta, reconhece Romeu como o assassino de Tebaldo e lutam. Dessa luta resulta mais um morto: Páris.Ainda acreditando que Julieta está morta, Romeu bebe o veneno. Quando Julieta acorda, descobre que o seu amado está morto e suicida-se com um punhal, ao perceber que o veneno de Romeu não tinha nem uma gota.As duas famílias e o Príncipe entram na tumba e encontram os três corpos. Só nesse momento as duas famílias rivais ouvem, da boca de Frei Lourenço, a história de amor impossível dos seus filhos.Os Capuleto e os Montéquio reconciliam-se pela morte dos filhos.Príncipe: “(…) pois nunca houvehistória mais dolorosa do que a de Julietae do seu Romeu.”<br />Relação título-livroFoi o nome dos protagonistas deste romance que deram origem ao título do livro, adequando-se à história e ao tema tratado.<br />Reacção pessoal ao livroÉ um livro que revela a sua antiguidade pela forma como foi escrito e pelas palavras que lhe dão vida.É uma história que quase todos conhecem, contada pela primeira vez, revelando que é muito difícil fazer melhor que o original, devido às várias adaptações ao teatro e ao cinema, quem não se mantiveram fiéis a este clássico.Citações:Senhora Montéquio: Não deveis dar um passo para ir ao encontro de um inimigo.Romeu: Há mais perigos nos seus olhos que em vinte das suas espadas.Romeu: Brinca com cicatrizes quem nunca teve uma ferida.<br />Ana Margarida Cardoso<br />12ºA nº4<br />2010/2011<br />