Capacitação – Confiança - Progresso
Curso Preparatório
Profº Cristiano Carvalho
E-mail: cristianocarvalho@ccp-preparatorios.com.br
Twitter: rj_cristiano
msn: cristiano_rj@hotmai...
Redes de Computadores
Uma rede é uma combinação de equipamentos interconectados
entre si com finalidade de troca de dados e compartilhamento de
...
É um computador que tem a função de elevar a capacidade de
processamento dos dados compartilhados na rede. Geralmente,
ess...
Usuário final
É qualquer pessoa ou dispositivo que usa os serviços da rede. Eles
são origem e destino dos dados de aplicaç...
Como pode ser definida uma rede?
 Quanto sua finalidade;
 Entre outras.
 Forma de interligação;
 Meio de transmissão;
...
Tipos de redes
 LAN (Local Área Network – Rede Local)
 WAN (Wide Área Network – Rede Remota)
LAN (Local Área Network Rede Local)
É a ligação dos diferentes portes, dentro de uma área geográfica limitada –
usualmente...
WAN (Wide Área Network – Rede Remota)
É a rede que utiliza meios de teleprocessamento de alta velocidade ou
satélites para...
Redes Wireless
As redes Wireless (sem fio) são divididas em várias partes, as duas que mais
são discutidas em provas são W...
Redes Wireless
As redes Wireless (sem fio) são divididas em várias partes, as duas que mais
são discutidas em provas são W...
WLAN (Wireless LAN)
Os principais padrões de redes de pequeno alcance (WLAN) são
conhecidos como:
 BLUETOOTH
 Wi-Fi
 In...
WLAN (Wireless LAN)
Os principais padrões de redes de pequeno alcance (WLAN) são
conhecidos como:
 BLUETOOTH
 Wi-Fi
 In...
WWAN (Wireless WAN)
Redes sem fio distribuídas são aquelas usadas pelos sistemas
celulares e outros meios.
 1G - 2G – 2,5...
PRINCIPAIS COMPONENTES
Bridge (Ponte)
É o equipamento que liga duas redes com protocolos específicos.
Hub (Concentrador)
É o equipamento que permite a ligação de vários equipamentos a
uma central. É um equipamento que pode s...
Repetidor
É o equipamento utilizado em redes de topologia anel, que recebe um
sinal e o retransmite para o próximo ponto, ...
Switch
Equipamento usado para conectar e distribuir comunicações entre
uma linha tronco ou backbone, e nós individuais. Ta...
Modem
Os modens são dispositivos de conversão de sinais que permitem que
dados digitais sejam transmitidos por linha telef...
Gateway
É o equipamento que liga uma rede local a um sistema de
comunicação com maiores recursos.
Um gateway, por exemplo,...
Cabeamento
CABO COAXIAL
Foi o primeiro tipo de cabo empregado nas redes de computadores. É
constituído de um condutor interno cilíndr...
CONECTORES PARA CABO COAXIAL
CABO PAR TRANÇADO
Existem dois tipos básicos de cabos par trançado
UTP - Unshielded Twisted Pair - Par trançado sem blinda...
CONECTOR PARA CABO PAR TRANÇADO
CABO DE FIBRA ÓTICA
Fibras óticas são fios finos e flexíveis de vidro ou plástico transparente
que podem conduzir luz visí...
Topologia de Redes
Topologia de Redes
Uma rede de computadores pode ser dividida em:
 Topologia em Barramento
 Topologia em Anel;
 Topolog...
Topologia em Barramentos
Esta topologia é constituída por uma linha única de dados (o fluxo é
serial), finalizada por dois...
Topologia em Barramentos
Vantagens – Solução de baixo custo, sendo ideal ser implementada em lugares
pequenos.
Desvantagen...
Topologia em Anel
A topologia anel é constituída de um circuito fechado que permite a
conexão de vários computadores em cí...
Topologia em Anel
Vantagens – Não há atenuação do sinal transmitido, já que ele é
regenerado cada vez que passa por uma es...
Topologia em Estrela
A topologia em estrela é caracterizada por um elemento central
que gerencia o fluxo de dados da rede....
Topologia em Estrela
Vantagens – Alta performance, uma vez que o sinal sempre será
conduzida para um elemento central, e a...
Topologia em Estrela
Desvantagens – Custo elevado de instalação, sendo que quanto maior
for a distância entre um nó e o co...
Meios de Transmissão
Meios de Transmissão
Simplex
Half-duplex
Full-duplex
Meios de Transmissão
Simplex
A transmissão de dados ocorre de maneira simples, ou seja, unidirecional,
em uma única direçã...
Meios de Transmissão
Half-duplex
Esse tipo de transmissão de dados é bidirecional, ou seja, o emissor pode
ser receptor e ...
Meios de Transmissão
Full-duplex
Esse tipo de transmissão de dados é bidirecional porém, na transmissão full
(completo) os...
Meios de Comunicação
Meios de Comunicação
A comunicação entre as redes pode ser feita do seguinte modo:
 Via Satélite;
 Via Rádio
 Via Cabo:...
Meios de Comunicação
O meio de comunicação mais comum entre as redes de computadores
e entre uma rede e a internet é a com...
Protocolos de Redes
Protocolos de Redes
É o conjunto de regras sobre o modo como se dará a comunicação
entre as partes envolvidas.
Para que os...
Funções do Protocolos
Uma das funções dos protocolos é pegar nos dados que serão
transmitidos pela rede, dividir em pequen...
Funções do Protocolos
 Endereçamento: especificação clara do ponto de destino da
mensagem.
 Numeração e sequência: indiv...
Alguns Protocolos
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Redes

593
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
593
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Redes

  1. 1. Capacitação – Confiança - Progresso Curso Preparatório
  2. 2. Profº Cristiano Carvalho E-mail: cristianocarvalho@ccp-preparatorios.com.br Twitter: rj_cristiano msn: cristiano_rj@hotmail.com
  3. 3. Redes de Computadores
  4. 4. Uma rede é uma combinação de equipamentos interconectados entre si com finalidade de troca de dados e compartilhamento de recursos, onde cada computador ligado à rede não precisa mais ter seu próprio banco de dados ou impressora. Conceito
  5. 5. É um computador que tem a função de elevar a capacidade de processamento dos dados compartilhados na rede. Geralmente, essa máquina processa grande volume de dados o que requer delas dispositivos ágeis e sistema de armazenamento de dados com alta capacidade e acesso rápido. A estação servidora é responsável pelo gerenciamento de toda a informação que trafega dentro de uma rede. Servidor
  6. 6. Usuário final É qualquer pessoa ou dispositivo que usa os serviços da rede. Eles são origem e destino dos dados de aplicação que trafegam dentro da rede.
  7. 7. Como pode ser definida uma rede?  Quanto sua finalidade;  Entre outras.  Forma de interligação;  Meio de transmissão;  Tipo de equipamento;  Disposições lógicas;
  8. 8. Tipos de redes  LAN (Local Área Network – Rede Local)  WAN (Wide Área Network – Rede Remota)
  9. 9. LAN (Local Área Network Rede Local) É a ligação dos diferentes portes, dentro de uma área geográfica limitada – usualmente, dependendo da localização, pode variar até no máximo 4 km2. Neste tipo de rede (LAN), os equipamentos se encontram perto um dos outros.
  10. 10. WAN (Wide Área Network – Rede Remota) É a rede que utiliza meios de teleprocessamento de alta velocidade ou satélites para interligar computadores separados geograficamente por uma área maior que a coberta pela rede local.
  11. 11. Redes Wireless As redes Wireless (sem fio) são divididas em várias partes, as duas que mais são discutidas em provas são WLAN (Wireless LAN), que são as redes sem fio de pequeno alcance, ou seja, redes locais sem fio e WWAN (Wireless WAN) que são as redes sem fio empregadas nas redes remotas, ou seja, nas redes geograficamente distribuídas.
  12. 12. Redes Wireless As redes Wireless (sem fio) são divididas em várias partes, as duas que mais são discutidas em provas são WLAN (Wireless LAN), que são as redes sem fio de pequeno alcance, ou seja, redes locais sem fio e WWAN (Wireless WAN) que são as redes sem fio empregadas nas redes remotas, ou seja, nas redes geograficamente distribuídas.
  13. 13. WLAN (Wireless LAN) Os principais padrões de redes de pequeno alcance (WLAN) são conhecidos como:  BLUETOOTH  Wi-Fi  Infravermelho
  14. 14. WLAN (Wireless LAN) Os principais padrões de redes de pequeno alcance (WLAN) são conhecidos como:  BLUETOOTH  Wi-Fi  Infravermelho
  15. 15. WWAN (Wireless WAN) Redes sem fio distribuídas são aquelas usadas pelos sistemas celulares e outros meios.  1G - 2G – 2,5G – 3G - 4G  Rádio
  16. 16. PRINCIPAIS COMPONENTES
  17. 17. Bridge (Ponte) É o equipamento que liga duas redes com protocolos específicos.
  18. 18. Hub (Concentrador) É o equipamento que permite a ligação de vários equipamentos a uma central. É um equipamento que pode ser utilizado na topologia estrela.
  19. 19. Repetidor É o equipamento utilizado em redes de topologia anel, que recebe um sinal e o retransmite para o próximo ponto, aumentando assim as dimensões de uma rede.
  20. 20. Switch Equipamento usado para conectar e distribuir comunicações entre uma linha tronco ou backbone, e nós individuais. Também permite a ligação de vários equipamentos a uma central.
  21. 21. Modem Os modens são dispositivos de conversão de sinais que permitem que dados digitais sejam transmitidos por linha telefônica. Os dados digitais de um microcomputador devem ser modulados antes da transmissão e demodulados na recepção.
  22. 22. Gateway É o equipamento que liga uma rede local a um sistema de comunicação com maiores recursos. Um gateway, por exemplo, pode ser um computador fazendo esta função.
  23. 23. Cabeamento
  24. 24. CABO COAXIAL Foi o primeiro tipo de cabo empregado nas redes de computadores. É constituído de um condutor interno cilíndrico no qual o sinal é injetado, um condutor externo separado do condutor interno por um elemento isolante e uma capa externa que evita a irradiação e a capacitação de sinais. Tipo de cabo muito utilizado na rede do tipo Barramento.
  25. 25. CONECTORES PARA CABO COAXIAL
  26. 26. CABO PAR TRANÇADO Existem dois tipos básicos de cabos par trançado UTP - Unshielded Twisted Pair - Par trançado sem blindagem. STP - Shielded Twisted Pair - Par trançado com blindagem
  27. 27. CONECTOR PARA CABO PAR TRANÇADO
  28. 28. CABO DE FIBRA ÓTICA Fibras óticas são fios finos e flexíveis de vidro ou plástico transparente que podem conduzir luz visível. Elas consistem de duas camadas concêntricas chamadas núcleo e casca. O núcleo e a casca são protegidos por uma cobertura, formando o cabo de fibra ótica.
  29. 29. Topologia de Redes
  30. 30. Topologia de Redes Uma rede de computadores pode ser dividida em:  Topologia em Barramento  Topologia em Anel;  Topologia em Estrela
  31. 31. Topologia em Barramentos Esta topologia é constituída por uma linha única de dados (o fluxo é serial), finalizada por dois terminadores (casamento de impedância), na qual atrelamos cada nó de tal forma que toda mensagem enviada passa por todas as estações, sendo reconhecida somente por aquela que esta cumprindo o papel de destinatário (estação endereçada). Nas redes baseadas nesta topologia não existe um elemento central, todos os pontos atuam de maneira igual, algumas vezes assumindo um papel ativo outras vezes assumindo um papel passivo, onde a espinha dorsal da rede (backbone) é o cabo onde os computadores serão conectados. As redes locais Ethernet ponto-a-ponto usam essa topologia.
  32. 32. Topologia em Barramentos Vantagens – Solução de baixo custo, sendo ideal ser implementada em lugares pequenos. Desvantagens – Como todas as estações estão atreladas a uma linha única (normalmente um cabo coaxial), o número de conexões é muito grande, logo, se a rede estiver apresentando um problema físico, são grandes as chances deste problema ser proveniente de uma dessas conexões (conectores e placas de rede) ou até mesmo de um segmento de cabo. A maior dificuldade está em localizar o defeito, já que poderão existir vários segmentos de rede. Como a troca de informações dá-se linear e serialmente, quando ocorrem tais defeitos toda a rede fica comprometida e para de funcionar. A ampliação da rede, com a inclusão de novas estações e/ou servidores implica na paralisação da estrutura de comunicação.
  33. 33. Topologia em Anel A topologia anel é constituída de um circuito fechado que permite a conexão de vários computadores em círculo (anel) e por isso não possui pontas, as informações nesse tipo de rede se propagam através de todos os computadores em um determinado sentido (horário).
  34. 34. Topologia em Anel Vantagens – Não há atenuação do sinal transmitido, já que ele é regenerado cada vez que passa por uma estação. Possibilidade de ter dois anéis funcionando ao mesmo tempo, onde caso exista falha em um, somente ocorrerá uma queda de performance. Desvantagens – Todas as estações devem estar ativas e funcionando corretamente. Dificuldade de isolar a fonte de uma falha de sistema ou de equipamento. Ampliação da rede, inclusão de novas estações ou servidores implica na paralisação da rede.
  35. 35. Topologia em Estrela A topologia em estrela é caracterizada por um elemento central que gerencia o fluxo de dados da rede. Toda informação enviada de um nó para outro deverá obrigatoriamente passar pelo ponto central, ou concentrador, tornando o processo muito mais eficaz, já que os dados não irão passar por todas as estações. O concentrador encarregasse de rotear o sinal para as estações solicitadas, economizando tempo.
  36. 36. Topologia em Estrela Vantagens – Alta performance, uma vez que o sinal sempre será conduzida para um elemento central, e a partir deste para o seu destino, as informações trafegam bem mais rápido do que numa rede barramento. Facilidade na instalação de novos segmentos ou de inclusão de nova estação na rede, bastando apenas conectá-las ao concentrador. Facilidade de isolar a fonte de uma falha de sistema ou equipamento, uma vez que cada estação está diretamente ligada ao concentrador. A ocorrência de falhas em um segmento não retira toda a estrutura do ar.
  37. 37. Topologia em Estrela Desvantagens – Custo elevado de instalação, sendo que quanto maior for a distância entre um nó e o concentrador maior será o investimento, já ue ada aço é representado por um segmento de cabo coaxial, par trançado ou fibra óptica. Problemas de confiabilidade, já que uma falha no concentrador, no caso de redes sem redundância, provoca a perda de comunicação em toda a rede. Todo o tráfego flui através do concentrador, podendo representar um ponto de congestionamento.
  38. 38. Meios de Transmissão
  39. 39. Meios de Transmissão Simplex Half-duplex Full-duplex
  40. 40. Meios de Transmissão Simplex A transmissão de dados ocorre de maneira simples, ou seja, unidirecional, em uma única direção, existe um transmissor e um receptor e esse papel não se inverte. Como exemplos de transmissão simplex tem o rádio AM/FM e a TV não interativa.
  41. 41. Meios de Transmissão Half-duplex Esse tipo de transmissão de dados é bidirecional, ou seja, o emissor pode ser receptor e vice-versa, mas, por compartilharem um mesmo canal de comunicação, não é possível transmitir e receber dados ao mesmo tempo. Exemplo de transmissão half-duplex: rádio amador, walkie-talkie (as duas pessoas podem conversar mas só uma de cada vez). A maioria das placas de rede transmitem de modo half-duplex.
  42. 42. Meios de Transmissão Full-duplex Esse tipo de transmissão de dados é bidirecional porém, na transmissão full (completo) os dados podem ser transmitidos simultaneamente, ou seja, ao mesmo tempo que existe o envio pode existir o recebimento de informações. Exemplos de transmissão full-duplex: Aparelho telefônico. Com o crescente barateamento dos equipamentos de rede esta cada vez mais comum encontrar placas de rede que usam esse tipo de comunicação.
  43. 43. Meios de Comunicação
  44. 44. Meios de Comunicação A comunicação entre as redes pode ser feita do seguinte modo:  Via Satélite;  Via Rádio  Via Cabo: Cabo Fibra Ótica; Cabo Elétrico; Linha Telefônica – dedicada ou discada.
  45. 45. Meios de Comunicação O meio de comunicação mais comum entre as redes de computadores e entre uma rede e a internet é a comunicação via linha telefônica e os tipos mais comuns são:
  46. 46. Protocolos de Redes
  47. 47. Protocolos de Redes É o conjunto de regras sobre o modo como se dará a comunicação entre as partes envolvidas. Para que os computadores de uma rede possam trocar informações entre si é necessário que todos os computadores adotem as mesmas regras para o envio e o recebimento de informações. Este conjunto de regras é conhecido como Protocolo de comunicação.
  48. 48. Funções do Protocolos Uma das funções dos protocolos é pegar nos dados que serão transmitidos pela rede, dividir em pequenos pedaços chamados pacotes, na qual dentro de cada pacote há informações de endereçamento que informam a origem e o destino do pacote.
  49. 49. Funções do Protocolos  Endereçamento: especificação clara do ponto de destino da mensagem.  Numeração e sequência: individualização de cada mensagem, através de número sequencial.  Estabelecimento da conexão: estabelecimento de um canal lógico fechado entre fonte e destino.  Confirmação de recepção: confirmação do destinatário, com ou sem erro, após cada segmento de mensagem.  Controle de erro: detecção e correção de erros  Retransmissão: repetição da mensagem a cada recepção de mensagem.  Conversão de código: adequação do código às características do destinatário.  Controle de fluxo: manutenção de fluxos compatíveis com os recursos disponíveis.
  50. 50. Alguns Protocolos
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×