Oral de português
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Oral de português

on

  • 1,348 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,348
Views on SlideShare
1,348
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Oral de português Presentation Transcript

  • 1. L O U C U R A
  • 2. “ Todos temos um pouco de loucura” Tese:
  • 3. Argumentos a favor
    • Loucura é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela razão da nossa existência;
    • Podemos sofrer de loucura quando perdemos alguém de quem gostamos muito;
    • A loucura sempre fez e fará parte da vida humana;
  • 4. Argumentos a favor
    • Deixamos de fazer realmente aquilo que desejamos (algo estranho/fora do normal), porque temos medo que alguém nos chame de ‘louco’.
    • Somos loucos porque temos medo de errar, falhar;
    • Há sempre um certo e determinado momento da nossa vida em que cometemos uma loucura;
    • Caracterizada pelo afastamento mais ou menos prolongado do indivíduo de seus métodos habituais de pensar, sentir e agir”;
  • 5. Sintetizando
      • É loucura rir e chorar ao mesmo tempo;
      • É loucura andar pela rua enquanto chove torrencialmente;
      • É loucura olhar a lua e as estrelas tentando encontrar um rumo;
      • É loucura amar quem não merece;
      • É loucura desistir de todos os sonhos;
      • É loucura sorrir, enquanto o desejo profundo é chorar;
      • É loucura não sermos nós próprios.
  • 6. ? E qual é o ser humano que nunca cometeu uma destas loucuras
  • 7. Loucura + Livro
  • 8. Estado solitário, correndo pelas ruas e rejeitando a vida com os demais seres humanos, e sendo ao mesmo tempo rejeitado por todos, como seres indesejáveis e insuportáveis. A loucura representou nela o afastamento de tudo e de todos. Uma loucura por amor, que levou-a ao desespero e a viver num mundo delirante próprio. A Loucura de Marta