Iniciación

3,908 views
3,782 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,908
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
133
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Iniciación

  1. 1. INICIA ÇÃO  AO HANDEBOL INFORMAÇÃO PARA TREINADORES DE ACAMPAMENTO
  2. 2. OBJETIVOS DE CADA FASE A BOLA É O CENTRO DA ATENÇÃO GANHAR TERRENO GANHAR TERRENO DE FORMA ORIENTADA JOGO COM ATENÇÃO TEC-TAC INDIV. ACOSO DISPOSIÇÃO CONTROLE PERSUADIR INTERCEPTAR BLOQUEIO DISSUADIR INTERCEPTAR DESMARQUE SEM BOLA PROGRESSÃO PROTEÇÃO DESMARQUE COM BOLA ARREMESSO PASSE TATICA COLETIVA PONTOS DE APOIO PASSE-DESMARQUE PENETRAÇÕES SUCESSIVAS REPETIÇÃO DE PASSE CRUZAMENTO FIXAÇÃO-CORTINA BLOQUEIO-PANTALIA DESLIZAMENTO AJUDA PREVENTIVA AJUDA DECISIVA CAMBIO OPONENTE BLOQUEIO
  3. 3. ETAPA 1: A BOLA É O CENTRO DE ATENÇÃO <ul><li>OBSERVAÇÃO </li></ul><ul><li>INTENÇÃO DA CRIANÇA DE APODERAR-SE DA BOLA </li></ul><ul><li>OBJETIVO </li></ul><ul><li>DE POSSE DA BOLA TEM QUE MANTÊ-LA </li></ul><ul><li>MEIOS </li></ul><ul><li>Exercícios de manter e roubar a bola: MARCAÇÃO – DESMARQUE </li></ul><ul><li>Propor e dirigir jogos e tarefas </li></ul>
  4. 4. COMPORTAMENTO DOS PRINCIPIANTES <ul><li>NÃO EXISTE O NIVEL “0”, nem todos possuem o mesmo na idade igual, existem comportamentos parecidos. </li></ul><ul><li>NÃO HÁ EQUIPES. Joga um ao lado dos outros. Não prestam atenção ao que faz o outro, somento no caso de poder ter elementos suscetíveis a procurar prazer ou satisfação. </li></ul><ul><li>SUA PERCEPÇÃO SE INSTALA NO PRESENTE </li></ul><ul><li>(EX. A bola que esta em movimento) </li></ul><ul><li>As aprendizagens motoras tendem a controlar, por meio de sensações oculares, os gestos necessários para a realização de suas intenções tácticas, e portanto esta centrado em seus problemas corporais e a bola. </li></ul><ul><li>Ex. O drible da bola. </li></ul>
  5. 5. ETAPA 2 GANHAR TERRENO MULTIDIRECIONALMENTE <ul><li>OBSERVAÇÕES </li></ul><ul><li>OS JOGADORES ROMPEM A INERCIA DE PERSEGUIR A BOLA </li></ul><ul><li>RECONHECEM AS EQUIPES </li></ul><ul><li>DEFESA INDIVIDUAL </li></ul><ul><li>BOLAS PERDIDAS </li></ul><ul><li>A BOLA CIRCULA COM POUCO FLUIDEZ </li></ul>
  6. 6. OBJETIVOS <ul><li>ATAQUE </li></ul><ul><li>-MANTER A POSSE DE BOLA DENTRO DA NOSSA EQUIPE </li></ul><ul><li>-PROCURAR QUE A BOLA TROQUE DE JOGADOR </li></ul><ul><li>DEFESA </li></ul><ul><li>-EVITAR QUE A BOLA CIRCULE ENTRE A OUTRA EQUIPE </li></ul>
  7. 7. CONTEUDOS <ul><li>RECURSOS NECESSÁRIOS PARA RESOLVER O JOGO PRINCIPAL DOS 10 PASSES </li></ul><ul><li>DESENVOLVIMENTO PARA O ATACANTE : PASSE, RECEPÇÃO, DESMARQUE. </li></ul><ul><li>PARA A DEFESA : INCOMODAR (SEM TOCAR) AO JOGADOR QUE LEVA A BOLA (ACOSO), E MARCAR NA LINHA DE PASSE AO QUE NÃO POSSUE A BOLA ( DISSUAÇÃO ). CADA JOGADOR DEVE OCUPAR-SE DE UM ATACANTE </li></ul>
  8. 8. RECOMENDAÇÕES METODOLÓGICAS <ul><li>FORMA PRINCIPAL DE JOGO DOS 10 PASSES (COM TODAS AS PROGRESSÕES POSSÍVEIS) </li></ul><ul><li>EXPLICAR O CONCEITO DE LINHA DE PASSE (DISSUASÃO) </li></ul><ul><li>INCOMODAR A QUEM POSSUE A BOLA SEM TOCÁ-LO (PERSUASÃO) </li></ul>
  9. 9. ETAPA 3: GANHAR TERRENO DE FORMA ORIENTADA OBSERVAÇÃO - A BOLA CIRCULA COM MAIS FACILIDADE - SE PRODUZ POUCOS ARREMESSOS - AS RECUPERAÇÕES DEFENSIVAS SÃO COM FREQUÊNCIA FRUTO DOS ERROS OFENSIVOS, E NÃO DE UMA RECUPERAÇÃO INTENCIONADA. <ul><li>OBJETIVOS ATAQUE </li></ul><ul><li>- FAZER AVANÇAR A BOLA, ORIENTANDO OS DESMARQUES EM DIREÇÃO A BALIZA </li></ul><ul><li>OBJETIVOS DEFESA </li></ul><ul><li>- RECUPERAR ATIVAMENTE A BOLA (INTERCEPTAÇÃO) </li></ul><ul><li>-EVITAR QUE A BOLA AVANCE CONTRA A BALIZA </li></ul>
  10. 10. CONTEUDOS <ul><li>ATAQUE </li></ul><ul><li>PASSE E RECEPÇÃO </li></ul><ul><li>(Dissociação entre membros inferior e superior, para poder avançar para a baliza) </li></ul><ul><li>Incentivar os deslocamento COM A BOLA na Mão (1,2,3 PASSOS). </li></ul><ul><li>ENSINAR A DRIBLAR A BOLA PARA AVANÇAR </li></ul>
  11. 11. DEFESA <ul><li>DEPOIS DE ATRAPALHAR (MOLESTAR) O PASSE, ENSINAMOS A ROUBAR A BOLA MEDIANTE QUE O ATACANTE A DRIBLA. </li></ul><ul><li>E NA MARCAÇÃO DO JOGADOR SEM BOLA, DEPOIS DE EVITAR QUE RECEBA (DISSUASÃO) ACRESCENTAR (AÑADIREMOS) AS INTERCEPTAÇÕES. </li></ul><ul><li>TRIÂNGULOS DEFENSIVOS, PARA ABRIR A LINHA DE PASSE E INTERCEPTAÇÃO, DEPOIS DE EVITAR O DESMARQUE ORIENTADO DIANTE A BALIZA. </li></ul>
  12. 12. RECOMENDAÇÕES METODOLÓGICAS <ul><li>Para facer que a bola avance para a baliza </li></ul><ul><li>Trabalhar seletivamente a dissociassão braços/pernas </li></ul><ul><li>Trabalhar o drible sem olhar para a bola. </li></ul><ul><li>Orientar os desmarques diante a baliza </li></ul><ul><li>Privilegiar os passes para frente. </li></ul><ul><li>Para os objetivos de recuperar ativamente a bola </li></ul><ul><li>Introduzir o conceito de triângulo defensivo </li></ul><ul><li>Trabalhar seletivamente a Interceptação </li></ul><ul><li>Trabalhar de forma combinada o conceito de dissuadir e interceptar. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Para os objetivos de evitar os desmarques dos atacantes </li></ul><ul><li>Conceito de triângulo defensivo </li></ul><ul><li>Ensinar a roubar a bola quando o atacante dribla </li></ul><ul><li>Oposição corporal com o tronco quando o atacante escolhe una trajetória para frente </li></ul>
  14. 14. FASE 4: JOGO COM INTENCIONALIDADE OBSERVAÇÃO -DOMÍNIO DOS DESMARQUES ORIENTADOS A BALIZA -AUMENTO DOS ARREMESSOS -SE PRODUZEM ALGUMAS INTERCEPTAÇÕES INTENCIONADAS MUITOS JOGADORES NA ZONA 5/6 METROS <ul><li>OBJETIVOS : ATAQUE </li></ul><ul><li>-AUMENTAR A EFICACIA DO LANÇAMENTO </li></ul><ul><li>-INICIAR OS JOGADORES A COLABORAR </li></ul><ul><li>OBJETIVOS : DEFESA </li></ul><ul><li>-REDUZIR A EFETIVIDADE DE ARREMESSOS </li></ul><ul><li>-CONSEGUIR QUE OS JOGADORES COLABOREM ENTRE ELES </li></ul><ul><li>(AJUDAS – TROCA DE OPONENTE) </li></ul>
  15. 15. <ul><li>CONTEUDOS INDIVIDUAIS </li></ul><ul><li> ATAQUE </li></ul><ul><li>Jogador com Bola </li></ul><ul><li>ARREMESSOS </li></ul><ul><li>PASSES </li></ul><ul><li>DESLOCAMENTOS </li></ul><ul><li>FINTAS </li></ul><ul><li>Jogador sem Bola </li></ul><ul><li>DESMARQUE EM PROFUNDIDADE </li></ul><ul><li>DESMARQUE EM APOIO </li></ul><ul><li> DEFENSA </li></ul><ul><li>A defesa do jogador com bola </li></ul><ul><li>Persuasão (Acoso) (ataque legal ao oponente com bola) </li></ul><ul><li>BLOQUEIO </li></ul><ul><li>A defesa do jogador sem bola </li></ul><ul><li>INTERCEPTAR / DISSUADIR </li></ul><ul><li>AJUDAS AOS COMPANHEIROS </li></ul><ul><li>APARECE A FIGURA DO GOLEIRO </li></ul>
  16. 16. CONTEUDOS COLETIVOS <ul><li>DEFESA INDIVIDUAL EM TODO O CAMPO </li></ul><ul><li>ATAQUE A DEFESA INVIDUAL EM TODO O CAMPO </li></ul>
  17. 17. DEFESA INDIVIDUAL <ul><li>DO JOGO SIMPLES AO MEIO DE TRABLHO NO TREINAMENTO </li></ul><ul><li>COLOCAÇÃO DOS JOGADORES </li></ul><ul><li>-DEPENDÊNCIA DO JOGADOR AO QUAL SE DEFENDE </li></ul><ul><li>FORMULAS DE EMPARELHAMENTO: </li></ul><ul><li>CRITERIO NOMINAL (Por nome ou por numero) </li></ul><ul><li>Permite igualar os emparelhamentos </li></ul><ul><li>situação da defesa quando terminado a ação de ataque. </li></ul><ul><li>CRITÉRIO DE PROXIMIDADE (Zona de finalização ofensiva) </li></ul><ul><li>Permite encontrar o oponente no mínimo tempo </li></ul><ul><li>Os emparelhamientos podem ser desiguais </li></ul>
  18. 18. ATAQUE CONTRA A DEFESA INDIVIDUAL <ul><li>CONCEITOS PREVIOS </li></ul>ESPAÇO DE FINALIZAÇÃO ESPAÇO DE CRIAÇÃO DO JOGO AO TRABALHAR DEFESA INDIVIDUAL OS ATACANTES DECIDEM A QUANTIDADE DE DEFESAS QUE TERÁ EM CADA ZONA
  19. 19. DESMARQUES <ul><li>1.- DISTRIBUÇÃO DO ESPAÇO </li></ul><ul><li>2:2 MINIHANDEBOL 3:3 BALONMANO </li></ul><ul><li>2.- TIPOS DE DESMARQUE </li></ul><ul><li>DESMARQUE EM PROFUNDIDADE </li></ul><ul><li>DESMARQUE EM APOIO </li></ul><ul><li>3.- MOVIMIENTOS DOS JOGADORES </li></ul><ul><li>OCUPAÇÃO E DESOCUPAÇÃO DE ESPAÇOS </li></ul>
  20. 20. RECOMENDAÇÕES <ul><li>UTILIZAR A PARTIDA DE HANDEBOL COMO MEIO PRINCIPAL DE TRENAMENTO </li></ul><ul><li>JOGOS </li></ul><ul><li>MODIFICAR REGRAS </li></ul><ul><li> ATAQUE </li></ul><ul><li>Conseguir eficácia nos arremessos </li></ul><ul><li>Trabalho seletivo de motricidade de arremesso </li></ul><ul><li>Dissociar mirada de arremesso </li></ul><ul><li>Trabalhar encadiamentos antes de arremessar e depois </li></ul><ul><li>Introduzir conceitos de colaboração (desmarques organizados) </li></ul><ul><li>Trabalho seletivo de diferentes tipos de desmarque </li></ul><ul><li>Trabalho seletivo do momento de desmarque </li></ul><ul><li>Tarefas com alternância de desmarques criando e ocupando espaços </li></ul><ul><li>Tarefas de continuidade de jogo atá acabar com um arremesso </li></ul>
  21. 21. <ul><li> DEFESA </li></ul><ul><li>Para aprender a minimizar a eficácia dos arremessos </li></ul><ul><li>Trabalho seletivo da persuasão legal com o tronco </li></ul><ul><li>Trabalho seletivo de bloqueio </li></ul><ul><li>Alguns exercícios de goleiro, procurando que todos passem por todos os postos </li></ul><ul><li>Para conseguir os conceitos de colaboração defensiva </li></ul><ul><li>Trabalhando sobretudo nas partidas </li></ul><ul><li>Aprender a antecipar as situações que provocam as trocas de oponentes ou de deslizamento </li></ul><ul><li>Aprender a reconhecer que um companheiro tem sido superado para ajudá-lo </li></ul>
  22. 22. ETAPA 5 DEFESA / ATAQUE INDIVIDUAL A MEIO CAMPO Observação: Quando os atacantes rompem com muita facilidade a defesa HxH, é o momento de reduzir o espaço para os defensores, desta maneira os defensores iniciam sua atividade HXH à partir da zona do centro do campo. Isto permite que os defensores reduzem o espaço defensivo, e assim pode aumentar sua efetividade. Da mesma maneira permite aos atacantes terem um espaço de reorganização prévia antes do ataque sobre defesas de proximidade Objetivos Atacantes Ocupar e liberar espaços para facilitar a finalização no espaço de maior efetividade Defesa Recuperar a bola e dificultar a progressão do adversário sobretudo à zonas centrais
  23. 23. ETAPA 6 DEFESA POR ZONA 3:3 ATAQUE A DEFENSA EM ZONA 3:3 <ul><li>DEFESA POR ZONA 3:3 </li></ul><ul><li>LIMITAR O ESPAÇO A DEFENDER </li></ul><ul><li>PROTEGER COM MAIOR EFETIVIDADE AS ZONAS DE CRIAÇÃO E FINALIZAÇÃO. </li></ul><ul><li>AUMENTAR AS AJUDAS, DADAS AS MELHORAS OFERECIDAS PELOS JOGADORES ATACANTES. </li></ul>
  24. 24. <ul><li>COLOCAÇÃO DOS JOGADORES </li></ul>3 3
  25. 25. ANTES AGORA COLABORAÇÃO
  26. 26. TROCA DE OPONENTE
  27. 27. DESLIZAMENTO
  28. 28. DESLIZAMENTO TROCA DE OPONENTE
  29. 29. ATAQUE A DEFESA ZONA 3:3 <ul><li>AMPLITUDE E PROFUNDIDADE </li></ul><ul><li>JOGO COM E SEM BOLA </li></ul><ul><li>ATAQUES SOBRE OS INTERVALOS </li></ul><ul><li>TRABALHO DE ENCADEAMENTOS </li></ul><ul><li>PASSE E VAI </li></ul><ul><li>PENETRAÇÕES SUCESSIVAS – PONTOS DE APOIO </li></ul>
  30. 30. RECOMENDAÇÕES PARA A SEXTA ETAPA <ul><li>1.- OS JOGADORES DEVEM JOGAR EM TODAS AS POSIÇÕES </li></ul><ul><li>2.- EXERCÍCIOS SELETIVOS DE ARREMESSOS, INCIDÊNCIA A POSSIBILIDADE DO ARREMESSO A DISTÂNCIA </li></ul><ul><li>3.- INTRODUÇÃO AS SITUAÇÕES DE BLOQUEIO </li></ul><ul><li>4.- A PERSUASÃO DEVERÁ SER EQUILIBRADO, JA QUE A DEFESA POR ZONA QUER PROVOCAR QUE A DISTANCIA ENTRE DEFESA E ATAQUE SEJA MAIOR </li></ul><ul><li>5.- ACENTUAR E POSITIVAR AS AÇÕES DE ENCADEAMENTO TANTO NA DEFENSA COMO NO ATAQUE </li></ul><ul><li>6.- AO ACENTUAR OS PASSES LATERAIS, TENTAR QUE NÃO SE PERDA A VERTICALIDADE COM A BALIZA </li></ul><ul><li>7.- EVITAR O DRIBLE DE BOLA DEPOIS DA RECEPÇÃO. TENTAR RECEBER A BOLA EM MOVIMENTO </li></ul><ul><li>8.- MANTER OS JOGOS; AUMENTO DOS EXERCÍCIOS SELETIVOS; UTILIZAR ENFRENTAMENTOS 3X3, 4X4, COM OBJETIVOS ESPECIFICOS. </li></ul>
  31. 31. OBJETIVOS TERMINAIS DA ETAPA DE INICIAÇÃO GLOBAL <ul><li>ATAQUE </li></ul><ul><li>1.- RECONHECER ATACANTE </li></ul><ul><li>2.- DISPERSAR-SE </li></ul><ul><li>3.- MANTER A POSSE DE BOLA. </li></ul><ul><li>4.- QUE A BOLA TROQUE DE POSSE DE JOGADOR </li></ul><ul><li>5.- FAZER QUE A BOLA AVANCE ATÉ A BALIZA </li></ul><ul><li>6.- CONSEGUIR EFICÁCIA NOS ARREMESSOS </li></ul><ul><li>7.- CONSEGUIR CONCEITOS SIMPLES DE COLABORAÇÃO </li></ul><ul><li>DEFESA </li></ul><ul><li>1.- RECONHECER COMO DEFENSOR </li></ul><ul><li>2.- RESPONSABILIZAR-SE DE UM ATACANTE. </li></ul><ul><li>3.- EVITAR QUE A BOLA CIRCULE ENTRE OS ATACANTES </li></ul><ul><li>4.- RECUPERAR ATIVAMENTE A BOLA </li></ul><ul><li>5.- EVITAR O AVANÇO DOS ATACANTES </li></ul><ul><li>6.- MINIMIZAR A EFETIVIDADE DO ARREMESSO </li></ul><ul><li>7.- CONSEGUIR CONCEITOS SIMPLES DE COLABORAÇÃO </li></ul>
  32. 32. PRINCIPIOS TÉCNICO-TÁTICOS DE JOGO ATAQUE OCUPAR AMPLIAR DEFESA EVITAR OC. EVITAR AM . ELEMENTOS INDIVIDUAIS DE JOGO 1.- JOGO SEM BOLA DESM. SEM BOLA PROGRESSÃO PROTEÇÃO DESM. COM BOLA ARREMESSO PASSE DISSUADIR RECEPÇÃO INTERCEPTAR PERSUADIR (ACOSO) DISPOSIÇÃO CONTROLE BLOCAQUEIO DISUA/INTERC. PASSE 2.- JOGO COM BOLA 3.- FASE FINAL POSSE
  33. 33. PROGRESSÃO METODOLOGICA: PROC. BÁSICOS TÁCTICA COLECTIVA ETAPAS PROCEDIMENTOS BASICOS ATAQUE PROCEDIMENTOS BASICOS DEFESA PROCEDIMENTOS BASICOS ATAQUE ENCADEAR AÇÕES INDIV. E CONTINUIDADE (Organizar colet. AÇÕES Individ.) MANTER EST. Pontos de apoio MODIFICAR EST. Passe/Desmarq. DESLIZAMIENTO AJUDA PREVENT AJUDA DECISIVA ATAQUE/DEFESA INDIVID. NOMINAL ATAQUE/DEFENSA IND. NÃO NOMINAL
  34. 34. <ul><li>ETAPAS </li></ul>PROCEDIMENTOS BÁSICOS ATAQUE PROCEDIMENTOS BASICOS DEFESA ORGANIZAÇÃO DO JOGO ENCADEAR AÇÕES INDIV. E CONTINUIDADE (Organizar colect. AÇÕES Individ.) MANTER EST. (Puntos apoio) MODIFICAR EST. (Passe/Desmarque) DESLIZAMENTO AJUDA PREVENT. AJUDA DECISIVA ATAQUE/DEFESA INDIVID. NOMINAL ATAQUE/DEFESA IND. NÃO NOMINAL OCUPAR O ESPAÇO/EVITAR (Trabalho coletivo benefício proprio) PENETR. SUCES. REPETIÇÃO PASSE CRUZAMENTOS TROCA OPONENTE MESMA LINHA ATAQUE/DEFESA TRANSIÇÃO (2 Linhas Defensivas) AMPLIAR O ESPAÇO/EVITAR (Trabalho Colectivo beneficio proprio) DESLOCAMENTO (Fixação/Cortina) CORPO (Bloqueio/Pantalia) TROCA OPONENTE DIF. LINHAS BLOCAQUEIO ATAQUE/DEFESA TRANSIÇÃO (1 linha defensiva) PROGRESSÃO METODOLÓGICA: PROC. BÁSICOS TÁTICA COLECTIVA
  35. 35. 1.80 1.60 MINI MIRIM
  36. 36. 5 M 7 M 20-28 M 13-15 M 6M

×